hoje macau 16 fev 2015 #3274

Click here to load reader

Post on 07-Apr-2016

221 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Hoje Macau N.º3274 de 16 de Fevereiro de 2015

TRANSCRIPT

  • tiag

    o al

    cnt

    ara

    Desafiojovem

    hojemacau

    pub

    pginas 2-3

    agncia comercial Pico 28721006

    pub

    apomacesperana e confiana num ano virado para os mais velhos

    poltica pgina 4

    liga de elitesporting empataem jogo apagado. rbitro complicou

    desporto pgina 16

    CrimeNasmalhasda rede

    sociedade pgina 7

    director carlos morais jos www.hojemacau.com.mo Mop$10 s e g u n da - f e i r a 1 6 d e f e v e r e i r o d e 2 0 1 5 a n o X i v n 3 2 7 4

    Um novo sangue parece comear a correr na vida poltica de Macau. A conduta cada vez mais activa dos mais jovens sugere que as conscincias esto mais despertas para o que se passa no quotidiano da RAEM. Algo que satisfaz deputados, docentes e acadmicos que, no entanto, dizem haver ainda um longo caminho a percorrer.

  • 2 reportagem

    Fil ipa [email protected]

    o s jovens querem saber mais sobre a poltica e querem ter um pa-pel activo e uma voz audvel. o que defendem agentes activos entrevistados pelo HM. ric sauted, ex-docente da Universidade de Macau, explica que ao contrrio do que a maioria da sociedade de Macau pensa, os jovens do territrio interessam-se efectivamente pela sua poltica. Para o acadmico, pensar que eles no querem saber um erro. No verdade, eles querem e isso nota-se.

    Parece que os jovens comeam a acordar para a vida poltica de Macau e todas as suas questes inerentes. Deputados, polticos, docentes, acadmicos e activistas mostram--se contentes com esta postura activa, mas defendem que apesar do maior interesse h ainda um grande caminho a percorrer

    Para o ex-docente de Cincia Poltica seria impensvel no acre-ditar que os jovens querem saber, e principalmente fazer, mais poltica, tornando-se parte integrante da sociedade.

    Tendo eu dado aulas de Cin-cia Poltica s poderia acreditar que os meus alunos tm interesse e querem participar na vida pol-tica. No poderia acreditar noutra coisa, argumenta.

    Tambm o docente Ky Leung, do Instituto Politcnico de Macau, defende que os jovens de Macau esto muito mais interessados na poltica da sua cidade. O profes-sor diz-se um fiel acompanhante do interesse pelos jovens e aponta que, apesar de ainda [haver] alguma timidez, os jovens j vo dando as suas opinies, princi-palmente atravs da internet, nas redes sociais. Ky considera que h uma clara mudana no com-portamento da nova geraes quando comparadas com as pas-sadas, principalmente depois da transferncia da soberania para a China.

    Prova disso podem ser as inmeras associaes polticas criadas por jovens. E os prprios intervenientes.

    Jason Chao, um jovem activis-ta bastante presente nos ltimos momentos mais conhecidos de actividade poltica de Macau,

    bm responsvel do Grupo de Ci-dados pela Violncia Domstica como Crime Pblico, afirmou ao HM que os jovens esto cada vez mais crticos politicamente e preparados para erguer as suas vozes e lutar pelas injustias, especialmente quando essas injustias esto directamente relacionadas com os seus prprios interesses.

    A tambm docente aponta que a sociedade, de forma geral, est habituada a que os jovens estejam focados apenas nas suas questes como estudantes e a pensar no seu futuro depois de terminarem os seus cursos. Contudo, diz, o que uma outra parte da sociedade consegue ver - e defende - que esta nova gerao e as seguintes vo enfrentar vrias dificuldades e desafios para conseguir ter uma vida decente e respeitosa vida em Macau, ressalva, referindo--se s altas rendas praticadas, inflao e aos salrios pouco competitivos. Tudo aquilo que

    de facto est relacionado com poltica, afirma.

    Ceclia Ho acredita que os jovens vo conquistar um lugar a longo prazo, mas que para j, a sua voz no est representada nas decises polticas do Governo.

    CresCer maisRepresentando a Associao Nova Juventude Dinmica, Lei Kuok Keong, assinala que apesar de alguma indiferena existente nos jovens, a tendncia dos ltimos anos de um acordar para o meio poltico de Macau.

    Apesar disso, e como afirma Cecilia Ho, mesmo com os novos movimentos, Macau continua lon-ge do que se pretende. Os jovens de Macau so demasiado passivos relativamente aos assuntos polti-cos, e eu vejo isso at pelos meus alunos da rea de Assistncia social, defende a docente, su-blinhando que os estudantes de hoje em dia so educados para no se preocuparem com os assuntos sociais e polticos.

    Jason Chao concorda. O ac-tivista considera tambm que o movimento poltico de Macau, quando comparado com Hong Kong fica muito aqum do que se pretende.

    Para Chao, os jovens da regio vizinha esto muito mais acorda-dos para as questes polticas, ten-

    De braos abertos Apesar de ainda existirem em baixo nmero, j so algumas as associaes de jovens que comeam a ganhar forma no cenrio poltico de Macau. Exemplos disso so a Associao Novo Macau, que tem agora uma diviso entre os membros, mais jovens, e os deputados da AL, o Conselho da Juventude da Federao das Associaes dos Operrios de Macau (FAOM), a Tri-Decade Union, a Nova Juventude Chinesa e a Nova Juventude Dinmica, entre outras. Issac Tong, da Tri-Decade Union, explica que se tem sentido uma abertura com os novos secretrios, do actual Governo. sem descurar da importncia dos jovens na poltica, o activista afirma que o Governo deve, e tem tido, alguma mente aberta, ou seja, disposio para receber ideias frescas e actuais dos jovens. Precisamos de olhar para outros pases, aqueles que renovam e apostam nos jovens para participar na vida poltica, Macau precisa disso, desta participao, defende, sublinhando acreditar num bom cenrio futuro, relativamente aos jovens. Da Nova Juventude Dinmica, pela voz de Lei Kuok Keong, o sentimento o mesmo. D a sensao, pelo comportamento do novo Governo, que este est disposto a uma reforma, a uma participao de cada vez mais jovens, de ouvir as nossas opinies, conta, realando que no ser, nem pode ser, uma reforma total porque h directrizes que devem ser respeitadas.

    Jovens esto cada vez mais organizados e activos politicamente

    Eu quEro - E posso - falar

    um deles e admite que existe cada vez um maior nmero de jovens interessados a poltica. Tambm

    Isaac Tong, membro da Tri-De-cade Union, refora esta tendncia. Para o representante h de facto cada vez mais jovens atentos, algo indiscutvel. Macau sempre foi visto como uma regio com poltica para velhos e feita por eles, mas agora isto j no corresponde verdade, argumenta.

    Da mesma opinio Rita san-tos, presidente da Comisso de Ju-ventude criada pela Associao de Trabalhadores da Funo Pblica de Macau, que argumenta que no tempo da soberania portuguesa as pessoas no se sentiam muito vontade para dar opinies. Algo que, agora, mudou.

    Agora muito diferente, noto que toda a sociedade est muito mais atenta, sejam jovens ou no, reclamam e querem saber o que se passa em Macau, conta.

    Cecilia Ho, acadmica e tam-

  • 3 reportagemhoje macau segunda-feira 16.2.2015

    Para jovens, sobre jovensDividida em 20 departamentos, a Comisso de Juventude da ATFPM, criada em 2012, originou, recentemente, um Secretariado Permanente e vem mostrar assim a sua vontade de fazer mais por Macau. Desde as ltimas eleies para a Assembleia Legislativa que vrios jovens comearam a vir ter connosco e a querer participar. Ns amos ajudando, mas decidimos agora, para facilitar a organizao e estruturar os vrios grupos criar este Secretariado que tem a sua prpria autonomia, esclarece Rita Santos. Este um passo, diz a presidente, que mostra a vontade dos jovens de Macau, e no s, fazerem mais e perceberem. Contudo, Rita Santos assume que os mesmos ainda no esto preparados para assumirem um lugar no cenrio poltico local, devido sua falta de preparao. preciso que eles percebam, conheam a realidade do territrio, preciso que eles aprendam a fazer perguntas, a interrogarem-se, a perceberem que a parte social est sempre ligada parte poltica. Sem saber o porqu das coisas no conseguem ser agente activos da poltica, esclarece. O primeiro encontro da Comisso de Juventude com Chui Sai On j est agendado para o dia de hoje, sendo que tambm o deputado Jos Pereira Coutinho marcar presena.

    Os jovens esto cada vez mais crticos politicamente e preparados para erguer as suas vozes e lutar pelas injustiasCeCilia Ho acadmica

    Poltica onlineEm sintonia na forma de divulgao e aposta para estimular os jovens para o mundo da poltica, esto os docentes Cecilia Ho e Ky Leung, que acreditam que a internet a melhor forma para tal. J encontrei vrios grupos de jovens politicamente activos nas redes sociais. Ali os jovens mostram as suas opinies, criam eventos, debatem temas. Tenho a certeza que esta a forma do futuro, afirma o acadmico do IPM. Para Cecilia Ho no h dvida, as redes sociais so as forma mais rpida e eficaz para espalhar a palavra sobre assuntos sociais e tambm de chamar a ateno para os jovens que tanto tempo passam na internet. Apesar disso, defende a docente, uma reforma no sistema de educao precisa, oferecendo a oportunidade aos jovens para participarem na vida social. No que me diz respeito, irei sempre introduzir problemticas sociais nas minhas aulas, irei encorajar os meus alunos a lerem publicaes independentes, cultivando o seu esprito critico, remata. A propagao de assuntos polticos atravs da internet uma constante nas redes sociais em Macau, sendo que at a organizao de protestos feita, maioritariamente, atravs destas plataformas.

    Jovens esto cada vez mais organizados e activos politicamente

    eu quero - e posso - falar

    do por isso uma maior disposio para organizar e fazer acontecer.

    A rAiz dA questo As razes para o crescimento desta postura mais activa no mundo da poltica so variadas, dependendo da perspectiva de cada entrevis-tado. Defende a acadmica que a aposta no estmulo dos jovens para o mundo poltico deve