correio notícias - edição 1168

of 8 /8
1 Terça-Feira - 24 de Fevereiro de 2015 Edição 1.168 24 Terça-Feira Fevereiro / 2015 Edição 1168 Parceria entre as polícias resulta na prisão de dois foragidos da justiça Uma parceria entre as polícias Civil e Militar resultaram na prisão de dois homens que estavam foragidos. Na última sexta-feira, 20, após várias denúncias anônimas a polícia após um acompanhamento tático na PR 422 e o cerco policial em um matagal às margens da rodovia prendeu G.C. A condenado por estelionato, além de diversas passagens pela polícia. Página 7 Professores de Siqueira Campos usam a tribuna da Câmara de Vereadores para explicar sobre a greve O presidente da Câmara de Vereadores de Siqueira Campos, Rodrigo Ferreira da Silva Garanhani concedeu uma entrevista para a equipe de reportagem do jornal Correio Notícias e falou sobre a primeira reunião ordinária e sobre a sessão extraordinária realizada em janeiro de 2015. No dia 26 de janeiro, durante a sessão extraordinária foi analisado e aprovado o projeto que prevê o reajuste inflacionário de 6,41%. Página 5 Todas as terças-feiras você poderá conferir o melhor do Esporte local e regional. Nesta edição os resultados dos amis- tosos municipais com times de Siqueira Campos e região. Atletas que quiserem divulgar seu time é só entrar em contato com a equipe do jornal Correio Notícias pelo telefone 3571-3646 ou pelo e mail: [email protected] correionoticias.com. Notícias sobre o esporte da região você só encontra no caderno especial “O melhor do Esporte”, do jornal Correio Notí- cias. Na próxima edição confira as informações sobre o Campeo- nato Paranaense Série Prata. Amistosos Municipais dos dias 21 e 22 de fevereiro Página 8 “Esta é uma conquista nossa”, comemora Dr. Sérgio O prefeito de Jacarezinho Sérgio Eduardo de Faria, Dr. Sérgio, parti- cipou na manhã desta segunda-feira, 23, da apresentação dos alunos do curso de Odontologia no Centro de Ciências da Saúde (CCS) campus da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP). Página 5

Author: jornal-correio-noticias

Post on 08-Apr-2016

227 views

Category:

Documents


0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Correio Notícias - Edição 1168

TRANSCRIPT

  • 1Tera-Feira - 24 de Fevereiro de 2015Edio 1.168

    24Tera-FeiraFevereiro / 2015

    Edio 1168

    Parceria entre as polcias resulta na priso de dois foragidos da justia

    Uma parceria entre as polcias Civil e Militar resultaram na priso de dois homens que estavam foragidos. Na ltima sexta-feira, 20, aps vrias denncias annimas a polcia aps um acompanhamento ttico na PR 422 e o cerco policial em um matagal s margens da rodovia prendeu G.C. A condenado por estelionato, alm de diversas passagens pela polcia. Pgina 7

    Professores de Siqueira Campos usam a tribuna

    da Cmara de Vereadores para explicar sobre a greve

    O presidente da Cmara de Vereadores de Siqueira Campos, Rodrigo Ferreira da Silva Garanhani concedeu uma entrevista para a equipe de reportagem do jornal Correio Notcias e falou sobre a primeira reunio ordinria e sobre a sesso extraordinria realizada em janeiro de 2015.

    No dia 26 de janeiro, durante a sesso extraordinria foi analisado e aprovado o projeto que prev o reajuste inflacionrio de 6,41%.

    Pgina 5

    Todas as teras-feiras voc poder conferir o melhor do Esporte local e regional. Nesta edio os resultados dos amis-tosos municipais com times de Siqueira Campos e regio.

    Atletas que quiserem divulgar seu time s entrar em contato com a equipe do jornal Correio Notcias pelo telefone 3571-3646 ou pelo e mail: [email protected]

    Notcias sobre o esporte da regio voc s encontra no caderno especial O melhor do Esporte, do jornal Correio Not-cias.

    Na prxima edio confira as informaes sobre o Campeo-nato Paranaense Srie Prata.

    Amistosos Municipais dos dias 21 e 22 de fevereiro

    Pgina 8

    Esta uma conquista nossa, comemora Dr. Srgio

    O prefeito de Jacarezinho Srgio Eduardo de Faria, Dr. Srgio, parti-cipou na manh desta segunda-feira, 23, da apresentao dos alunos do curso de Odontologia no Centro de Cincias da Sade (CCS) campus da Universidade Estadual do Norte do Paran (UENP).

    Pgina 5

  • Tera-Feira - 24 de Fevereiro de 2015Edio 1.1682 OpiniO

    jornalstica correio do norte s/c ltda cnPj: 07.117.234/0001-62

    Siqueira CamposCornlio ProcpioCuritibaIbaitiJapiraJabotiSalto do ItararCarlpolisJoaquim TvoraGuapiramaQuatiguJacarezinhoConselheiro MairinckPinhalo

    DireOElizabete GoisSUCUrSAL ArApOTiDAVID BATISTAreDAOIsaele Machado, Regiane Romo, David BatistaDiAGrAMAOAndr MachadoADMiniSTrATivOClaudenice, Isamara MachadoCOLUniSTAGnesis Machado

    CirCULAO

    repreSenTAOMERCONET Representao de Veculos de

    Comunicao LTDARua Dep. Atilio de A. Barbosa, 76 conj. 03Boa Vista - Curitiba PRFone: 41-3079-4666 | Fax: 41-3079-3633

    FiLiADO A

    Associao dos Jornais Dirios do Interior do Paran

    REDAO jORNALRua Piau, 1546Siqueira Campos - Paran(43) 3571-3646 | (43) 9604-4882

    Site: www.correionoticias.com.br

    SuCuRSAL ARAPOTIDIREO: DAVID BATISTAAv. Vicente Gabriel da Silva, 369Jardim Ceres - Arapoti - Paran(43) 3557-1925 | (43) 9979-9691

    [email protected]

    TomazinaCurivaFigueiraVentaniaSapopemaSo Sebastio da AmoreiraNova Amrica da ColinaNova Santa BrbaraSanta Ceclia do PavoSanto Antnio do ParasoCongoinhasItambaracSanta MarianaLepolis

    SertanejaRancho AlegrePrimeiro de MaioFlorestpolisSo Gernimo da SerraSanto Antnio da PlatinaArapotiJaguariavaSengsSo Jos da Boa VistaWenceslau BrazSantana do ItararJundia do SulAndir

    AbatiCambarRibeiro do PinhalNova FtimaBarra do JacarSanta AmliaSertanpolisBela Vista do ParasoRibeiro Claro

    Bichos Perigosos!!Por Gilberto Gimenes

    Essa semana no irei escre-ver sobre um animal especifico, mas sim de vrios. Alis, no so exatamente os animais que sero o principal tema dessa coluna de hoje e sim o que alguns deles tm: VENENO!

    O veneno pode ser encon-trado em estado slido, liquido ou gasoso na natureza, os ani-mais que usufruem dessas subs-tancias as usam para as mais variadas funes, mas iremos destacar duas: Defesa e Ataque.

    H uma infinidade de ani-mais que so venenosos, desde peixes como o Fugu que aqui no Brasil conhecido como Baiacu. Esse peixinho muito apreciado l no Japo, porem somente alguns cozinheiros extrema-mente capacitados sabe como prepar-lo, caso contrario ser sua ultima refeio!

    Passando para os anfbios temos uma gama gigantesca de animais extremamente veneno-sos, aqui da nossa fauna vou destacar os sapos coloridos da Amaznia. quase que uma regra, todo anfbio extrema-mente colorido em ambiente natural venenoso e muito!! Um exemplo disso so os sapos Dentrobatdeos, esses animais so pequenos, e muito bonitos, alguns ndios utilizam a secre-o da pele desses bichos para envenenar a ponta das flechas na hora da caa.

    Passando para os rpteis

    teremos elas: As cobras!!! J conversamos sobre elas por aqui anteriormente. Esses ani-mais podem ser bem perigosos se voc tentar manuse-los ou caso venha a sofrer um acidente com algum deles. No Brasil a maior parte dos acidentes ficam por conta das Cascavis e Jararacas, pois elas ocorrem em todo pas, mas tambm no podemos esquecer-nos das Corais verdadeiras e das Suru-cucus. Cobras so venenosas para poder abater a presa, mas se so acuadas ai elas utilizam para a defesa. Os venenos pos-suem as mais diversas reaes, de necrose no local da mordida at a paralisia de msculos e sistema nervoso. Fica o Alerta no se aproxime desses ani-mais e caso voc seja mordido v imediatamente para o hospi-tal! claro que no so apenas as cobras que possuem veneno dentre os repteis, temos lagartos e tartarugas tambm.

    Por mais incrvel que parea, sim ns temos uma represen-tante das Aves nesse lance de ser venenoso! Nossa ave venenosa vem l das flores-tas da Nova-guin e pertence ao gnero Pitohui, essas aves secretam uma substancia pela pele e que contamina as penas e quando essa toxina entra em contato com a mucosa faz com quem a vitima fique paralisada! O interessante fica por conta que essa substancia no pro-duzida pela ave e sim oriunda

    de sua alimentao j que o bicho se alimenta de besouros da famlia Melyridae. Vale fazer uma ressalva aqui, nosso sapi-nhos coloridos citados anterior-mente tambm se alimentam de besouros dessa famlia e esse o motivo por eles serem veneno-sos tambm, j que se criados em cativeiro recebendo outra dieta sem esses besouros eles no se tornam venenosos!

    Bom agora falta quem? Falta um mamfero, mas ser que quem algum??? Sim!!! Existe, vamos comear falando do Ornitorrinco, que possui um veneno que causa intensa dor em seres humanos e que em animais menores pode levar a morte, temos tambm um lmure conhecido por Slow loris que tambm venenoso, mas no oferece risco de vida, temos tambm os animais do gnero Solenodon que so os nicos mamferos capazes de injetar veneno! Eles so endmicos da regio do caribe e esto em severo risco de extino.

    Isso um breve relato de que existem animais dos mais diversos tipos que so veneno-sos, na nossa lista acima fica-ram de fora vrios outros, como aranhas, vespas, lesmas, formi-gas, tartarugas, uma infinidade de outros exemplos! Isso sem falarmos das plantas!

    No precise ficar com medo de sair de casa! A Natureza no hostil, ela s exige respeito! At a prxima!

    Pais chatosLuiz Felipe PondVivemos num mundo das

    modas de comportamento. Por exemplo: pais chatos. Voc me pergunta o que um pai chato? Pode ser uma me chata tambm, mas, quando pai, pior ainda. Explico logo o por que.

    Antes, um reparo: evidente que os pais devem se ocupar da educao dos filhos. Ponto. Mas tem limite. Quer ver?

    H anos, quando meus filhos estavam em idade esco-lar, fomos, minha mulher e eu, a algumas reunies. Poucas, porque sempre achamos que pais deveriam ser educados e no frequentar muito essas reu-nies porque os professores, no fim do dia, j esto cansados de correr atrs de nossos pes-tinhas. Ah! Esqueci: hoje no se pode mais falar assim. Nossos hiperativos.

    Meus filhos estudaram numa dessas tpicas escolas da zona oeste paulistana que custam R$ 3 mil por ms, ainda que profes-sores preguem voto no PSol e levem os meninos para acampa-mentos do tipo MST.

    Lembro-me de uma reunio em especial em que uma me, sentada atrs de mim, enchia o saco da professora de Histria, conhecida por ser amada pelos alunos, porque ela achava que o programa de Histria deveria contemplar mitos (o assunto era histria antiga) nos quais as mulheres fossem guerrei-ras empoderadas (a palavra j d vontade de vomitar...). E, tambm, que deveriam dar menos espao para gregos, romanos e hebreus, e mais para

    outros povos.A professora, coitada, edu-

    cadamente, depois de uma dia inteiro de trabalho, tentava explicar me chata que, em se tratando de histria antiga ocidental, no se podia negar a importncia dos gregos, roma-nos e hebreus. Os demais povos seriam contemplados (lembre-se: estamos falando de Anti-guidade!), mas esses trs eram essenciais (na Antiguidade!) para a matriz ocidental.

    Outro tipo chato aquele que acha que a escola deve ensinar os alunos a mexer em computadores e afins. Normal-mente, o cara engenheiro ou algo assim, mas acha que, porque tem um carro coreano grande e branco, pode ensinar pai-nosso ao vigrio. S gente mal informada acha que criana de classe mdia precisa de escola pra aprender a mexer em computadores e afins.

    Mais um tipo aquele parti-cipativo em todas as atividades da escola e que leva a srio quando, educadamente, a insti-tuio convida os pais a serem mais presentes no dia a dia da escola. Esse aquele tipo que se senta na primeira fila nas reunies e fala o tempo todo. Quando acaba a reunio, l pelas 22 horas, ele quer conver-sar com a professora enquanto ela pega a bolsa e se dirige para o seu carro.

    Tipo muito interessado em saber como seu filho vai escola, mas que na realidade quer falar de algo que ouviu falar numa dessas reunies com gurus que falam sobre motiva-o em empresas, e acha que

    a professora deveria ler esse tal guru que ganha milhes ensinando bobagens sobre liderana. O mundo corporativo gasta milhes com gente fajuta.

    Ou, quem sabe, pior ainda, aquele tipo que, em escolas de crianas muito pequenas, quer demonstrar sua condio de pai contemporneo, disputando com as mes quem sabe mais sobre alimentao infantil.

    Tem mais um hilrio (entre tantos outros): os pentelhos que querem dizer para a coordena-o que a escola deveria colocar disciplinas novas, como biking. Eita mundinho chato, esse.

    Estou devendo a voc uma explicao de por que, normal-mente, os pais assim acabam sendo mais chatos do que as mes.

    Uma das novas modas de comportamento a mania de homens quererem o tempo todo provar que entendem melhor de bebs do que as mes. Essas, coitadas, acabam cedendo moda porque, alm de quererem ou precisarem trabalhar, no podem negar ao marido a iluso de ser um pai contemporneo. Outras, infelizmente, creem de verdade que o fato de os homens no poderem amamentar uma injustia social ou de gnero (o gender gap).

    bvio que existem pais que sabem lidar com filhos peque-nos. E mes que no so l to obcecadas pelos filhos. Pena. Mas, na maioria esmagadora dos casos, devemos deixar que as mulheres cuidem dessa rea, porque elas sabem h milnios o que significa carregar uma criana nesse mundo.

  • 3Tera-Feira - 24 de Fevereiro de 2015Edio 1.168pOLTiCA

    DEuS FIEL E juSTO NOVO ORGANOGRAMA

    Segundo informaes a prefeitura de Siqueira Campos pre-para para refazer o organograma dos cargos, ou seja, transformar os departamentos em secretarias. Segundo fontes nem todos os departamentos viraro secretarias, neste caso s sero absorvidas.

    VAI ANuLAR O vereador de Siqueira Campos, Alosio Torres Guerra, pediu

    para anular a Sesso Extraordinria que foi escolhida as novas comisses dentro da Casa de Leis. Alosio no teve como compa-recer nesta sesso, porm ele pediu anulao com o argumento de que no foi avisado que seria feito eleio das comisses. Alosio que estava em quatro comisses importantes no ano passado ficou em apenas uma esse ano de 2015. Ao que tudo indica os vereado-res vo votar novamente as comisses.

    ChEFIA DO CIRETRANA chefia do CIRETRAN de Siqueira Campos est indefinida

    ainda, agora apenas duas indicaes, a terceira que era do depu-tado Ratinho Junior foi retirada. Na disputa est o Jari de Paula, indicado atravs do Deputado Estadual Pedro Lupion por intermdio do prefeito Fabiano Lopes Bueno, e a outra do Luciano Czar de Souza que foi indicado pelos deputados estaduais Luiz Claudio Romanelli e do Ney Leprevost. O resultado de tudo isso s no saiu em virtude dessa greve que o Estado enfrenta.

    PR 092Trafegar pela PR 092 (Rodovia Parigot de Souza) no trecho de

    Siqueira Campos ao entroncamento da BR 153 prximo a Santo Antnio da Platina exige pacincia e muita habilidade para escapar dos buracos. A estrada est perigosa em virtude dos buracos que podem causar acidente graves e estragos nos pneus e rodas. Muita ateno ao trafegar por esse trecho.

    SALTO DO ITARARO vereador Mrio do Romo disse essa semana que a sua

    hora e vez, e que ele pr-candidato a prefeito. O vereador est na vida publica h muitos anos e tem as credenciais para ser can-didato. Mrio j est articulando alianas para 2016 e est animado com a possvel candidatura.

    REELEIES O tempo est passando e as coisas esto cada vez mais compli-

    cadas para os prefeitos que vo buscar a reeleio. Tanto o governo estadual quanto o federal j tem seus problemas de caixa e pouco vo investir no municpio e na mesma carruagem esto os munic-pios com baixa arrecadao e pouco investimento. Quem quer ficar mais quatro anos na misso prefeito vai ter que fazer a mgica e assim satisfazer o eleitor que anda meio descrente com os polticos.

    FuNDO DO FGTS TEM NA LAVA jATO MAIS DE R$ 11 bILhESO fundo FI-FGTS, que utiliza uma fatia de recursos do FGTS

    do conjunto de trabalhadores, tem mais de R$ 11 bilhes aplica-dos em empresas citadas na operao Lava Jato. mais de um tero do total de R$ 32 bilhes de recursos do fundo, que foi criado para investir em projetos de infraestrutura. "A maioria das empresas desse setor [infraestrutura] esto na operao Lava Jato; natural que seus projetos faam parte de um fundo com foco em infraes-trutura", disse Marcos Vasconcellos, vice-presidente da Caixa. O banco responsvel pela gesto do FGTS e do FI-FGTS. As infor-maes so da Folha de S. Paulo.

    OPERADOR DE YOuSSEFF LIbERTADO A Justia Federal mandou soltar sexta-feira noite o executivo

    Joo Procpio Junqueira Almeida Prado, operador do doleiro Alberto Youssef, personagem central da Operao Lava Jato. A deciso do juiz Srgio Moro que estabeleceu condies para soltar o execu-tivo. Prado no poder deixar o Pas, ter de comparecer a todos os atos processuais e recambiar R$ 30 milhes de contas no exterior. O executivo um dos rus da operao. Ele mantm contas no exterior por onde transitou valores de Youssef. Alm de entregar o passaporte Justia, o operador de Youssef est proibido de mudar de endereo sem prvia autorizao judicial e de manter contato com o doleiro.

    PSDb ACuSA DIRCEu E PALOCCI DE ChEFIAR O PETROLOFigures ligados ao ex-presidente Lula, o mensaleiro Jos

    Dirceu e o ex-ministro Antnio Palocci sero acusados pela oposio de chefiar a quadrilha do Petrolo. O promotor e deputado Carlos Sampaio (SP), lder do PSDB na Cmara, montou "Organograma do Petrolo", no qual Dirceu e Palocci aparecem no ncleo estratgico do esquema do roubo bilionrio Petrobras. O tesoureiro do PT, Joo Vaccari, apontado como o chefe do ncleo operacional do esquema que roubou a estatal. Membro da CPMI do Petrolo em 2014, Sampaio j suspeitava de Dirceu, que deve ser convocado com Palocci para depor na nova CPI. Condenado no mensalo, Dirceu acusado de receber dinheiro sujo do Petrolo. J Palocci ligaria executivos da Toyo Setal com o PT. O "ncleo pblico" do Petrolo vai depor na CPI: os ex-presidentes da Petrobras Sergio Gabrielli e Graa Foster e o atual, Aldemir Bendine. Tambm vo depor o ex-presidente da Transpetro Sergio Machado e os ex-dire-tores Renato Duque, Paulo Roberto Costa e Nestor Cerver.

    Professores de Siqueira Campos usam a tribuna da Cmara de Vereadores para

    explicar sobre a greveA reunio da ltima quinta-feira, 19, a primeira sesso ordinria do

    ano contou com a presena dos professores da rede EstadualDe Siqueira CamposRegiane RomoO presidente da Cmara de

    Vereadores de Siqueira Campos, Rodrigo Ferreira da Silva Gara-nhani concedeu uma entrevista para a equipe de reportagem do jornal Correio Notcias e falou sobre a primeira reunio ordinria e sobre a sesso extraordinria realizada em janeiro de 2015.

    No dia 26 de janeiro, durante a sesso extraordinria foi ana-lisado e aprovado o projeto que prev o reajuste inflacionrio de 6,41%.

    J na reunio ordinria, que aconteceu na ltima quinta-feira, 19, os professores compareceram para falar sobre a paralisao dos professores estaduais em todo o Estado.

    De acordo com Rodrigo Bola, o professor Jos Aparecido Moreira explicou sobre as mani-festaes e sobre a greve, que adiou a volta s aulas de todos os alunos da rede Estadual, inclu-sive as faculdades.

    O professor explicou que eles no esto pedindo aumento de salrio, mas sim os seus direitos.

    Aps a explanao dos pro-fessores, os vereadores leram trs projetos que sero votados em outras ocasies. Lemos o projeto que prev a vinda de R$ 820 mil para a rea da Sade, R$ 100 mil para o Departamento de Obras e tambm o pedido de explicaes de um vereador para o executivo, porm como o pedido estava confuso, o vereador ter que refaz-lo.

    Os projetos que forem apresentados na sesso desta segunda-feira, 23, sero lidos e encaminhados para as comisses responsveis para que sejam analisados e posteriormente vota-dos.

    O presidente da Cmara de Vereadores, Rodrigo Bola con-vida a populao a participar das sesses da Cmara de Verea-dores que acontecem todas as segundas-feiras, a partir das 19h 30min. Presidente da cmara de Vereadores de siqueira campos, rodrigo Bola

    DIVULGAO

    No h nada de problemtico na economia brasileira, diz Levy

    Crescimento deve ser baseado no capital humano e na poupana, afirmou. Ministro da Fazenda participou de evento em So Paulo nesta segunda,23

    brasilAnay CuryDiante das perspectivas nega-

    tivas sobre o desempenho da economia brasileira, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse que no h "nada de problemtico", j que o pas conta com "inme-ras vantagens". Levy participa na manh desta segunda-feira (23) de evento promovido pela Cmara de Comrcio Brasil-Frana, em So Paulo.

    "No h nada de problemtico na economia brasileira. Ainda h inmeras vantagens no pas, como nosso capital humano. Temos cer-teza de que temos condies de fazer essa reengenharia da nossa economia sem grande dificuldade. No ano passado, o governo fez alguns ajustes em programas de transferncia, e atacou situaes em que havia distores para garantir sua efetividade conhecida pela populao", afirmou o minis-tro em referncia s mudanas nos programas de seguro desemprego e penses.

    Levy afirmou que o governo

    deve criar sustentao para um crescimento baseado no capital humano e na capacidade de pou-pana.

    Ministro Joaquim Levy participa de evento da Cmara de Comrcio Frana Brasil (Foto: REUTERS/Paulo Whitaker)

    Ministro Joaquim Levy participa de evento da Cmara de Comrcio Frana Brasil (Foto: REUTERS/Paulo Whitaker)

    "Temos que tomar decises rapidamente. O governo deve criar e consolidar um novo ambiente, criar as bases para um novo ciclo de crescimento, se valendo dos recursos naturais... Um cresci-mento baseado no nosso capital humano e na nossa capacidade de poupana", afirmou.

    Para o ministro, o Brasil est em condies de competir "melhor do que no passado". "Nos ltimos 15 anos, os empresrios com quem converso so unnimes em falar sobre o dinamismo da eco-nomia. Temos uma gerao mais bem preparada. Todo mundo pra-ticamente est dentro da economia

    de mercado". Aposta no BrasilApesar de os dados indica-

    rem que houve queda nos inves-timentos, o ministro afirmou que o setor privado continua apostando no Brasil. "Tenho confiana que a trajetria de reduo dos juros vai continuar. Um pas mostra sua maturidade quando certos princ-pios so adotados por um nmero maior de pessoas, como a respon-sabilidade fiscal, que no de um partido ou de outro".

    O ministro citou que o senti-mento atual de "uma curva longa declinante". "Pode haver uma escorregadinha, mas na realidade aflora e esse comprometimento certamente vai permitir que os juros tenham reduo", completou.

    Ainda segundo Levy, essa tra-jetria vai permitir ganhos a quem investe "hoje ou amanh". "Muitos novos projetos passam a ser vi-veis e com isso voc cria um motor de crescimento".

    Setor privadoDurante o evento, voltado para

    empresrios, Levy garantiu que o

    governo est atento s necessida-des do setor privado, para que a economia retome seu crescimento.

    O que tem ficado muito claro que ns vamos ter que dar mais um passo no desenvolvi-mento do Brasil. gente tem que ir mais alm, se inserir mais na cadeia de produo, assim como as companhias brasileiras. Para isso, preciso haver disposio das empresas do prprio governo, entender o que necessrio para que a economia brasileira seja mais competitiva e volte a crescer.

    Em sua apresentao sobre as perspectivas para 2015, Levy afirma que o governo tem condi-es de fazer os ajustes neces-srios diante da nova realidade global. A mensagem de 2005 con-tinua verdadeira: apesar de alguns deslizes, o governo tem vontade e meios para fazer os ajustes necessrios para responder ao novo ambiente global e promover um novo ciclo de crescimento com melhora dos indicadores ficais e aumento da produtividade do tra-balho.

    Ministro joaquim levy participa de evento da cmara de comrcio Frana Brasil

    REUTERS/PAULO WHITAkER

  • Tera-Feira - 24 de Fevereiro de 2015Edio 1.1684 eDiTAiS

    aViso de licitao

    edital de toMada de Preos n. 01/2015.

    a cMara MUniciPal de cUriVa, Estado do Paran, atravs da Comisso Permanente de Licitao, de conformidade com as Leis Federais n.

    8.666/93 e 8.883/94, torna pblico que encontra-se a disposio dos

    interessados, a partir da data da publicao deste, at s 16:00 horas do dia

    26/03/2015, o Edital da Tomada de Preos para contratao de empresa para Prestao de servios com a locao de softwares: sistemas de contabilidade Pblica; Folha de Pagamento; licitao; controle interno; e Portal da transparncia. Os envelopes devero ser entregues impreterivelmente at as 09:15 h do dia 27/03/2015 na Secretaria da Cmara

    Municipal de Curiva. O incio de abertura dos envelopes ser s 09:30 horas

    do dia 27/03/2015 na Sala de Reunies da Cmara. O Edital completo

    encontra-se disposio dos interessados na Cmara Municipal de Curiva,

    Av. Joaquim Carneiro, 599, no horrio de expediente das 8:00 h s 12:00 h, e

    das 13:00 h s 16:00 h, bem como quaisquer informaes sero fornecidas

    atravs do telefone n. (043) 3545-1334.

    Curiva, 24 de fevereiro de 2015.

    joo Valcelir Ferreira Presidente da cmara Municipal

    Cmara muniCiPal dE CuriVaEStado do Paran

    PrEFEitura muniCiPal dE JaPiraEStado do Paran

    AVISO DE DISPENSA DE LICITAO N 001/2015-PMj

    CONTRATANTE: MUNICPIO DE JAPIRA

    CONTRATADO: JOS GERALDO DO NASCIMENTO.

    OBJETO: contratao de pessoa fsica para desenvolver tarefas no Projeto Mais Convivncia, como Monitor de Teatro, pelo

    perodo de 6 (seis) meses.

    VALOR: valor mensal de R$ 500,00 (quinhentos reais), perfazendo o valor total de R$ 3.000,00 (trs mil reais).

    AMPARO LEGAL: Art. 24, Inciso II, da Lei n 8.666 de 21 de junho de 1993.

    Japira, 12 de fevereiro de 2015.

    WILSON RONALDO RONY DE OLIVEIRA SANTOSPREFEITO MuNICIPAL

    PrEFEitura muniCiPal dE JaPiraEStado do ParanDISPENSA DE LICITAO N 001/2015-PMj

    DESPAChO DE hOMOLOGAO

    Com base nas informaes constantes do Processo de Dispensa de Licitao n 001/2015-PMJ referente contratao do Sr.

    JOS GERALDO DO NASCIMENTO, para desenvolver tarefas no Projeto Mais Convivncia, como Monitor de Teatro, pelo per-

    odo de 6 (seis) meses, no valor mensal de R$ 500,00 (quinhentos reais), perfazendo o valor total de R$ 3.000,00 (trs mil reais).

    Foi observado o previsto no art. 24, inciso II, bem como instrudo conforme o estabelecido no art. 27 ao 31 da Lei n 8.666/93,

    HOMOLOGO a referida contratao, convocando o Sr. JOS GERALDO DO NASCIMENTO, para a assinatura do contrato.

    Publique-se.

    Japira, 12 de fevereiro de 2015.

    WILSON RONALDO RONY DE OLIVEIRA SANTOSPREFEITO MuNICIPAL

    PrEFEitura dE So JoS da Boa ViStaPORTARIA N 032/2015

    PEDRO SERGIO kRONEIS, Prefeito Municipal de So Jos da Boa Vista, Estado do Paran, no uso de suas atribuies legais e

    regulamentares, nos termos da Lei Orgnica do Municpio, pela presente;

    RESOLVE:

    Artigo 1- NOMEAR a partir desta data de 23/02/2015 a candidata abaixo discriminada aprovada no Concurso Pblico Regido

    pelo Edital 001/2011 para ocupar seu respectivo cargo de acordo com a Lei Municipal 570/2003.

    Faixa de Vencimento

    Nome Cargo Rg. Smbolo Ref Nvel

    JOCELI DE OLIVEIRA CORREA Auxiliar de Servios Gerais 10.711.954-0 Ad 1 III

    Artigo 2- A presente portaria entrar em vigor na data de sua publicao, revogadas as disposies em contrrio.

    Comunique-se, publique-se, cumpra-se.

    Edifcio da Prefeitura Municipal de So Jos da Boa Vista, Estado do Paran, em 23 de Fevereiro de 2015; 55 ano da

    Emancipao Poltica do Municpio.

    PEDRO SERGIO KRONISPREFEITO MuNICIPAL

    PrEFEitura muniCiPal dE JoaQuim taVoraEXTRATO DO 5 TERMO ADITIVO REFERENTE AO CONTRATO N. 018/2013 - PMjT

    INEXIGIbILIDADE DE LICITAO 002/2013 PMjTPARTES: MUNICIPIO DE JOAQUIM TAVORA e GOVERNANA BRASIL S/A E GESTO EM SERVIOS.

    OBJETO: De conformidade com as especificaes e quantidades de servios constantes no processo de INEXIGIBILIDADE DE

    LICITAO N. 002/2013 e contrato firmado em 15/02/2013, documentao que passa a fazer parte integrante deste contrato,

    como se nele estivesse integral e expressamente reproduzida.

    DO VALOR: De comum e tempestivo acordo, nos termos do Artigo 57, 2 da Lei 8.666/93, por fora deste Aditivo Contratual de

    Valor, fica aditivado por mais 12 (doze) meses, ficando mantidas as demais condies.

    RECURSOS FINANCEIROS: As disposies contratuais no atingidas pelo presente termo permanecem inalteradas. O presente

    aditamento feito na forma bilateral de prvio mutuo e legal acordo, para que surta os devidos efeitos legais.

    FORO: Comarca de Joaquim Tvora, Estado do Paran.

    Joaquim Tvora (PR), 02 de fevereiro de 2015.

    PrEFEitura muniCiPal dE JoaQuim taVoraEXTRATO DO 2 TERMO ADITIVO REFERENTE AO CONTRATO N. 044/2014 - PMjT

    INEXIGIbILIDADE DE LICITAO 002/2014 PMjTPARTES: MUNICIPIO DE JOAQUIM TAVORA e GOVERNANA BRASIL S/A E GESTO EM SERVIOS.

    OBJETO: De conformidade com as especificaes e quantidades de servios constantes no processo de INEXIGIBILIDADE DE

    LICITAO N. 002/2014 e contrato firmado em 20/02/2014, documentao que passa a fazer parte integrante deste contrato,

    como se nele estivesse integral e expressamente reproduzida.

    DO VALOR: De comum e tempestivo acordo, nos termos do Artigo 57, 2 da Lei 8.666/93, por fora deste Aditivo Contratual de

    Valor, fica aditivado por mais 12 (doze) meses, ficando mantidas as demais condies.

    RECURSOS FINANCEIROS: As disposies contratuais no atingidas pelo presente termo permanecem inalteradas. O presente

    aditamento feito na forma bilateral de prvio mutuo e legal acordo, para que surta os devidos efeitos legais.

    FORO: Comarca de Joaquim Tvora, Estado do Paran.

    Joaquim Tvora (PR), 02 de fevereiro de 2015.

    PrEFEitura muniCiPal dE JoaQuim taVoraEXTRATO DO 7 TERMO ADITIVO REFERENTE AO CONTRATO 047/2014

    PREGO PRESENCIAL N. 004/2014 PMjT

    PARTES: MUNICIPIO DE JOAQUIM TAVORA e MAZOTI & MAZOTI LTDA.

    OBJETO: De conformidade com as especificaes e quantidades constantes no Prego Presencial 004/2014 e contrato 047/2014,

    firmado em 28 de Fevereiro de 2014, documentao que passa a fazer parte integrante deste contrato, como se nele estivesse

    integral e expressamente reproduzida.

    DO REEQUILIBRIO ECONOMICO DO CONTRATO: De comum e tempestivo acordo, por fora deste Aditivo Contratual referente

    ao reequilbrio econmico- financeiro dos Itens: item 01 (lcool Comum): do valor de R$ 2,11 para o valor de R$ 2,13, item 02

    (Gasolina Comum): do valor de R$ 3,15 para o valor de R$ 3,23, item 03 (Diesel Comum): do valor de R$ 2,65 para o valor de R$

    2,67, item 04 (Diesel S-10): do valor de R$ 2,72 para o valor de R$ 2,74,ficando mantidas as demais condies.

    RECURSOS FINANCEIROS: As disposies contratuais no atingidas pelo presente termo permanecem inalteradas. O presente

    aditamento feito na forma bilateral de prvio mutuo e legal acordo, para que surta os devidos efeitos legais.

    FORO: Comarca de Joaquim Tvora, Estado do Paran.

    Joaquim Tvora (PR), 18 de Fevereiro de 2015.

    GELSON MANSuR NASSAR - PREFEITO MuNICIPALCONTRATANTE

    MAZOTI & MAZOTI LTDA.CONTRATADA

    PrEFEitura muniCiPal dE JoaQuim taVora EStado do Parana

    EXTRATO DO 1 TERMO ADITIVO REFERENTE AO CONTRATO 160/2014 - PMJT

    TOMADA DE PREOS N. 010/2014 PMJT

    PARTES: MUNICIPIO DE JOAQUIM TAVORA e R M REZENDE LTDA.

    OBJETO: De conformidade com as especificaes e quantidades de servios constantes na Tomada de Preos n. 010/2014 e

    contrato 160/14 firmado em 07/08/2014, documentao que passa a fazer parte integrante deste contrato, como se nele estivesse

    integral e expressamente reproduzida.

    DO VALOR: De comum e tempestivo acordo, nos termos do Artigo 65, Inc. II, b, da Lei 8.666/93, por fora deste Aditivo Contratual,

    aditiva-se o valor de R$ 11.815,86 (onze mil oitocentos e quinze reais e oitenta e seis centavos) ao valor inicial do contrato, ficando

    mantidas as demais condies.

    FORO: Comarca de Joaquim Tvora, Estado do Paran.

    Joaquim Tvora, 23 de Fevereiro de 2015.

  • 5Tera-Feira - 24 de Fevereiro de 2015Edio 1.168reGiOnAL

    NO LITORALA empresa russa Uralkali investir R$ 160 milhes na rea

    logstica do Porto de Antonina, ao longo dos prximos quatro anos. Os investimentos incluem a construo de um novo bero de atracao no Terminal Ponta do Felix, dois novos armazns de 120 mil toneladas e a melhoria do sistema de movimentao de cargas. Com a obra, a capacidade de importao do terminal passa das atuais 2 milhes de toneladas para 4 milhes de tone-ladas por ano.

    SuSTENTAbILIDADE O programa Feira Verde Mais, que troca materiais reciclveis

    por alimentos, vai retomar as atividades a partir de hoje, dia 24 de fevereiro, em Ponta Grossa. As equipes percorreram diversos pontos da cidade para distribuio de frutas e verduras So 139 pontos de troca e cada local recebe o programa duas vezes por ms. Segundo a prefeitura, 10 mil famlias de baixa renda so atendidas por ms.

    PRAA EM ObRASAps atrasos, a prefeitura de Curitiba promete retomar o

    ritmo das obras de reforma da Praa da Espanha, no Batel. A previso de que a praa seja reaberta at o ms de maro. A revitalizao est sendo realizada em duas etapas. A primeira abrange o reforo da infraestrutura eltrica, pintura e jardina-gem. J na segunda etapa sero includas ampliao da rea do piso, criao de rampas de acesso, construo de um palco coberto, obras no chafariz e na Casa da Leitura Miguel de Cer-vantes.

    FESTA DE PEOSo Pedro do Paran, no noroeste, sediar o Rodeio Profis-

    sional entre 27 de fevereiro e 1 de maro. Pees do Paran e Santa Catarina devero passar pelo evento, considerado um dos mais importantes no Estado. Montaria em touros e cavalos, alm da Prova dos Trs Tambores, fazem parte da competio. Para-lelamente, tambm haver parque de diverses para as crianas e shows de msica country e sertaneja.

    hAbITAO Cerca de 50 famlias de Marilena, na regio noroeste do

    Paran, recebero as chaves de suas novas moradias. As casas sero construdas em parceria pela Companhia de Habitao do Paran (Cohapar), Caixa Econmica Federal prefeitura. O residencial Marilena ser financiado atravs do programa Minha Casa Minha Vida, com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Servio (FGTS). Foram investidos mais de R$ 1,7 milho em recursos federais, estaduais e municipais.

    RENDA ALTERNATIVAEsto abertas as inscries para oficinas gratuitas temti-

    cas para o feriado da Pscoa em Guarapuava, na regio central do Paran. So ofertadas vagas para produo de biscuit, de feltro e de Espuma Vinlica Acetinada (E.V.A). As aulas sero ministradas no perodo da manh de segunda a sexta-feira, at o dia 6 de maro. Cada horrio conta com 15 vagas disponveis na Casa da Cultura, localizada na Rua Alcione Bastos, 211, no bairro Santana.

    DISTRIbuIO DE GuAA regio de Umuarama, no noroeste, receber R$ 108 milhes

    em investimentos pela Companhia de Saneamento do Paran (Sanepar). Para os prximos dois anos, sero executadas obras de ampliao no sistema de esgoto e distribuio de gua. O objetivo ampliar os servios de saneamento bsico para at 90% da populao.

    REGIO METROPOLITANAAs obras de revitalizao e modernizao do Parque Esta-

    dual do Monge, no municpio da Lapa, Regio Metropolitana de Curitiba, esto em fase final. Est pronta toda a estrutura da Trilha do Monge, com passarelas e corrimes metlicos, servios de acabamento nas reas dos visitantes, caladas e mirantes. Os investimentos somam R$ 1,2 milho por meio do governo do Paran.

    ESPORTE EM FOCOPalmital, na regio central, receber uma nova estrutura para

    a prtica de esportes no municpio. R$ 460 mil sero investidos na construo de uma quadra poliesportiva localizada no distrito de Siqueira Campos, ao lado do Conjunto Nascente. O projeto contar com arquibancadas, vestirios e banheiros, garantindo maior conforto para populao.

    EMAGRECENDO SEM ESFOROPesquisadores americanos do Instituto Salk criaram um com-

    posto chamado fexaramine que estimula a queima de gordura no corpo. A substncia que ainda est em testes, funciona como se a pessoa, ao ingerir a plula, tivesse consumido calorias em excesso e, com isso, o organismo tende trabalhar para conter o ganho de peso, alm de controlar o acar no sangue e inflama-es.

    ESTRuTuRA PARA uRbANIZAO O municpio de So Joo do Triunfo, na regio sul do Estado,

    ir renovar o parque de mquinas. R$ 1,7 milho ser aplicado na aquisio de duas motoniveladoras, uma escavadeira hidru-lica e uma p-carregadeira sobre rodas. Os recursos foram via-bilizados pelo Programa de Apoio Aquisio de Mquinas e Equipamentos Rodovirios para as Prefeituras (Promap) e h uma contrapartida municipal de R$ 267,5 mil.

    Esta uma conquista nossa, comemora dr. Srgio

    Desabafo aconteceu durante apresentao dos alunos de Odonto

    De jacarezinhoMarcos juniorO prefeito de Jacarezinho

    Srgio Eduardo de Faria, Dr. Srgio, participou na manh desta segunda-feira, 23, da apresenta-o dos alunos do curso de Odon-tologia no Centro de Cincias da Sade (CCS) campus da Universi-dade Estadual do Norte do Paran (UENP).

    uma conquista de todos ns. Classe poltica, classe dos dentistas e de toda a comunidade no s de Jacarezinho, como de todo o Norte Pioneiro, comemo-rou o prefeito durante sua fala no primeiro dia dos acadmicos.

    uma conquista para todos mais este novo curso em nossa Univer-sidade, complementa.

    Estava agendada a primeira aula para a manh desta segunda-feira, mas devido greve que acontece em todo o Estado, houve apenas a apresentao dos alunos e o primeiro contato deles com o curso do Ensino Superior.

    O prefeito de Jacarezinho lembra que enquanto todos esta-vam voltados para um curso de medicina na regio em maro de 2014. Uma equipe formada por classe poltica, Igreja, Clubes de Servios e Entidades formaram o grupo Amigos de Jacarezinho.

    Com um projeto j aprovado no Conselho Universitrio e proto-colado na Secretaria Estadual de Cincia e Ensino Superior em 2010 os membros do grupo ganharam a adeso dos prefeitos numa reunio da Associao dos Municpios do Norte Pioneiro (AMUNORPI).

    Em maio do mesmo ano, o governador Beto Richa esteve no Cine Teatro Iguau no centro de Jacarezinho e assinou a autoriza-o para a realizao do primeiro vestibular que aconteceu em novembro. Uma grande conquista para toda a comunidade, argu-menta o dentista Augusto Fogiatto, que lecionar no primeiro ano do

    curso.Um grande tema em debate foi

    o local que seria abrigado o novo curso. O Governo do Estado, atra-vs da Secretaria de Sade, sina-lizou a verba para um novo prdio. Em acordo entre todos os repre-sentantes ficou destacado que seria importante um novo prdio dentro do prprio CCS. Inicial-mente j foram investidos mais de R$ 250 mil que foram aplicados no laboratrio de gentica, inform-tica e compra de livros especializa-dos que podero ser usado pelos alunos dos cursos existentes no campus, explica Antnio Stebelini Neto.

    DIVULGAO

    Secretaria de Sade de SAP promover Campanha contra o cncer de colo de tero

    O evento ser em comemorao ao Dia Internacional d Mulher e ser realizado durante todo o ms de maro

    De SAPRegiane Romo

    Em comemorao ao Dia Inter-nacional da Mulher, a Secretria Municipal de Sade de Santo Ant-nio da Platina em parceria com a prefeitura ir promover uma cam-panha com exame preventivo de cncer de colo de tero, conhecido como Papanicolau.

    De acordo com a secretria de Sade, Rosimar do Esprito Santo Moreira os exames sero realiza-dos nas segundas e quartas-feiras, das 7h 30min s 20h, no Centro Social Urbano.

    Esse exame detecta altera-es nas clulas do colo do tero. O nome "Papanicolaou" uma homenagem ao patologista grego Georges Papanicolaou, que criou o mtodo no incio do sculo.

    Papanicolau o exame que deve ser realizado em todas as mulheres com vida sexualmente ativa, pelo menos uma vez ao ano.

    Se o resultado do exame for negativo por trs anos seguidos, a mulher pode faz-lo de trs em trs anos. Consiste na coleta de mate-rial do colo uterino para exame em laboratrio. um exame simples e barato, porm algumas mulhe-res ainda resistem em realiz-lo por medo ou vergonha. Se voc conhece alguma mulher que ainda no faz esse exame, converse com ela sobre sua importncia.

    Lembre-se que a preveno sempre o melhor remdio! Nos ltimos 50 anos a incidncia e a mortalidade por cncer de colo uterino vm diminuindo, graas s novas tcnicas de rastreamento do Exame de Papanicolau.

    Por isso, ele um dos mais importantes exames para preven-o da sade da mulher. um

    exame simples, foi criado pelo Dr. George Papanicolau em 1940. O sucesso do teste porque ele pode detectar doenas que ocorrem no colo do tero antes do desenvolvi-mento do cncer.

    O exame no somente uma maneira de diagnosticar a doena, mas serve principalmente para determinar o risco de uma mulher vir a desenvolver o cncer. Todas as mulheres que so (ou que tenham sido em algum momento) sexualmente ativas e que tenham colo de tero devem fazer o exame, anualmente.

    A frequncia de realizao do exame ser estabelecida depois pelo mdico, de acordo com os resultados. Fatores de risco para o desenvolvimento de cncer de colo de tero: incio precoce da ati-vidade sexual, nmero elevado de parceiros sexuais, multiparidade (ter tido vrios filhos), anteceden-tes de doena sexualmente trans-missvel e falta de higiene pessoal.

    Ele deve ser realizado, pelo menos, uma semana antes da menstruao. Evitando-se reali-zar duchas vaginais, colocao de cremes vaginais e relaes sexuais trs dias antes do exame. O exame ginecolgico completo consiste do exame e palpao das mamas e depois o exame de Papa-nicolau.

    PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O EXAME:

    1. O Papanicolau ajuda a detectar quais doenas?

    Alm do cncer de colo do tero e de suas leses, o exame ajuda a diagnosticar infeces vaginais como Gardnerella vagi-nalis, Tricomonase e candidase. "Como a coleta do exame envolve exame genital, tambm possvel perceber doenas sexualmente

    transmissveis, como sfilis, gonor-reia, condilomatose, clamdia e cancroide.

    2. Com qual a idade a mulher precisa realizar o exame?

    De acordo com as Diretrizes Brasileiras para o Rastreamento do Cncer do Colo do tero, lan-adas pelo Inca em 2011, devem-se submeter ao exame mulheres na faixa etria de 25 a 64 anos e que j tiveram atividade sexual. No entanto a ginecologista afirma que no h uma idade certa. Assim que inicia a sua vida sexual, a mulher j deve comear a realizar a citologia. "O vrus HPV s pode ser transmi-tido ao colo uterino por relao sexual e este o principal causa-dor de cncer de colo do tero".

    3. Qual a melhor poca para realiz-lo?

    O nico perodo que impossi-bilita a realizao do exame nos dias em que a mulher est mens-truada. Antes de marcar o exame, portanto, preciso checar o calen-drio menstrual e calcular quando ser a prxima menstruao.

    4. De quanto em quanto tempo ele precisa ser feito?

    "O ideal fazer uma vez por ano. Em casos de alto risco, como quando a mulher tem HPV, o mdico pode recomendar um exame mais frequente, de seis em seis meses por exemplo.

    5. H algum risco mulher?No h qualquer risco. Ao con-

    trrio, o exame permite o diagns-tico precoce com grandes chances de tratamento e cura.

    6. O Papanicolau detecta HPV?Na verdade, esse teste no

    especfico para detectar HPV. "No entanto, o exame pode detectar a presena de anormalidades nas clulas do colo ou da vagina que

    so causadas pelo HPV. Se isso acontecer, o mdico ir indicar exames complementares, como a Colposcopia e a Captura Hbrida. O primeiro exame avalia o tecido de revestimento do colo da vagina atravs da ampliao da imagem e da aplicao de reagentes. Na presena de alteraes, ser feita a bipsia do tecido que permite identificar a infeco pelo HPV. J a Captura Hbrida um exame de tecnologia avanada que detecta se h um ou mais tipos do vrus HPV, que podem causar o cncer de colo do tero.

    7. O Papanicolau pode falhar?Pode. "Estudos mostram que

    cerca de 50% das pessoas infec-tadas podem ter falha na deteco do vrus HPV por meio do teste de Papanicolau". Por isso, impor-tante realizar exames complemen-tares dependendo das condies da mulher - o ginecologista ter o cuidado de avaliar quais casos so necessrios.

    8. A mulher pode ter relaes sexuais no dia anterior ao do exame?

    No. Para ter uma maior efic-cia no resultado, os mdicos reco-mendam os seguintes cuidados a serem adotados 48 horas antes do exame:

    9. Mulheres virgens tambm podem fazer o exame?

    Sim, as mulheres virgens tambm podem realizar o exame de Papanicolau, mas so situaes especiais indicadas pelo mdico. "A coleta do material, neste caso, feita por meio da utilizao de espculo prprio para mulheres virgens, com o auxlio de uma espcie de cotonete", que tambm garante que no h prejuzo para a paciente, nem risco de ruptura do hmen.

  • Tera-Feira - 24 de Fevereiro de 2015Edio 1.1686 eDiTAiS

    PrEFEitura muniCiPal dE JoaQuim tVora EStado do ParanTERMO DE hOMOLOGAO E ADjuDICAO

    PREGO PRESENCIAL P/ REGISTRO DE PREOS N. 005/2015 PMjTPROCESSO ADMINISTRATIVO N. 006/2015 PMJT

    OBJETO: Contratao de empresa para aquisio de Materiais de Construo e Insumos destinados a atender o Departamento

    de Obras e os diversos departamentos do Municpio. Tendo em vista a Ata de Julgamento do Prego em epgrafe, elaborada

    pela Pregoeira deste Municpio; o Senhor GELSON MANSUR NASSAR, Prefeito Municipal de Joaquim Tvora, no uso de suas

    atribuies legais RESOLVE: HOMOLOGAR A LICITAO MODALIDADE PREGO PRESENCIAL P/ REGISTRO DE PREOS

    N. 005/2015 TIPO MENOR PREO e ADJUDICAR o objeto da licitao para as empresas: BORTOLO VALLE EPP, inscrita

    no CNPJ sob n. 77.746.089/0001-64, declarada vencedora dos itens 001 aos 2620, com um valor mximo contratual de R$

    1.458.951,81 (um milho quatrocentos e cinquenta e oito mil novecentos e cinquenta e um reais e oitenta e um centavos); TRANS

    DOVACI LTDA, inscrita no CNPJ sob n. 05.202.755/0001-92, declarada vencedora dos itens 2621 e 2622, com um valor mximo

    contratual de R$ 43.410,00 (quarenta e trs mil quatrocentos e dez reais).

    E para que produza seus efeitos jurdicos e legais,

    Convoca-se o vencedor do certame para comparecimento ao Departamento de Licitao da Prefeitura de Joaquim Tvora para

    assinatura do contrato num prazo mximo de 05 (cinco) dias.

    PUBLIQUE-SE

    Joaquim Tvora, 23 de Fevereiro de 2015.

    GELSON MANSuR NASSARPREFEITO MuNICIPAL

    PrEFEitura muniCiPal dE JaPiraEStado do ParanEXTRATO DO CONTRATO N 007/2015-PMjDISPENSA DE LICITAO N 001/2015-PMj

    PARTES: MUNICPIO DE JAPIRA, pessoa jurdica de direito pblico interno, inscrita no CNPJ/MF sob n. 75.969.881/0001-52 e

    o Sr. JOS GERALDO DO NASCIMENTO.

    DO OBJETO - O presente contrato tem por objeto a contratao de Pessoa Fsica para desenvolver tarefas no Projeto Mais

    Convivncia, como Monitor de Teatro, pelo perodo de 6 (seis) meses..

    DO VALOR: Pela aquisio do Objeto ora contratado, a CONTRATANTE pagar ao CONTRATADO o valor mensal de R$ 500,00

    (quinhentos reais), perfazendo o valor global de R$ 3.000,00 (trs mil reais), pelo menor preo apresentado.

    DA VIGNCIA: O presente Contrato ter vigncia pelo perodo de 06 (seis) meses, contados a partir d2 02/03/2015, podendo a

    critrio da administrao sua prorrogao por igual perodo, conforme Art. 57, Inciso II da Lei n 8.666/93.

    DO FORO: Fica eleito o foro da comarca de Ibaiti (PR), para dirimir dvidas ou questes oriundas do presente Contrato.

    JAPIRA (PR), 23 de fevereiro de 2015.

    WILSON RONALDO RONY DE OLIVEIRA SANTOS jOS GERALDO DO NASCIMENTOPREFEITO MuNICIPAL - CONTRATANTE CONTRATADO

    SO JOS DA BOA VISTA

    Prefeitura do Municpio

    SO JOS DA BOA VISTA Prefeitura do Municpio

    EDITAL n 14/2015.

    RETIFICAO

    (PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Professor EDITAL n 05/2015) A Comisso Organizadora designada nos termos da Portaria n 03/2015, nos

    termos do Edital de abertura n 05/2015, FAZ SABER que: I Ficam RETIFICADAS os pedidos de inscries dos candidatos abaixo

    relacionados ficando os mesmos inscritos como candidatos s vagas gerais, excluindo-se os mesmos da reserva de vagas especiais que trata os itens 5.1 e 5.2 do Edital n 05/2015: n. ordem Nome do Candidato (a) N Inscrio Documento

    1 Rosangela do Rocio Azevedo 005-2015-005 6.580.693-3 2 Regiane Reis 005-2015-048 6.977.975-1

    So Jos da Boa Vista-PR; 23 de Fevereiro de 2015. PEDRO SERGIO KRONEIS JANETE APARECIDA DE CARVALHO Prefeito do Municpio Membro da Comisso Organizadora JACIRA MARIA DE ANDRADE MARISA LOPES ROLIM VACILOTO Membro da Comisso Organizadora Membro da Comisso Organizadora

    MUNICPIO DE SO JOS DA BOA VISTA

    ESTADO DO PARAN Processo Seletivo Simplificado PSS Professores Edital 05/2015

    EDITAL n 15/2015.

    (PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Professor EDITAL n 05/2015) A Comisso Organizadora designada nos termos da Portaria n 03/2015, nos termos do

    Edital de abertura n 05/2015, FAZ SABER que: I Torna pblico a divulgao do GABARITO da PROVA PARA O PROCESSO SELETIVO

    SIMPLIFICADO PROFESSOR, regido pelo EDITAL 05/2015. Data da realizao da prova: 22/02/2015

    Questo A B C D

    1 2 3 4 5 6 7 8 9

    10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

    So Jos da Boa Vista-PR; 23 de Fevereiro de 2015.

    PEDRO SERGIO KRONEIS JANETE APARECIDA DE CARVALHO Prefeito do Municpio Membro da Comisso Organizadora JACIRA MARIA DE ANDRADE MARISA LOPES ROLIM VACILOTO Membro da Comisso Organizadora Membro da Comisso Organizadora

    Rua Reinaldo Martins Gonalves, n 85 Centro So Jos da Boa Vista Paran

    http://www.saojosedaboavista.pr.gov.br/

    MUNICPIO DE SIQUEIRA CAMPOS - PARAN Tendo em vista a HOMOLOGAO do Prego Presencial n 01/2015, cujo objeto : Registro de preos de peas de caminhes e nibus, a serem solicitadas de acordo com a necessidade pelo perodo de doze meses. Tornam-se pblico os extratos dos contratos abaixo:

    N do Contrato

    Empresa Contratada Valor Total

    04/2015 Cepevel Com. de Peas para Veculos Ltda EPP

    R$ 250.695,00

    05/2015 Bataguau Curitiba Peas para Mquinas Ltda Me

    R$ 129.124,84

    06/2015 Tratorbig Peas para Tratores Ltda

    R$ 64.500,00

    07/2015 Edson L. Correa Peas Me R$ 348.700,00 08/2015 L Serrano Distribuidora de

    Peas Me R$ 179.000,00

    Siqueira Campos, 13 de fevereiro de 2015. Fabiano Lopes Bueno

    Prefeito Municipal

    MUNICPIO DE SIQUEIRA CAMPOS - PARAN Tendo em vista a HOMOLOGAO do Prego Presencial n 02/2015, cujo objeto : Registro de preos de materiais de pavimentao asfltica para manuteno das vias urbanas, a serem solicitados de acordo com a necessidade pelo perodo de doze meses. Tornam-se pblico os extratos dos contratos abaixo:

    N do Contrato

    Empresa Contratada Valor Total

    09/2015 Pedreira Caete Min. E Construo Civil Ltda

    R$ 483.000,00

    10/2015 CBB Ind. e Com. de Asfaltos e Engenharia Ltda

    R$ 499.800,00

    Siqueira Campos, 13 de fevereiro de 2015. Fabiano Lopes Bueno

    Prefeito Municipal

    PREFEITURA MUNICIPAL DE SIQUEIRA CAMPOS 1 TERMO DE PRORROGAO DO CONTRATO DE LOCAO DE IMVEL N 34/2014, REFERENTE A DISPENSA DE LICITAO N 20/2014. LOCATRIO: MUNICPIO DE SIQUEIRA CAMPOS LOCADOR: JOS LUIZ QUEIROZ PEREIRA. OBJETO: Prorrogao da vigncia do contrato de locao de imvel em 12 (doze) meses e reajuste no valor mensal de R$ 3.954,89 (trs mil novecentos e cinquenta e quatro reais e oitenta e nove centavos) para R$ 4.111,65 (quatro mil cento e onze reais e sessenta e cinco centavos), consoante com a variao do ndice do IGP-M (3,9638% anual), ficam ratificadas as demais clusulas.

    Siqueira Campos, 12 de fevereiro de 2015. FABIANO LOPES BUENO

    PREFEITO MUNICIPAL

    PrEFEitura dE So JoS da Boa ViStaEStado do Paran

    PORTARIA N 033/2015PEDRO SERGIO kRONEIS, Prefeito Municipal de So Jos da Boa Vista, Estado do Paran, no uso de suas atribuies

    legais e regulamentares, nos termos da Lei Orgnica do Municpio, pela presente;

    Considerando a necessidade da Administrao em no interromper a continuidade de servio pblico essencial e afeto ao

    servidor abaixo;

    Considerando o permissivo legal constante do artigo 101-C, 4, da Lei n 571/2003;

    RESOLVE:

    Art. 1 - REVOGAR a concesso da Licena Especial concedida nos termos da Portaria n 062/2012 e perodo

    adiado pela Portaria n 098/2013 ao servidor abaixo relacionado e respectivo cargo, pelo perodo integral de 90 dias conse-

    cutivos.

    Matrcula Nome Cargo

    385-1 Joo Maria da Silva Motorista

    Art. 2 - CONCEDER ao servidor indenizao referente aos 90 (noventa) dias de licena especial no usufruda,

    calculado sobre o vencimento base, conforme previsto no artigo 101-C, 4, da Lei n 571/2003.

    Pargrafo Unico: o valor convertido ser pago em trs parcelas iguais, nas folhas de pagamento dos meses

    Fevereiro/2015, Maro/2015 e Abril/2015

    Art. 3 - A presente portaria entrar em vigor na data de sua publicao, ficando revogadas as disposies em contrrio.

    Comunique-se, publique-se, cumpra-se.

    Edifcio da Prefeitura Municipal de So Jos da Boa Vista, Estado do Paran, em 23 de Fevereiro de 2015; 55

    ano da Emancipao Poltica do Municpio.

    PEDRO SERGIO KRONISPREFEITO MuNICIPAL

  • 7Tera-Feira - 24 de Fevereiro de 2015Edio 1.168pOLiCiAL

    Parceria entre as polcias resulta na priso de dois foragidos da justia

    As prises aconteceram em Wenceslau Braz. Os homens possuam diversas passagens pela polciaDe Wenceslau brazRegiane Romo

    Uma parceria entre as polcias Civil e Militar resultaram na priso de dois homens que estavam fora-gidos.

    Na ltima sexta-feira, 20, aps vrias denncias annimas a pol-cia aps um acompanhamento ttico na PR 422 e o cerco poli-cial em um matagal s margens da rodovia prendeu G.C. A con-denado por estelionato, alm de diversas passagens pela polcia.

    Nesta segunda-feira, 23, por volta das 11h, a PM prendeu W.A.R.S conhecido como Bei-ola.

    Ele que tambm estava fora-gido se preparava para viajar para Curitiba. Ele acusado de roubo.

    E tambm vinha sendo investi-gado pela prtica de vrios furtos a casas em Wenceslau Braz.

    O Comandante da 2 Compa-nhia da Polcia Militar de Wences-lau Braz, capito Donizeti Lemes da Silva destacou a importncia destas duas prises, por tratar-se de indivduos de alta periculosi-dade e, com a priso dos mesmos, espera-se proporcionar um pouco mais de tranquilidade a sociedade brazense.

    Homens j esto na carceragem de Wenceslau Braz

    POLCIA MILITAR

    Polcia Civil prende estelionatria em Cornlio Procpio

    De Cornlio ProcpioRedao AnuncifcilEm posse de dois Mandados

    de Priso contra a mesma pessoa, investigadores de Polcia Civil do Setor de Furtos e Roubos da 11SDP de Cornlio Procpio con-seguiram obter xito em localizar e prender uma estelionatria que

    reside no municpio.Contra a mulher existia dois

    Mandado de Priso, um expedido pela vara criminal de Cornlio Pro-cpio e outro pela cidade de Gua-ratuba, no litoral do Estado, ambos pelo crime de estelionato.

    A acusada j estava ciente de que a qualquer momento poderia

    ser presa e segundo ela, cometeu os crimes no passado.

    Aps ser detida, a acusada foi conduzida para a sede da Dele-gacia de Polcia e posteriormente levada o Setor de Custdia, ficando a disposio da justia. (Com infor-maes do Setor de Comunicao do 11 SDP).

    IMAGEM ILUSTRATIVA

    Em Cornlio Procpio, motorista de Ura sofre acidente no permetro urbano da BR 369

    Apesar do susto ningum se feriu gravemente

    De Cornlio ProcpioRedao Anuncifcil

    Na manh de segunda feira,23, socorristas do SIATE de Cornlio Procpio foram acionados por volta das 6h 30min para atenderem a uma situao de acidente, onde o condutor de um veculo capotou o carro na BR 369, nos arredo-res do trevo do Jardim Pano-

    rama.Uma equipe de atendimento

    formada pelos socorristas Helton e Cristina foi enviada ao local e ao chegar, se deparou com o motorista consciente e orientado, sentado na guia e apresentando somente dores no brao esquerdo.

    De acordo com o socorrista Helton, foi feita uma avaliao primria no motorista, a qual

    no indicou ferimentos mais graves, mas por precauo, ele foi imobilizado e conduzido ao PS da Santa Casa para maiores exames.

    Segundo Helton, o motorista disse ser morador do municpio de Ura e acabou perdendo o controle do carro ao passar pela curva enquanto seguia para o trabalho na cidade de Bandeirantes.

    Tapetes e bicicleta foram alvos de furto neste fim de semana em Jacarezinho

    Ladres no pouparam nem tapetes de croch

    De jacarezinhoIsaele Machado/Informaes

    Polcia Militar

    Por volta das 15h 34min do ltimo sbado (21), a equipe da Polcia Militar de Jacarezinho se deslocou at as proximidades da rodoviria, onde uma senhora teria ido a um estabelecimento dentro da rodoviria para comprar um sor-vete deixando em cima do banco em que estava sentada, uma sacola branca contendo trs tape-tes de croch grandes e uma toalha de mesa grande, equivalendo um total de R$70.00. Segundo a soli-

    citante, ela se ausentou por alguns minutos, intervalo em que os tape-tes e a toalha foram furtados.

    A senhora s lembrou-se dos pertences quando j estava dentro do nibus (Princesa do Norte) sen-tido Cambar momento em que ela desceu do coletivo e retornou a p a at a rodoviria levando 90 minu-tos para chegar ao local, porm os utenslios no estavam mais no banco. A PM orientou a vitima sobre os procedimentos cabveis e o suposto ladro no foi encon-trado at o momento.

    Ainda em Jacarezinho, por volta das 17h38 a Polcia Militar

    foi acionada devido a um furto de bicicleta. Segundo informaes da vtima, ele e algumas pessoas des-ceram at determinado rio, local onde estava um usurio de drogas e que em dado momento de distra-o da vtima perceberam que a bicicleta tinha sumido. Diante da situao, saram procurar o meio de transporte e prximo praa de pedgio conseguiram localizar o autor do furto com a bicicleta. A Polcia Militar deu voz de priso ao elemento e as partes foram condu-zidas juntamente com o objeto do furto para 12 Subdiviso Policial para providencias.

    ILUSTRATIVA

  • Tera-Feira - 24 de Fevereiro de 2015Edio 1.1688 eSpOrTe

    De Siqueira CamposRegiane RomoTodas as teras-feiras voc

    poder conferir o melhor do Esporte local e regional. Nesta edio os resultados dos amis-tosos municipais com times de

    Siqueira Campos e regio.Atletas que quiserem divulgar

    seu time s entrar em contato com a equipe do jornal Correio Notcias pelo telefone 3571-3646 ou pelo e mail: [email protected]

    Notcias sobre o esporte da regio voc s encontra no caderno especial O melhor do Esporte, do jornal Correio Notcias.

    Na prxima edio confira as informaes sobre o Campeonato Paranaense Srie Prata.

    amistosos municipais 21 e 22 de fevereiro

    jogo entre alphaville (siqueira campos) e so jos do Barreiro (tomazina)

    2 Copa Doutor Ivaldo Alves Costa de Futebol suo

    Comea no prximo fim de semana 2 copa Doutor Ivaldo Alves Costa de Futebol suo no municpio de Tomazina, com-petio esta organizada pelo DEPARTAMENTO DE ESPOR-TES e com a presena de 12 equipes da regio jogos acon-tecero no Estdio Municipal Moiss Chueire.

    Equipes participantesVILA SO VICENTESO JOS DO BARREIROPAINEIRINHAPOSTO TREVO/MATO COMPLICADOSO JOS DOS MARTINS NOVA ESPERANA/ SAP TOTS SERRINHA

    BARROJ (BARRO PRETO/JABOTI-CABAL)

    CERRADINHOALVORADA

    1 rodada28/02/15 16h VILA SO VICENTE X

    PAINEIRINHA28/03/15 16h SERRINHA X BARROJ

    29/03/15 16h COMPLICADO X TOTS

    O Time Siqueira Campos/Pro-tork Vice-Campeo Da Serie Bronze No Ano De 2014, Se Prepara Para O Inicio Da Competio Buscando To Sonhada Vaga Na Elite Do

    Futsal Paranaense. O XXI Campe-onato Paranaense Srie Prata 2015 Comeara Dia 28 De Maro E Con-tar Com16 Equipes, Dentre Elas Siqueira Campos/Pro Tork, Que

    este ano ser administrado por uma comisso esportiva formada Por membros da comunidade ligadas ao Esporte Local, Empresas Parceiras E Prefeitura Municipal

    Campeonato Paranaense De Futsal Srie Prata 2015

    [email protected]

    rodolfo carvalho

    rodolfo carvalho