Bem-vindo! - ?· Bem-vindo! “Tudo está bem quando começa bem.” ... desempenho do aluno pelos desafios…

Download Bem-vindo! - ?· Bem-vindo! “Tudo está bem quando começa bem.” ... desempenho do aluno pelos desafios…

Post on 02-Dec-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1

    Unidade 0 Boas Vindas

    Lio 0 Funcionamento do curso

    Bem-vindo!

    Tudo est bem quando comea bem. (William Shakespeare)

    Gostaramos de dar as boas-vindas nossa Oficina de Iniciao Criao Literria e agra-

    decer pelo interesse na atividade. Esta oficina surgiu em 2011 como curso presencial ministrado

    em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Desde as primeiras edies, vrios alunos de outros

    municpios perguntavam-nos sobre a possibilidade de oferecer o curso em suas regies ou mesmo

    distncia. Em 2017, aceitamos o desafio de reformular nosso material didtico e metodologia de

    modo a permitir que alunos de outras localidades pudessem seguir conosco nessa trajetria que

    propomos para quem quer se iniciar na Criao Literria.

    Para essa modalidade distncia, imaginamos um percurso que possibilite ao aluno apro-

    fundar-se por conta prpria nos temas que tratamos nos cursos presenciais, mas mantendo o foco

    no que mais importante na oficina: a interao entre professor e aluno. Dessa forma, a atividade

    funcionar da seguinte maneira ao longo das vinte semanas nas quais estaremos trabalhando jun-

    tos:

    1. A cada semana, o aluno ter acesso ao material disponvel para cada lio, a saber:

    I. Um ou mais textos tericos sobre os temas da lio;

    II. Um texto reunindo exemplos relativos teoria estudada;

    III. Um exerccio de fixao do contedo;

    IV. Uma lista de material complementar (livros e filmes de interesse);

    V. Um desafio criativo.

    2. Imaginamos assim, em quatro passos, um plano de aula padro para nossos alunos:

    a. O aluno estuda os textos tericos e sana eventuais dvidas com o professor por e-mail,

    whatsapp ou em hangouts agendados;

    b. Ele acompanha essa leitura com os exemplos comentados;

    c. Ele faz o exerccio de fixao de contedo;

    d. Ele responde ao desafio criativo e envia seu texto para o professor no prazo estipulado de

    sete dias.

  • 2

    3. Espera-se dos participantes pontualidade, assiduidade e dedicao. O professor ir avaliar o

    desempenho do aluno pelos desafios criativos propostos, da seguinte maneira:

    Os alunos tero o prazo de sete dias para estudar o material e enviar para o professor, por

    meio da plataforma, sua resposta ao desafio criativo correspondente;

    Caso o aluno envie sua resposta dentro do prazo proposto, ele receber os coment-

    rios do professor ao desafio criativo;

    Os desafios criativos no so avaliados, nem recebem um conceito numrico ou grau

    o professor envia ao aluno apenas seus comentrios e sugestes para aprimoramento do

    aluno; o aluno pode, a partir desses comentrios, reescrever o desafio criativo e envi-lo

    novamente ao professor para uma nova leitura;

    Caso o aluno envie o exerccio depois do prazo, ser registrado o cumprimento daquela

    tarefa, mas no sero enviados comentrios ao exerccio.

    O material da lio seguinte apenas liberado se o aluno no tiver mais que

    dois desafios criativos pendentes.

    O aluno far jus ao certificado de aproveitamento do curso ao final das vinte semanas

    caso tenha apresentado mais de setenta por cento das tarefas propostas e cinquenta

    por cento delas dentro do prazo previsto.

    4. Estima-se que o aluno ter cerca de duas horas semanais de trabalho dedicadas ao curso; assim

    sendo, o certificado emitido ao final do curso pela Brevirio ser equivalente a 40 horas-aula no-

    presenciais.

    5. Os alunos da Oficina de Iniciao Criao Literria tm desconto especial na compra de qual-

    quer livro, novo ou usado, na Sapere Aude! Livros, livraria virtual parceira da Brevirio. Eles so

    especialistas em encontrar raridades para os seus clientes e tm hoje um acervo de mais de vinte

    mil livros. Os pedidos para a livraria devero mencionar o Desconto-aluno e a senha Brevirio

    Cursos a livraria recebe tambm uma lista com todos os alunos contemplados com o desconto-

    aluno. Os pedidos podero ser feitos por whatsapp [+55 51 9258-6477] ou no site da livraria den-

    tro da Estante Virtual: http://estantevirtual.com.br/sapereaudelivros;

    6. A Brevirio Cursos e o professor do curso no se comprometem a publicar, por qualquer meio,

    os textos produzidos pelos alunos durante a oficina, tampouco se obrigam a fornecer qualquer

    parecer referente qualidade literria do trabalho de qualquer aluno alm do certificado de apro-

    veitamento do curso. Quaisquer pedidos nesse sentido devero ser feitos diretamente ao professor

    do curso, que ter a total liberdade de acatar ou no a solicitao;

  • 3

    7. A oficina seguir a seguinte programao:

    OFICINA DE INICIAO CRIAO LITERRIA

    Unidade Aula Lio Tema Contedo

    00

    00

    00

    Bloqueio Cria-tivo

    Boas vindas Para que serve uma oficina literria? Funcionamento da oficina Bloqueio criativo O Bom Texto

    01

    01

    01

    O texto literrio O que Literatura Gneros Literrios A Veros-similhana Lapidando o texto literrio: Excessos, Clichs, Onomatopeia, Beletrismo

    02

    02

    O texto literrio Lapidando o texto literrio: Linguagem Tabu, Jar-go, Gria, Linguagem Estropiada, Consecutio Tempo-rum

    02

    03

    01

    Descrio

    Narrao e Descrio Aspectos da descrio: A lgica inversa do inventrio Aspectos da descri-o: as posturas de quem descreve natureza di-versificada da descrio

    04

    02

    Descrio

    Aspectos da descrio: descrio como gradao ponto de vista fsico versus ponto de vista afetivo Espao e Paisagem: Descrio impressionista versus descrio objetiva Descrio esttica versus descri-o dinmica

    03

    05 01 Personagem

    A personagem de fico Tipologia de persona-gem Construo de personagem

    06

    02

    Construo de personagem Como introduzir um personagem na narrativa descrio fsica versus descrio afetiva

    07 03 Dilogos Construindo a personagem atravs da linguagem

    04

    08 01 Narrao

    Estrutura Narrativa trs modelos gerais: Tradici-onal, In Media Res, Inversa

    09

    02 Estrutura Narrativa tipologia de estruturas narra-tivas: orientao, linha dramtica norteadora, con-flito

    10 03 Estrutura Narrativa tipologia: estruturas-mestre

    11 04 Ritmo Narrativo

    05

    12 01 Voz Narrativa

    Voz Narrativa e ponto de vista narrativo Tipolo-gia do Narrador: O narrador onisciente

    13 02 Tipologia do Narrador: O narrador no-onisciente O Narrador no-confivel

    14 03 Tipologia do Narrador: O narrador ausente

    06

    15 01 Imagens e sm-bolos

    Smbolos Construo de Analogias Figuras de linguagem e pensamento

    16 02 Intertextualidade Mitos Literrios

    07

    17 01 Gneros e sub-gneros

    Humor, Tragdia, Melodrama, Drama Gneros em Prosa: a Crnica

    18 02 Realismo, Surrealismo, Realismo Mgico Gne-ros em Prosa: o Conto

    19 03 Terror, Fico Cientfica e Fantasia Gneros em Prosa: o Romance

    08 20 01 Planejamento Planejando um romance Projeto final

  • 4

    6. O aluno pode enviar suas dvidas, reclamaes e sugestes diretamente ao professor:

    frizero@oficinasliterarias.com.br ou pelo whatsapp: +55 51 99117 1663.

    Robertson Frizero

    Coordenador da Brevirio Cursos

    Professor da Oficina de Iniciao Criao Literria

    mailto:frizero@oficinasliterarias.com.br

Recommended

View more >