biogeografia 3

18
SAVANAS SAVANAS Savanas é um termo de origem Venezuelana (Sabana) Savanas é um termo de origem Venezuelana (Sabana) usado pelos nativos da região do Caribe, para usado pelos nativos da região do Caribe, para denominar áreas com solos revestidos por gramíneas denominar áreas com solos revestidos por gramíneas e ocorrência de árvores esparsas. Esse termo tem e ocorrência de árvores esparsas. Esse termo tem conotação fisionômica referindo-se à vegetação de conotação fisionômica referindo-se à vegetação de estrato herbáceo contínuo e estrato arbóreo estrato herbáceo contínuo e estrato arbóreo descontínuo. descontínuo.

Upload: virna-barra

Post on 29-Nov-2014

788 views

Category:

Documents


1 download

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

Page 1: Biogeografia 3

SAVANASSAVANASSavanas é um termo de origem Venezuelana (Sabana) usado pelos Savanas é um termo de origem Venezuelana (Sabana) usado pelos nativos da região do Caribe, para denominar áreas com solos nativos da região do Caribe, para denominar áreas com solos revestidos por gramíneas e ocorrência de árvores esparsas. Esse revestidos por gramíneas e ocorrência de árvores esparsas. Esse termo tem conotação fisionômica referindo-se à vegetação de termo tem conotação fisionômica referindo-se à vegetação de estrato herbáceo contínuo e estrato arbóreo descontínuo.estrato herbáceo contínuo e estrato arbóreo descontínuo.

Page 2: Biogeografia 3

Outras denominaçõesOutras denominações

Cerrado

BRASIL

Mimombo e Mopane

ÁFRICA

Llanos

VENEZULELA E COLOMBIA

Page 3: Biogeografia 3

LocalizaçãoLocalização-Brasil (Planalto Central)-Brasil (Planalto Central)

-África (sul do Saara no Hemisfério Norte e sul da Floresta Pluvial)-África (sul do Saara no Hemisfério Norte e sul da Floresta Pluvial)-N e NE da Austrália-N e NE da Austrália

-Interior do sueste asiático-Interior do sueste asiático-Venezuela e Colômbia (manchas)-Venezuela e Colômbia (manchas)

-Índia (região central)-Índia (região central)

Page 4: Biogeografia 3

Tipos de SavanaTipos de Savana- Herbácea = áreas úmidas ou de altitude- Herbácea = áreas úmidas ou de altitude- Arbustiva, Arbórea, Parque = Clima tropical com estação seca e - Arbustiva, Arbórea, Parque = Clima tropical com estação seca e chuvosa chuvosa - Espinhenta ou seca= clima semiárido- Espinhenta ou seca= clima semiárido

Herbácea

Page 5: Biogeografia 3

Regidas pelo clima tropical com estação seca e chuvosa Regidas pelo clima tropical com estação seca e chuvosa

Arbustiva Arbórea

Parque

Page 6: Biogeografia 3

Espinhenta ou seca= clima semiáridoEspinhenta ou seca= clima semiárido

Page 7: Biogeografia 3

a) Climaa) ClimaAw (tropical com estação seca no inverno – 4 a 8 meses seca)Aw (tropical com estação seca no inverno – 4 a 8 meses seca)Alternância de ar E e T (massa equatorial e tropical)Alternância de ar E e T (massa equatorial e tropical)Precipitação de 600 a 1600 mm/anoPrecipitação de 600 a 1600 mm/anoAmplitude térmica diária de 10 a 15º CAmplitude térmica diária de 10 a 15º CTemperatura do mês mais frio é maior que 18º C.Temperatura do mês mais frio é maior que 18º C.

VERÃO INVERNO

Características AmbientaisCaracterísticas Ambientais

Page 8: Biogeografia 3

b) Solosb) SolosLatossolos profundo, areno-argilosos a argilo-arenosos;Latossolos profundo, areno-argilosos a argilo-arenosos;Cores avermelhados (presença de Fe)Cores avermelhados (presença de Fe)Ácidos (ph 4 a 6)Ácidos (ph 4 a 6)Baixa fertilidade naturalBaixa fertilidade naturalFormação de couraça e concreções lateríticasFormação de couraça e concreções lateríticas

Page 9: Biogeografia 3

c) Relevoc) RelevoPlanaltos e platôs (chapadas)Planaltos e platôs (chapadas)Atitude aproximada de 1000mAtitude aproximada de 1000m

Page 10: Biogeografia 3

d) Vegetaçãod) VegetaçãoFenologia adaptada a 2 estações: período chuvoso (ciclo biológico Fenologia adaptada a 2 estações: período chuvoso (ciclo biológico completo) e período seco (folhas secas, queimadas)completo) e período seco (folhas secas, queimadas)Biomassa: 30 a 50% da Floresta PluvialBiomassa: 30 a 50% da Floresta PluvialEstrutura: Estrato arbóreo (5-10m), arbustivo (até 5m) e herbáceo (até 2m)Estrutura: Estrato arbóreo (5-10m), arbustivo (até 5m) e herbáceo (até 2m)

Page 11: Biogeografia 3

BAOBÁ

Page 12: Biogeografia 3

Fisionomia:Fisionomia:-Árvores isoladas (dossel descontínuo)-Árvores isoladas (dossel descontínuo)-Estrato herbáceo com predomínio de gramíneas que secam na -Estrato herbáceo com predomínio de gramíneas que secam na estação seca (folhas grossas e rígidas)estação seca (folhas grossas e rígidas)-Raízes profundas e amplo sistema subterrâneo-Raízes profundas e amplo sistema subterrâneo-Muitas espécies caducifólias, com troncos retorcidos e casca -Muitas espécies caducifólias, com troncos retorcidos e casca grossa e rugosagrossa e rugosa-Floração marcante no final da seca-Floração marcante no final da seca

Page 13: Biogeografia 3

e) Faunae) Fauna--Rica em animais de porte Rica em animais de porte médio e grande (zebra/girafa, médio e grande (zebra/girafa, elefante, leão, etc.)elefante, leão, etc.)-Avifauna: destaque para -Avifauna: destaque para camuflagem, velocidade e camuflagem, velocidade e tamanho (avestruz, ema, tamanho (avestruz, ema, papagaio)papagaio)-Variação térmica: abrigo nos -Variação térmica: abrigo nos solos (tatu, coruja, etc)solos (tatu, coruja, etc)-Grande variedade de formiga, -Grande variedade de formiga, térmitas (cupins) que formam térmitas (cupins) que formam murundus habitados por outros murundus habitados por outros insetosinsetos-Desequilíbrios: pragas de -Desequilíbrios: pragas de gafanhoto, besouros, gafanhoto, besouros, carrapatos, moscas, etc.carrapatos, moscas, etc.

Page 14: Biogeografia 3

-O crescimento animal e vegetal na savana tropical, depende das -O crescimento animal e vegetal na savana tropical, depende das alterações periódicas.alterações periódicas.-Os grandes animais emigram em busca de água, e seus ciclos -Os grandes animais emigram em busca de água, e seus ciclos reprodutivos correspondem à disponibilidade de crescimento de reprodutivos correspondem à disponibilidade de crescimento de novas plantas suculentas. novas plantas suculentas. -Muitos animais se reúnem em grandes manadas. É necessário uma -Muitos animais se reúnem em grandes manadas. É necessário uma grande área de produção fotossintética para alimenta-lhos. grande área de produção fotossintética para alimenta-lhos.

Page 15: Biogeografia 3
Page 16: Biogeografia 3
Page 17: Biogeografia 3

Esquema simples da distribuiçãoDa vegetação na África.

Page 18: Biogeografia 3

Imagem de SatéliteDo continente Africano