exerccio profissional do fonoaudi“ .1 conselho federal de fonoaudiologia conselho federal de...

Download EXERCCIO PROFISSIONAL DO FONOAUDI“ .1 Conselho Federal de Fonoaudiologia CONSELHO FEDERAL DE FONOAUDIOLOGIA

Post on 07-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1

    Conselho Federal de Fonoaudiologia

    CONSELHO FEDERAL DE FONOAUDIOLOGIA

    EXERCCIO PROFISSIONAL DOFONOAUDILOGO

    7 COLEGIADO

    GESTO 2001/2004Documento Oficial

    DEZEMBRO DE 2002

  • 2

    Conselho Federal de Fonoaudiologia

    DIRETORIA 7 COLEGIADO

    Presidente:Maria Thereza M. Carneiro de Rezende

    Vice-Presidente:Patricia Balata

    Diretora Secretria:ngela Ribas

    Diretora Tesoureira:Christiane Camargo Tanigute

    COMPOSIO DO 7 COLEGIADO

    Conselheiros Efetivos:Luiz Otvio Pereira Carvalho RJ

    Giselle de Paula Teixeira RJMaria Thereza M. Carneiro de Rezende SP

    Celina Pieroni de Azevedo Rezende SPngela Ribas PR

    Ndia Maria Lopes de Lima e Silva RS

    Christiane Camargo Tanigute GOMaria do Carmo Coimbra de Almeida MG

    Patricia Balata PE

    Hyrana Frota Cavalcante de Vasconcelos CE

    Conselheiros Suplentes:Edson Nahim Daher RJ

    Ana Luiza dos Santos Vieira RJMaria Ceclia Greco SP

    Zulmira Osrio Martinez RSMaria de Lourdes Campos de Santana GO

    Marisa de Sousa Viana Jesus MG

    Hilton Justino da Silva PEBruno Tavares de Lima Guimares CE

  • 3

    Conselho Federal de Fonoaudiologia

    NDICE

    Apresentao ............................................................................................. 4Caracterizao das aes inerentes ao exerccioprofissional do fonoaudilogo ....................................................................... 5Notas Histricas da Fonoaudiologia no Brasil ............................................. 8reas de competncia ................................................................................ 9I Desenvolver aes de sade coletiva nos aspectos

    fonoaudiolgicos ................................................................................ 10II Realizar diagnstico de Fonoaudiologia .............................................. 10III Executar terapia (habilitao/reabilitao) .......................................... 11IV Orientar pacientes, clientes externos e internos,

    familiares e cuidadores....................................................................... 12V Monitorar desempenho do paciente ou cliente (seguimento) ............... 12VI Aperfeioar a comunicao humana ................................................... 12VII Exercer atividades de ensino .............................................................. 13VIII Desenvolver pesquisas ....................................................................... 13IX Administrar recursos humanos, financeiros e materiais ...................... 13X Comunicar-se ..................................................................................... 14

    Competncias pessoais ............................................................................ 14Descrio sumria .................................................................................... 15reas de atuao ...................................................................................... 15Tabela ....................................................................................................... 16Instrumentos e recursos de trabalho ......................................................... 18

  • 4

    Conselho Federal de Fonoaudiologia

    APRESENTAO

    com grande satisfao que apresentamos este documentooficial desenvolvido com muito cuidado e carinho.

    Foi elaborado pela necessidade do Conselho Federal deFonoaudiologia em esclarecer aos fonoaudilogos aosprofissionais da sade o que o profissional da Fonoaudiologiafaz, onde trabalha e de que forma atua. A partir de agora, aFonoaudiologia tem este guia como referncia da ocupao dofonoaudilogo no Brasil.

    Foram ouvidos e participaram da elaborao fonoaudilogosexperientes e conceituados de diferentes linhas e regies do Brasilque h tempos discutem como a nossa profisso tem-sedesenvolvido. Certamente gostaramos de ter contado com otrabalho de um nmero maior de fonoaudilogos, mas por diversosfatores no foi possvel. Agradecemos a todos que contriburamdireta ou indiretamente para que este documento fosse elaborado. importante detacar que este um documento de uma profissoem ascenso e que, naturalmente, ter sua continuidade por meiode fruns, debates, congressos e do prprio desenvolvimentoprofissional de cada um.

    A Fonoaudiologia j provou ser uma profisso sria econceituada, por isso no podemos, de forma alguma, deixar queela seja cerceada ou que sofra um retrocesso. Essa aimportncia deste documento. Por meio dele, tambm, o CFFaesteve mais prximo dos seus profissionais, que, talvez, pelaprimeira vez, discutiram a Fonoaudiologia independentemente dalinha que seguem, com um nico objetivo:

    REGISTRAR A FONOAUDIOLOGIA NO BRASIL!

    Maria Thereza Mendona C. de RzendePresidente do Conselho Federal de Fonoaudiologia

  • 5

    Conselho Federal de Fonoaudiologia

    CARACTERIZAO DAS AES INERENTES AOEXERCCIO PROFISSIONAL DO FONOAUDILOGO

    INTRODUO

    Este documento constitui a referncia oficial do fonoaudilogoem relao a suas atividades, de acordo com a Lei n 6965/1981. AFonoaudiologia consiste na cincia que tem, por objeto, o estudo dacomunicao e seus distrbios. Para tanto, focaliza os processos easpectos participantes das aes do organismo em ambiente querequeira a comunicao, quais sejam a linguagem oral e escrita, aarticulao dos sons da fala, a voz, a fluncia da fala e a audio.

    Levando-se em conta- a complexidade da excelncia na formao do fonoau-

    dilogo, dando continuidade melhoria na formaoprofissional e cientfica da comunidade fonoaudiolgicanacional,

    - o nmero crescente de fonoaudilogos habilitados aoexerccio profissional,

    - o avano cientfico-tecnolgico,- a necessidade de titulao plena do fonoaudilogo,- a evoluo da atuao assistencial na rea da sade,- o desenvolvimento e habilidades de atuao interdisciplinar,- a necessidade da descrio das competncias do fonoau-

    dilogo de acordo com a Lei da Fonoaudiologia 6965/81,- a Organizao Internacional do Trabalho que descreve a

    anlise ocupacional como uma ao que consiste naidentificao, por meio da observao ou de estudos, dasatividades e

    - os fatores tcnicos componentes de uma ocupao, o Con-selho Federal de Fonoaudiologia - CFFa, objetivando aprioridade de descrever a atuao profissional no Brasil,constituiu uma comisso. Essa comisso, intituladaComisso Especial de Qualificao Profissional(CEQP), contou com a participao de quatorze (14)fonoaudilogos com reconhecida experincia eespecializao nas respectivas reas de ocupao, a

  • 6

    Conselho Federal de Fonoaudiologia

    saber linguagem, voz, audio e motricidade oral. Essegrupo base, coordenado por dois conselheiros do CFFa,discutiu e analisou as diversas aes relativas prticaclnica das diferentes reas de ocupao. O trabalho inicialteve a assessoria de consultores especializados emanlise ocupacional e, por meio do mtodo DACUM(Developing a Curriculum), chegou-se sistematizaodas aes que constituem cada uma das reas de compe-tncia do fonoaudilogo.

    O produto dessa anlise foi validado posteriormente, por umsegundo grupo de fonoaudilogos, composto da seguinte forma: quatromembros da CEQP, dois conselheiros do CFFa e seis novosfonoaudilogos, representantes das reas de especialidade, atuantesem diferentes regies do Brasil e referendados pelos respectivosConselhos Regionais de Fonoaudiologia.

    Componentes da Comisso Especial de Qualificao:

    Fga. Dra. Ana Maria FurkimFga. Dra. Maria Ceclia BevilacquaFga. Dra. Clia Maria GiachetiFga. Ms. Christiane Camargo TaniguteFga. Dra. Dbora Maria Befi LopesFga. Dra. Eliane SchochatFga. Dra. Esther Mandelbaum Gonalves BianchiniFga. Dra. Ieda Chaves Pacheco RussoFga. Dra. Irene Queiroz MarchesanFgo. Dr. Jaime ZorziFga. Dra. Jacy PerissinotoFga. Dra. Ktia de AlmeidaFga. Esp. Ldia DagostinoFga. Dra. Leslie Piccolotto FerreiraFga. Dra. Mara Suzana BehlauFga. Esp. Maria Thereza Mendona C. de Rezende

  • 7

    Conselho Federal de Fonoaudiologia

    Fonoaudilogos referendados pelos respectivos:

    Conselhos Regionais:

    Fga. Esp. Maryse Malta Muller CRFa 1 RegioFga. Dra. Clia Maria Giacheti CRFa 2 RegioFga. Dra. Ana Paula Berberian CRFa 3 RegioFgo. Ms. Fbio Jos Delgado Lessa CRFa 4 RegioFga. Esp.Celina Kassumi Kunieda Suzuki CRFa 5 RegioFga. Dra. Ana Cristina Cortes Gama CRFa 6 Regio

    Consultores do Mtodo DACUM:

    Ana Cristina RondetSophie Louette Bernardet

    Colaboradoras:

    Fga. Dra. Maria Isis Marinho MeiraPedagoga Dra. Cristiana Ferrari

  • 8

    Conselho Federal de Fonoaudiologia

    NOTAS HISTRICAS DA FONOAUDIOLOGIANO BRASIL

    A idealizao da profisso de fonoaudilogo no Brasil data dadcada de 1930, oriunda da preocupao da Medicina e da Educaocom a profilaxia, bem como a correo de erros de linguagemapresentados pelos escolares.

    Historicamente, a formao acadmica em Fonoaudiologia, noBrasil, teve incio na dcada de 1950, com a criao do curso deLogopedia, na cidade do Rio de Janeiro.

    Na dcada de 1960, originou-se o ensino da Fonoaudiologiaem So Paulo voltado graduao com cursos de durao inicial deum ano, chegando ao final da dcada com durao de trs anos.

    Na dcada de 1970, iniciaram-se os movimentos a fim dereconhecer os cursos de graduao como de nvel superior, comdurao plena e titulao de bacharel e direito a mestrado e doutoradoem Fonoaudiologia. O primeiro currculo mnimo, do curso, foiregulamentado pela Resoluo n 54/76, do Conselho Federal deEducao, fixando disciplinas e carga horria.

    Sancionada em 09 de Dezembro de 1981, pelo ento presidenteJoo Figueiredo, a Lei n 6965, que regulamentou a profisso de fono-audilogo, veio ao encontro dos sonhos de uma categoria profissionalcarente de reconhecimento. Alm de determinar a competncia doFonoaudilogo, com a Lei, foram criados os Conselhos Federal e Regio-nais de Fonoaudiologia, ten

Recommended

View more >