cita§£o - tipos de cita§£o

Download Cita§£o - Tipos de cita§£o

Post on 05-Jul-2015

852 views

Category:

Education

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Neste ambiente vamos ver para que ela serve e como utilizamos em nossas escritas.

TRANSCRIPT

  • 1. Citao?Vamos ver para que ela serve e como utilizamos emnossas escritas.

2. Conforme o entendimento de Nascimento (2012),ns, seres humanos, temos a necessidade de buscarconhecimento, tanto como sobrevivncia quantoevoluo. 3. Um exemplo claro disso ocorre quando somoscriana. Escutamos, vemos e imitamos pessoasprximas a ns. Com o passar do tempo,convivendo em sociedade, aprendemos outrasformas de pensar e agir. Assim, criamos nossoprprio jeito no decorrer deste tempo. 4. Quando de repente vem um pensamento ou mesmouma frase do tipo Meu pai sempre falou que issoera assim..., estamos referenciando algum. 5. Em textos cientficos importante beber na fontedos sbios e doutos. No menos importante enecessrio citar as fontes das quais coletamosinformaes teis... registrar o autor e a obraconsultados. segundo Nascimento (2012). Poreste motivo precisamos citar de onde tivemos estasideias e quem nos apoia. 6. Citao Formal, direta ou Transcrio;Ao desenvolver o texto deve-se inserir umapequena introduo. Logo aps deve-se mencionaro nome do autor e colocar entre parnteses o anoe pgina onde foi encontrada a citao.Continuando com os dois pontos e entre aspasdeve-se colocar palavra por palavra do que o autorescreveu. Veja o exemplo. 7. Arellano (2007, p. 1) observa que a preservacaodeve ser considerada uma extensao da missao daspublicacoes cientificas com vistas a preservar oconhecimento de uma area e justificar os recursosconseguidos para suas atividades.(Texto retirado do artigo cujo o link : http://migre.me/lyulWou http://bit.ly/1lTaEXe): 8. Arellano (2007, p. 1) observa que a preservacaodeve ser considerada uma extensao da missao daspublicacoes cientificas com vistas a preservar oconhecimento de uma area e justificar os recursosconseguidos para suas atividades.(Texto retirado do artigo cujo o link : http://migre.me/lyulWou http://bit.ly/1lTaEXe): 9. Quando a citao ocupa at 3 linhas do textopode se incluir junto a formatao do texto, comovimos no exemplo anterior. Mas quando ela maior,deve-se coloca-la em um modo especial.Normalmente com um fonte menor do texto normal,com espaamento simples e com recuo para sedestacar dos demais textos. Veja o exemplo: 10. O Direito e fruto das dinamicas da sociedade, sendo destaforma um espelho das necessidades por ela demandada. Ao adentramos noseculo XX, percebemos de maneira cada vez mais proeminente a importanciados bens do conhecimento e a necessidade de protege-los no que diz respeitoa propriedade intelectual. Os referidos bens do conhecimento estaoassociados de maneira inequivoca as TDIC que estao criando novasdinamicas que refletem as necessidades de nossa legislacao. Este fenomenonao e exclusivo do Brasil, mas de todas as nacoes do globo quandoconfrontadas com as quebras de paradigmas originados na seara dociberespaco (DIAS; VIDOTTI, 2011, p. 82).(Texto retirado do artigo cujo o link : http://migre.me/lyulWou http://bit.ly/1lTaEXe): 11. J a citao indireta ou parfrase ocorre quando descrita a ideia do autor com suas prpriaspalavras. Sempre mencionando o autor, ano dapublicao e logo aps o seu texto com aexplicao o que o autor quis dizer. 12. Ja no Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Inteligencia de Mercado(IBRAMERC, 2012), de acordo com pesquisa realizada com 300profissionais das areas de comunicacao, marketing e vendas do mercadoB2Bafirmam que 28% utilizam as midias sociais para ampliar os efeitos de seusprojetos de marketing ja existentes; 17% para fazer networking; 13% paraconjugar interacoes com eventos; 10% para manter relacoes com empresas domesmo segmento; 9% para alimentar oCRMda empresa e; 23% nao utilizam asmidias sociais. Ainda, 55% dessas empresas nao investem nas midias sociais.(Texto retirado do artigo cujo o link : http://migre.me/lyuJH ouhttp://bit.ly/ZgJy2t): 13. No caso de pesquisa sobre um contedo e estetem uma citao de outro autor denominamos que uma citao da citao, ou seja, Pedro citado porJoo em seu texto. Neste caso inclumos o Apudque em latim significacitado por. 14. Logo, com essa democratizacao das ferramentas de producao, ainternet e as redes sociais consolidam-se como fonte de noticia eparticipacao, e a cultura colaborativa em rede se acelera. Omelhor exemplo disso e o computador pessoal, que pos todas ascoisas, desde as maquinas de impressao ate os estudios deproducao de filmes e de musicas, nas maos de todos (MALINIapudANDERSON, 2006, p. 52).(Texto retirado do artigo cujo o link : http://migre.me/lyuQ2 ou http://bit.ly/WSZuWY): 15. No site da Universidade de Guarulhos, temosreferencias que podem utiliza-las para pesquisa eorientaes para aplica-las em textos. Veja no linkdo manual (http://migre.me/lyv3Uouhttp://bit.ly/1p6MsvQ) na pgina 44 temreferencias e modos de utilizao. 16. Mas no acabou! Vou falar depois um pouco maissobre como podemos incluir e formatar asreferncias bibliogrficas. 17. ReferenciasDIAS, Guilherme Ataide; SOUSA, Rosilene Paiva Marinho de; PAIVA,Maria JoseRodrigues. Direito autoral e preservacao digital: consideracoespertinentes a periodicos cientificos eletronicos mantidos no sistemaLOCKSS. Artigo. Portal de Peridicos do Ibict - Revista Cientifica daInformao. Disponvel em:. Acesso em: set de 2014.PEREIRA,Heloisa;PINCETA, Karina Perussi. Como as redes sociaisestao transformando a comunicacao, o jornalismo e a sociedade. Artigo.Pontificia Universidade Catolica de Sao Paulo (PUC-SP). Disponvel em:. Acesso em: set de 2014. 18. ReferenciasSILVIA, Isabel Schmidlin Fajardo. Como as redes sociais estao transformandoa comunicacao, o jornalismo e a sociedade. Artigo.Universidad de Sao Paulo(USP) - Biblioteca Digital de Teses e Dissertaes da USP. Disponvel em:. Acesso em: set de 2014.SEVERINO, Antnio Joaquim. Metodologia do trabalho cientfico. 22 ed.So Paulo: Cortez, 2004.AQUINO, Italo de Souza. Como escrever artigos cientficos. 7 ed. SoPaulo: Saraiva, 2010.NASCIMENTO, Luiz Paulo do. Elaborao de Projetos de Pesquisa. 1 ed.So Paulo: Cengage, 2012.