3. biogeografia

Upload: ricardo-percilio

Post on 06-Jul-2018

236 views

Category:

Documents


0 download

TRANSCRIPT

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    1/58

    BIOGEOGRAFIA

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    2/58

    INTRODUÇÃO

    Conceito:

    Preocupa-se em documentar e compreender modelos espaciade iodi!ersidade"

    # o estudo da distriui$%o dos or&anismos' tanto no passad

    (uanto no presente' e dos padr)es de !aria$%o ocorridos n Terra' relacionados * (uantidade e aos tipos de seres !i!os"

    Estudo dos seres !i!os no conte+to temporal e espacial"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    3/58

    INTRODUÇÃO

    Perguntas norteadoras que caracterizam a biogeografa:

    Por (ue , tantos seres !i!os.

    /omo e por (ue uma esp0cie ou um &rupo ta+on1mico superior est2%ocupando a presente rea de ocorr4ncia.

    O (ue possiilita uma esp0cie a !i!er onde se encontra e o (uimpossiilita a coloni5ar outra rea.

    6ual o papel do clima' solo' topo&ra7a' e intera$)es com outroor&anismos limitando a distriui$%o de uma esp0cie.

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    4/58

    INTRODUÇÃO

    /omo di8erentes tipos de or&anismos s%o sustitu9dos por outrocom as altera$)es nos s9tios.

    /omo dada esp0cie 7cou restrita a uma determinada rea docorr4ncia.

    6uais s%o as esp0cies aparentadas e onde s%o encontradas. Em(ue local !i!e seus ancestrais.

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    5/58

    INTRODUÇÃO

    Por (ue , muito mais esp0cies nos tr:picos do (ue em latitudetemperadas ou rticas.

    /omo il,as oce;nicas isoladas s%o coloni5adas e por (ue ,(uase sempre um n

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    6/58

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    7/58

    INTRODUÇÃO

    TransormismoJ> as di8erentes esp0cies deri!am uma daoutras por de&enera$%o num processo lento e pro&ressi!e+istindo esp0cies intermedirias at0 sur&irem as 8ormas atuais"

    Nesta concep$%o trans8ormista da di8erencia$%o das esp0cies no$%o de tempo &eol:&ico 0 8undamental' dado (ue BuHo

    admitia (ue as condi$)es amientais a (ue as esp0cies esta!amsuKeitas eram 8undamentais ao processo de de&enera$%o"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    8/58

    INTRODUÇÃO

    L - Período Wallaciano 2?C-?3 Al8red Mallace 2?

    contempor;neo de Darin' utili5ou a teoria e!olucionista paendemismos e re&i)es io&eo&r7cas"

    ados biogeográfcos  a uni8ormidade entre os seres !i!osconsiderar uma ancestralidade comum' e por outro' a e+i!ariailidade entre popula$)es de locais pr:+imos le!ou-o a

    possiilidade de cada uma dessas popula$)es ser o resultaprocesso de trans8orma$%o continuado condicionado *s amientais particulares

    ados geológicos  import;ncia da no$%o do tempo &eol:8en1menos &eol:&icos (ue atuaram e atuam na nature5a' nosde trans8orma$%o lentos e &raduais"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    9/58

    INTRODUÇÃO

    = - Período !oderno 2in9cio ?3> redescorimento da modernteoria da deri!a continentalplacas tect1nicas"

    De acordo com a teoria das placas tect1nicas' as maiorecaracter9sticas &eol:&icas s%o inst!eis e a moderna e+plica$%io&eo&r7ca su&ere (ue a !ida na Terra ten,a e!olu9do comparte da e!olu$%o da &eo&ra7a da Terra"

    A conce"#$o moderna de Biogeografa baseia%se na"remissa de que:

    A e!olu$%o da !ida ocorreu concomitantemente * e!olu$%o&eo&r7ca da TerraJ"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    10/58

    INTRODUÇÃO

    Princi"ais cientistas na &istória da Biogeografa

    Aristóteles: um dos mais anti&os a inda&ar-se sore a (uest%o Deonde !eio a !ida' e como se di!ersi7cou e se espal,ou atra!0s do&loo.

    Carolus 'innaeus 2?@@-?@@C3> Qup1s (ue a !ida tin,a se ori&inado'ou sore!i!ido a dil

     Uma !e5 (ue o dil

    em di8erentes re&i)es do &loo"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    11/58

    INTRODUÇÃO

    Bu(on )*+,+ % *+--. > Qe&uidor de ineu mas contrariousua e+plica$%o""" Di8erentes por$)es do &loo ' mesmoa(uelas com condi$)es climticas e amientaissemel,antes' eram comumente ,aitadas por tipos distintosde animais e plantas" Os tr:picos' em particular' contin,amuma &rande di!ersidade de or&anismos incomuns"

    A !is%o de ineu e+i&ia (ue as esp0cies mi&rassem atra!0sde ,aitats in:spitos depois do dil

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    12/58

    INTRODUÇÃO

    BuHon acredita!a (ue a !ida se ori&inou numa &rande masscontinental no e+tremo norte' num per9odo anterior onde acondi$)es climticas eram mais uni8ormes"

    BuHon e+aminou as esp0cies de mam98eros do el,o undo> maioria n%o possu9a correspondentes na Am0rica"

    'ei de Bu(on:  di8erentes re&i)es do &loo' apesar dcompartil,arem as mesmas condi$)es' s%o ,aitadas podi8erentes esp0cies de animais e plantas"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    13/58

    INTRODUÇÃO

     /o&ann 0ein&old 1orster )*+23 % *+3-.:  Fe5 uma dasprimeiras dedu$)es iniciais do (ue !iria a ser c,amado deio&eo&ra7a de il,as e a teoria da di!ersidade dasesp0cies"

    Ele notou (ue comunidades insulares possu9am menos

    esp0cies !e&etais do (ue no continente' e (ue o n

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    14/58

    INTRODUÇÃO

    4arl Willdeno5 )*+67 % *-*2.:  Escre!eu a maior s9ntese7to&eo&r7ca"

    Qu&eriu (ue ,a!ia muitos outros lu&ares' como ponto deori&em das esp0cies - montan,as (ue em tempos passadoseram separados por mares" /ada um desses re8

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    15/58

    INTRODUÇÃO

    Ale8ander 9on Humboldt )*+63 % *-73.:  Pai da7to&eo&ra7a"

    Notou (ue o 5oneamento Vor9stico (ue Forster descre!eu aolon&o dos &radientes latitudinais tam0m poderia seroser!ado em uma escala mais local"

    Perceeu (ue mesmo no interior das re&i)es' as plantasesta!am distriu9das em 5onas de altitude' ou cintur)esVor9sticos' !ariando de e(ui!alentes e(uatoriais tropicais emai+as ele!a$)es at0 e(ui!alentes oreais rticos nos topos"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    16/58

    INTRODUÇÃO

    Augustin P Candolle )*++- % *-;*.:  Adicionou (ue osor&anismos n%o s%o somente inVuenciados pela lu5' calor e&ua' como tam0m competem por esses recursos"

    Fatores como a idade da il,a' !ulcanismos' clima e insola$%otam0m inVuenciam a di!ersidade Vor9stica dentro de uma

    il,a"

    Foi um dos primeiros a escre!er sore a competi$%o e a lutapela e+ist4ncia' um tema (ue !iria a ser central para odesen!ol!imento da teoria e!oluti!a e ecol:&ica"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    17/58

    INTRODUÇÃO

    C&arles '

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    18/58

    INTRODUÇÃO

    Darin' WooXer' Qclater e Mallace" aiores respons!eis pelo

    a!an$os em Bio&eo&ra7a e Biolo&ia E!oluti!a"

    C&arles ar5in )*-,3 % *--2.:  Perceeu (ue o isolament&eo&r7co 8acilita a !aria$%o dentro e entre popula$)eDesen!ol!eu sua Teoria da E!olu$%o' considerando a sele$%o naturcomo o principal mecanismo"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    19/58

    INTRODUÇÃO

    1ose"& alton Hoo=er ) *-*+ % *3**.:  8undador da io&eo&ra7,ist:rica"

    WooXer compartil,ou com Darin suas ideias sore distriui$%&eo&r7ca das plantas e 8oi um dos poucos a encoraKar Darin continuar traal,ando"

    WooXe a7rma!a (ue' na maioria das !e5es' a dispers%o a lon&dist;ncia era uma e+plica$%o insu7ciente para as distriui$)es daesp0cies"

    Os padr)es io&eo&r7cos e a peculiaridade da Vora do Wemis80rQul n%o eram compat9!eis com a ,ip:teses dispersionista de Dariao contrrio' acredita!a na ,ip:tese de todos serem memros de umVora e+tensa e mais cont9nua de terra' (ue 8oi separada por 8atore&eol:&icos e climticos"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    20/58

    INTRODUÇÃO

    P&ili" 'utle< >clater )*-*3 % *3*?.: 8amoso ornitolo&ista"

    Prop1s um es(uema (ue di!idia a Terra em re&i)eio&eo&r7cas (ue iriam reVetir tanto na 8auna (uanto na Vora' (ue di8erenciou sua di!is%o dos outros cientistas (upri!ile&ia!am 8atores aritrrios como lon&itude e latitude"

    Baseou seu es(uema de di!is%o num &rupo (ue con,ecia emas a!es"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    21/58

    !a"a biogeográfco aunístico

    De acordo com o mapa 5oo&eo&r7co' o planeta Terra 0 di!ido em s8aun9sticas>

    0egi$o @eártica compreende toda Am0rica do Norte' inclusi!e a estendendo-se at0 a metade do 0+ico"

    0egi$o @eotro"ical compreende a Am0rica do Qul' a partir do0+ico' incluindo o /arie e a Fl:rida"

    0egi$o Paleártica compreende toda a Europa' Ssia' /,ina e Yap%oS8rica at0 o deserto do Qaara' norte da Pen9nsula Arica' norte do Wim

    0egi$o tío"e compreende a S8rica' e+cluindo o norte at0 o deserto 0egi$o riental compreende o sul da /,ina' re&i%o peninsular do

    2sucontinente indiano3' Indoc,ina' Filipinas e Indon0sia ocidental"

    0egi$o Australiana compreende na Austrlia' No!a Zel;ndia' NoIndon0sia oriental"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    22/58

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    23/58

    INTRODUÇÃO

    Alred 0ussel Wallace )*-2? % *3*?.:  /onsiderado o

    Zoo&eo&ra7a"

    Foi a primeira pessoa a analisar re&i)es de 8auna com adistriui$)es de m esp0cies (ue ocupa!am a parte norte eramrelacionadas com as esp0cies (ue ocorriam na Ssia' e as esp0ciocorriam na parte sul eram mais relacionadas com as esp0ci

    ,aita!am a Austrlia" Esta lin,a ima&inria 8oi ati5ada de in

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    24/58

    INTRODUÇÃOutras contribui#es no sDculo EFE

    ais do (ue considerar somente nomes e n

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    25/58

    INTRODUÇÃO

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    26/58

    INTRODUÇÃO

    C Bergmann )*-;+.: Re&ra de Ber&mann

    Em in!erterados endot0rmicos as ra$as de climas mais 8riotendem a apresentar um taman,o corporal maior conse(uentemente' uma menor rela$%o super89cie-!olume' ecompara$%o *s ra$as da mesma esp0cie (ue ,aitam clima

    mais (uentes" rela$%o mais ai+a entre a rea da super89cie e o !olume corpor

    conser!aria o corpo (uente em amientes 8rios e' in!ersamentemenor porte e uma rea super7cial relati!amente &rande8acilitaria a dispers%o do calor em re&i)es (uentes

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    27/58

    INTRODUÇÃO

     / A Allen ) *-+-.: Re&ra de Allen

    Postula (ue entre esp0cies endot0rmicas' os memros e outrae+tremidades do corpo s%o menores e mais compactas emindi!9duos (ue !i!em em climas mais 8rios pssaros e mam98erode re&i)es polares tendem a ser roustos e com memro

    menores"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    28/58

    BIOGEOGRAFIA

    e Candolle )*-2,.: Biogeografa cológica e Histórica 

    O ot;nico De /andolle di!idiu a Bio&eo&ra7a em duas su-reas>

    Biogeografa cológica 

    Estuda como os processos ecol:&icos (ue ocorrem a curto pra5atuam sore o padr%o de distriui$%o dos or&anismos

     

    Biogeografa Histórica 

    Estuda como os processos ecol:&icos (ue ocorrem a lon&o pra5atuam sore o padr%o de distriui$%o dos or&anismos

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    29/58

    BIOGEOGRAFIA

    Biogeografa cológica 9s Histórica: uma di9is$o necessária

    Ecolo&ia e ,ist:ria t4m desempen,ado pap0is lado a lado desdsempre' 0 :!io (ue elas est%o indissolu!elmente amarradas uma outra" Qendo assim' tal di!is%o 2e oposi$%o3 tem imposto maostculos (ue ene89cios ao desen!ol!imento da ci4ncio&eo&r7ca 2orrone' ?=' L /risci' L?3"

    Di!ersos s%o os 8atores (ue inVuenciaram e t4m inVuenciado o modcomo os or&anismos est%o distriu9dos no planeta> tect1nica de placasoer&uimentos' estreitamento alar&amento do leito de um ri&lacia$)es' 7sionomias !e&etacionais' clima' umidade' correntemarin,as' etc" Qendo assim' torna-se e+tremamente di89cil estaeleceuma lin,a di!is:ria entre o (ue seria um 8ator ecol:&icoo,ist:rico"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    30/58

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    31/58

    BIOGEOGRAFIA

    is"ers$o

    Uma popula$%o ancestral de um dado &rupo de or&anismos (uori&inalmente ocorria em apenas uma das reas ,oKe ocupadapor tal &rupo"

    Posteriormente' esta popula$%o ampliou sua distriui$%o e sdispersou para outras reas' ultrapassando arreiras pr0e+istentes" Por 7m' as duas popula$)es isoladas pela arreira sdi8erenciaram com o passar do tempo e se modi7caram em duaesp0cies di8erentes"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    32/58

    BIOGEOGRAFIA

    IicariJncia

    A popula$%o ancestral ocupa!a a somat:ria das reaatualmente ,aitadas por seus descendentes' e esta popula$%8oi posteriormente sudi!idida em duas popula$)es pesur&imento de uma arreira"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    33/58

    Ã

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    34/58

    POQIÇÃO DAQ AQQAQ NA TERRA

    eri9a Continental:

    # uma teoria recente' &erada pela coer4ncia !isuacosta sulamericana e a costa da S8rica' de como oamos os continentes parecem se encai+ar como ucae$a" Ela dita (ue todos os continentes K 8ormaraeste c,amado de PANG#IA' e de!ido a mo!imenlitos8era sore o ma&ma a teoria especi7ca como es8oi 8eita"

    Ã

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    35/58

    POQIÇÃO DAQ AQQAQ NA TERRA eri9a continental:

    o!imento da massa e+terna na super89cie da Terra

    In9cio , cerca de L mil,)es de anos 2ma3 PangDiaK

    W ? ma os continentes do norte separaram

    continentes do sul 'aurásia e Gonduana se"aradas "elo !ar TDtisK

    Gonduana> oeste S8rica e Am0rica do sul leste AAustrlia e \ndia"

    Ã

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    36/58

    POQIÇÃO DAQ AQQAQ NA TERRA

    Ã

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    37/58

    POQIÇÃO DAQ AQQAQ NA TERRA ] ma> Am0rica do Qul e S8rica totalmente separadas

    ] ma> Oceano Atl;ntico separou a Europa da AmNorte

    ?@ ma> uni%o da Europa e S8rica com o 8ec,amento  T0tis

    = ma> ponte de terra entre as Am0ricas no Norte e

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    38/58

    OQ ÇÃO Q QQ Q

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    39/58

    POQIÇÃO DAQ AQQAQ NA TERRA

    A ,ist:ria das cone+)es dos continentes redistriui$)es de animais e plantas

    Distriui$%o das a!es ratita demonstra a cone+%ocontinentes do sul (ue 8orma!am a Gonduana

    Presen$a de icari;ncia"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    40/58

    REGI^EQ BIOGEOGRSFI/AQ

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    41/58

    REGI^EQ BIOGEOGRSFI/AQREFETE O IQOAENTO

    EOUTIO Mallace tam0m recon,eceu seis &randes re&i)es a distriui$)es de animais (ue oser!ou

    0egies @eárticas e Paleárticas:

    Am0rica do Norte e Eursia Florestas europeias s%o semel,antes *s da Am0rica d

    !ice-!ersa

    Poucas esp0cies i&uais' mas com mesmos represen&4nero e 8am9lia"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    42/58

    REGI^EQ BIOGEOGRSFI/AQ

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    43/58

    REGI^EQ BIOGEOGRSFI/AQREFETE O IQOAENTO

    EOUTIO 0egies tio"iana e Australiana: on&os per9odos de isolamento

    uitas 8ormas distintas de !ida e!olu9ram em cada um

    0egi$o oriental> Biota do sudoeste da Ssia 2isolada das reas tropicais

    e Am0rica do Qul3"

    REGI^EQ BIOGEOGRSFI/AQ

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    44/58

    REGI^EQ BIOGEOGRSFI/AQREFETE O IQOAENTO

    EOUTIO 0egi$o @eotro"ical:

    A cone+%o permitida pelo Istmo do Panam permitiu amuitos t+ons entre as Am0ricas do Norte e Qul

     Troca desi&ual

    Am0rica do Norte _ Am0rica do Qul"

    UDANÇAQ NO /IA E

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    45/58

    UDANÇAQ NO /IA EDIQTRIBUIÇÃO DE PANTAQ E

    ANIAIQ Am0rica do Norte e Europa eram tropicais 2= ] m

    Distriui$%o de calor depende da circula$%o nos ocea

    As re&i)es polares eram coertas por oceanosestendiam at0 as reas tropicais

    UDANÇAQ NO /IA E

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    46/58

    UDANÇAQ NO /IA EDIQTRIBUIÇÃO DE PANTAQ E

    ANIAIQ Antrtida deri!ou para o P:lo Qul

    Oceano polar do norte 7cou aprisionado entre AmNorte e Eursia

    /limas estrati7cados> 5onas tropicais e temperadas

    Distin$%o entre iomas

    UDANÇAQ NO /IA E

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    47/58

    UDANÇAQ NO /IA EDIQTRIBUIÇÃO DE PANTAQ E

    ANIAIQ Altern;ncia de res8riamento e a(uecimento

    A!an$o e retra$%o do &elo Wemis80rio Norte

    Frio' seco e (uente' e

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    48/58

    /ATSQTROFEQ E UDANÇAQ

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    49/58

    /ATSQTROFEQ E UDANÇAQEOUTIAQ

    Asteroides e mo!imentos &eol:&icos

    Destrui$%o &enerali5ada de ecossistemas

    E+tin$%o de muitas esp0cies de !ida

    Pen9nsula de `ucatn 0+ico ?Xm de di;metro

    L]Xmse&"

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    50/58

    /ATSQTROFEQ E UDANÇAQ

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    51/58

    /ATSQTROFEQ E UDANÇAQEOUTIAQ

    Ondas de mar0 Inc4ndios

    Poeira su7ciente para lo(uear o Qol - res8riamento

    Destrui$%o da iomassa imediata ou lentamente

    E+tin$%o de muitos t+ons mais altos Dinossauros e or&anismos marin,os

    aiores &rupos e!oluti!os de plantas sore!i!eram Qementes "

    /ATSQTROFEQ E UDANÇAQ

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    52/58

    /ATSQTROFEQ E UDANÇAQEOUTIAQ

    ConsequLncias>

    Diminui$%o da iodi!ersidade

    Promo!er respostas e!oluti!as rpidas a no!os tipos de co

    No!os tipos de associa$)es iol:&icas"

    /ONERGN/IA

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    53/58

    /ONERGN/IA

    Processo pelo (ual esp0cies n%o aparentadas (ue !

    condi$)es ecol:&icas semel,antes assemel,am-se outras mais do (ue seus ancestrais"

    Plantas de clima sutropical na Am0rica /entral eS8rica>

    Ori&ens e!oluti!as di8erentes Formas de crescimento semel,antes

    Adapta$)es ao clima rido semel,antes"

    /ONERGN/IA

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    54/58

    /ONERGN/IA Florestas plu!iais da Am0rica do Qul e S8rica>

    Plantas e animais com ori&ens e!oluti!as di8eren

    semel,antes na apar4ncia

    Desertos das Am0ricas do Qul e do Norte assemor8olo&icamente

    a&artos norte-americanos e australianos

    Gol7n,os e pin&uins e!oluiram de ancestrais terresapresentam 8ormas corporais e estilo de nado semel,ante

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    55/58

    PRO/EQQOQ E EQ/AAQ 6UE

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    56/58

    PRO/EQQOQ E EQ/AAQ 6UEREGUA A BIODIERQIDADE

    scala do es"a#o: Dispers%o &eo&r7ca e ecol:&ica de indi!9duos

    E+pans%o e contra$%o das aran&4ncias &eo&r7cas das pop

    scala do tem"o:

    o!imentos indi!iduais orte e sustitui$%o de indi!9duos em popula$)es

    Intera$%o entre popula$)es

    Qustitui$%o seleti!a dos &en:tipos

    Forma$%o de no!as esp0cies

    PRO/EQQOQ E EQ/AAQ 6UE

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    57/58

    PRO/EQQOQ E EQ/AAQ 6UEREGUA A BIODIERQIDADE

    /ondi$)es 89sicas

    /ompeti$%o e preda$%o

    Imi&ra$%o

     Ta+as de e+tin$%o Acessiilidade

    EQP#/IEQ DIFERENTEQ E

  • 8/17/2019 3. BIOGEOGRAFIA

    58/58

    EQP#/IEQ DIFERENTEQ EABIENTEQ QEEWANTEQ

    As ,ist:rias espec97cas e con7&ura$)es io&eo&r7cacontinente tam0m inVuenciam a di!ersidade local

    N%o con!er&4ncia"