Icomos dims 2014 ppt 2014 04 16

Download Icomos dims 2014 ppt 2014 04 16

Post on 07-Mar-2016

219 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

<ul><li><p>18 abril 2014 dia Internacional dos </p><p>MONUMENTOS e STIOS </p><p>lugares de </p><p>memria </p></li><li><p>O Dia Internacional dos Monumentos e Stios foi criado pelo ICOMOS a 18 de abril de 1982 e aprovado pela UNESCO no ano seguinte. Esta comemorao tem como objetivo sensibilizar os cidados para a diversidade e vulnerabilidade do patrimnio, bem como para o esforo envolvido na sua proteo e valorizao. </p></li><li><p>TORRE DO TOMBO Lugar de Memria </p></li><li><p>Quem somos O Arquivo Nacional da Torre do Tombo o arquivo nacional de Portugal e um dos mais antigos do mundo. A mais antiga referncia conhecida Torre do Tombo data de 1378, no castelo de So Jorge em Lisboa. </p><p>"Olissippo quae nunc Lisboa, civitas amplissima lusitaniae, ad Tagum, totius orientis, et multarum insularum africaeque et americae emporium nobilissimum Autor no mencionado, [18--?] Portugal, Torre do Tombo, Coleco Castilho, pt. 18, n. 165 </p></li><li><p>Quem somos O Arquivo Nacional da Torre do Tombo o arquivo nacional de Portugal e um dos mais antigos do mundo. A mais antiga referncia conhecida Torre do Tombo data de 1378, no castelo de So Jorge em Lisboa. </p><p>"Olissippo quae nunc Lisboa, civitas amplissima lusitaniae, ad Tagum, totius orientis, et multarum insularum africaeque et americae emporium nobilissimum Autor no mencionado, [18--?] Portugal, Torre do Tombo, Coleco Castilho, pt. 18, n. 165 </p></li><li><p>s 9h30 da manh do dia 1 de novembro de 1755, dia de Todos-os-Santos, Portugal foi assolado por uma das maiores catstrofes at hoje sofridas. O forte terramoto, seguido de um maremoto atingiu principalmente a cidade de Lisboa, e a costa martima a sul. Lisboa ficou praticamente destruda pelo sismo e pelos mltiplos incndios que se propagaram pela cidade. O trgico acontecimento foi divulgado por todo o mundo conhecido. </p><p>Portugal, Torre do Tombo, Coleco Castilho, pt. 17, doc. 75 </p></li><li><p>s 9h30 da manh do dia 1 de novembro de 1755, dia de Todos-os-Santos, Portugal foi assolado por uma das maiores catstrofes at hoje sofridas. O forte terramoto, seguido de um maremoto atingiu principalmente a cidade de Lisboa, e a costa martima a sul. Lisboa ficou praticamente destruda pelo sismo e pelos mltiplos incndios que se propagaram pela cidade. O trgico acontecimento foi divulgado por todo o mundo conhecido. </p><p>Portugal, Torre do Tombo, Coleco Castilho, pt. 17, doc. 75 </p></li><li><p>Carta do Guarda-mor da Torre do Tombo, Manuel da Maia, para o Secretrio de Estado, Sebastio Jos de Carvalho e Melo, atravs da qual apresenta um relatrio sobre as condies em que o Real Arquivo se encontra, salientando a necessidade de que, "para o seu Real Arquivo ser guardado, conservado, defendido e tratado, como he justo, se faz preciso se lhe escolha lugar" 15 de janeiro de 1756 Portugal, Torre do Tombo, Ministrio do Reino m. 495, doc. 7 </p></li><li><p>Edifcio do Mosteiro de S. Bento como Palcio das Cortes (atual Assembleia da Repblica) Lisboa 1858-05 Portugal, Centro Portugus de Fotografia, Coleo Nacional de Fotografia, Depsito Geral, Armrio 04, Gaveta 06 </p></li><li><p>"Planta do 1 Pavimento do Real Archivo da Torre do Tombo Portugal, Torre do Tombo, Ministrio do Reino, Coleco de plantas, mapas e outros documentos iconogrficos, n. 57 </p><p>A Torre do Tombo em So Bento </p><p>Perspetiva dos depsitos </p></li><li><p>Em 1990, a documentao foi transferida das antigas instalaes no Palcio de So Bento para o edifcio construdo propositadamente para albergar o Arquivo Nacional na Alameda da Universidade. No cmputo geral, h 16 salas grandes, com cerca de oito quilmetros quadrados cada, e mais seis salas pequenas, bem como oito casas fortes, uma das quais bastante espaosa e que serve de cofre para os tesouros da Torre do Tombo. </p></li><li><p>Foram identificados e reacondicionados, com higienizao das embalagens e rotulagem, milhares de caixas contendo documentos. Ficaram albergados os 35 quilmetros de documentao transferidos de So Bento e do Arquivo dos Feitos Findos, do antigo Convento da Estrela, bem como do Arquivo Histrico do Ministrio das Finanas, at ento depositado em Santa Marta. </p></li><li><p>Classificao do Edifcio do Arquivo Nacional da Torre do Tombo como monumento de interesse pblico Portaria n. 740-P/2012 de 24 de dezembro Dirio da Repblica, 2. srie N. 248 24 de dezembro de 2012 </p><p>O atual edifcio da Torre do Tombo foi projetado pelo atelier do arquiteto Arsnio Cordeiro e inaugurado em 1990, destinando-se a receber o Arquivo Nacional da Torre do Tombo, cujo vasto esplio se encontrava desde 1757 no edifcio do Mosteiro de So Bento da Sade, hoje Palcio de So Bento. O novo arquivo herdou o nome da torre albarr do Castelo de So Jorge, onde eram mantidos os documentos do reino desde pelo menos 1378, e at 1755. </p></li><li><p>A imponente estrutura da Torre do Tombo, constituda por dois grandes paraleleppedos unidos por um corpo central, assenta sobre um largo embasamento que lhe confere a feio inexpugnvel de uma fortaleza ou de um cofre-forte, num conjunto igualmente evocativo dos grandes monumentos histricos construdos para a eternidade, guardies da memria coletiva. </p><p>Portaria n. 740-P/2012 de 24 de dezembro </p></li><li><p>O edifcio pode albergar 140 quilmetros lineares de documentao, e inclui gabinetes tcnicos, salas de leitura, auditrio e sala de exposies. </p><p>Portaria n. 740-P/2012 de 24 de dezembro </p></li><li><p>O edifcio pode albergar 140 quilmetros lineares de documentao, e inclui gabinetes tcnicos, salas de leitura, auditrio e sala de exposies. </p><p>Portaria n. 740-P/2012 de 24 de dezembro </p></li><li><p>O edifcio pode albergar 140 quilmetros lineares de documentao, e inclui gabinetes tcnicos, salas de leitura, auditrio e sala de exposies. </p><p>Portaria n. 740-P/2012 de 24 de dezembro </p></li><li><p>As fachadas principal e posterior so encimadas por oito grgulas da autoria do escultor Jos Aurlio, representando elementos fundamentais da histria da humanidade e da misso particular dos arquivos, no passado e no presente. </p><p>O Guarda das Ondas Hertzianas O Bem e o Mal O Novo, o Velho e a Morte O Guarda do Alfabeto </p></li><li><p>As fachadas principal e posterior so encimadas por oito grgulas da autoria do escultor Jos Aurlio, representando elementos fundamentais da histria da humanidade e da misso particular dos arquivos, no passado e no presente. </p><p>O Guarda das Pedras A Guerra e a Paz A Tragdia e a Comdia O Guarda dos Papiros </p></li><li><p>As fachadas principal e posterior so encimadas por oito grgulas da autoria do escultor Jos Aurlio, representando elementos fundamentais da histria da humanidade e da misso particular dos arquivos, no passado e no presente. </p><p>O Guarda das Ondas Hertzianas O Bem e o Mal O Novo, o Velho e a Morte O Guarda do Alfabeto </p><p>O Guarda das Pedras A Guerra e a Paz A Tragdia e a Comdia O Guarda dos Papiros </p></li><li><p>O que fazemos </p><p>Preservamos e divulgamos alguns dos mais importantes documentos de Portugal que datam do sc. IX aos dias de hoje Carta de fundao da igreja de Lardosa </p><p>Portugal, Torre do Tombo, Ordem de So Bento, Mosteiro de S. Pedro de Cete, m. 1, n. 1 </p><p>Carta de doao pelo infante D. Afonso Henriques a Egas Ramires da igreja de So Bartolomeu de Campelo Portugal, Torre do Tombo, Cnegos Regulares de Santo Agostinho, Mosteiro de Santo Andr de Ancede, m. 1, doc. 2 </p></li><li><p>O que fazemos </p><p>Preservamos e divulgamos alguns dos mais importantes documentos de Portugal que datam do sc. IX aos dias de hoje Carta de fundao da igreja de Lardosa </p><p>Portugal, Torre do Tombo, Ordem de So Bento, Mosteiro de S. Pedro de Cete, m. 1, n. 1 </p><p>Documento original mais antigo: ano 882 </p><p>Carta de doao pelo infante D. Afonso Henriques a Egas Ramires da igreja de So Bartolomeu de Campelo Portugal, Torre do Tombo, Cnegos Regulares de Santo Agostinho, Mosteiro de Santo Andr de Ancede, m. 1, doc. 2 </p><p>Sinal de Portugal: ano 1129 </p></li><li><p>Bula "Manifestis probatum" do papa Alexandre III pela qual confirmou o reino de Portugal a D. Afonso Henriques e a seus herdeiros 23 de maio de 1179 Portugal, Torre do Tombo, Bulas, m. 16, n. 20 </p></li><li><p>Bula "Manifestis probatum" do papa Alexandre III pela qual confirmou o reino de Portugal a D. Afonso Henriques e a seus herdeiros 23 de maio de 1179 Portugal, Torre do Tombo, Bulas, m. 16, n. 20 </p><p>Certido de nascimento de Portugal </p></li><li><p>O que fazemos </p><p>O nosso principal objetivo recolher documentos e assegurar o futuro daqueles que detemos </p><p>Demanda entre D. Constana Suerii, abadesa do mosteiro do Lorvo, e o Cabido da S de Coimbra [1304-1318] Portugal, Torre do Tombo, Cabido da S de Coimbra, 2. incorporao, m. 102, rolo n. 1 </p></li><li><p>O que fazemos </p><p>O nosso principal objetivo recolher documentos e assegurar o futuro daqueles que detemos </p><p>"Cartas consultas e mais obras de Alexandre de Gusmo: mquina aerosttica do Padre Bartolomeu Guerreiro 1722? a 1752? Portugal, Torre do Tombo, Manuscritos da Livraria, n. 1011 </p></li><li><p>O que fazemos </p><p>O nosso principal objetivo recolher documentos e assegurar o futuro daqueles que detemos </p><p>"Esta gente" por Sophia de Mello Breyner Andresen [post. 1950] Portugal, Torre do Tombo, PIDE, Propaganda apreendida, n. 672, mod. 2, gaveta 1 </p></li><li><p>O que fazemos </p><p>O nosso principal objetivo recolher documentos e assegurar o futuro daqueles que detemos </p><p>Livro 10 da Estremadura (pormenor frontispcio) [15--]-1516-02-28 Portugal, Torre do Tombo, Leitura Nova, liv. 26 </p></li><li><p>O que fazemos </p><p>O nosso principal objetivo recolher documentos e assegurar o futuro daqueles que detemos </p></li><li><p>Memria do Mundo </p><p>O Registo Memria do Mundo da UNESCO est vocacionado para a identificao e preservao de documentos e arquivos de grande valor histrico, assegurando a sua ampla disseminao. </p><p>O Arquivo Nacional da Torre do Tombo detentor dos primeiros bens arquivsticos portugueses a serem inscritos neste Registo. </p></li><li><p>Memria do Mundo </p><p>Carta de Pro Vaz de Caminha Terra de Vera Cruz (Brasil), 1 de maio de 1500 Portugal, Torre do Tombo, Gavetas, Gaveta 8, m. 2, doc. 8 </p><p>Tratado de Tordesilhas (verso em castelhano) Tordesilhas, 7 de Junho 1494 Portugal, Torre do Tombo, Gavetas, Gaveta 17, m. 2, doc. 24 </p></li><li><p>Memria do Mundo </p><p>Corpo Cronolgico (1161-1699) Portugal, Torre do Tombo, Corpo Cronolgico, 83.212 documentos </p><p>O que fazemos </p><p>Conserv-los para as geraes vindouras como fundamentos da memria coletiva e individual </p></li><li><p>O que fazemos </p><p>Promovemos e divulgamos os documentos que detemos. Presencialmente </p></li><li><p>O que fazemos </p><p>Promovemos e divulgamos os documentos que detemos. Presencialmente </p></li><li><p>O que fazemos </p><p>Promovemos e divulgamos os documentos que detemos. Presencialmente </p></li><li><p>O que fazemos </p><p>Promovemos e divulgamos os documentos que detemos. Presencialmente </p></li><li><p>Exposies, mostras documentais, encontros e outros eventos </p></li><li><p>Exposies, mostras documentais, encontros e outros eventos </p></li><li><p>Exposies, mostras documentais, encontros e outros eventos </p></li><li><p>Exposies, mostras documentais, encontros e outros eventos </p></li><li><p>O que fazemos </p><p>e a distncia </p><p>http://antt.dglab.gov.pt/ </p></li><li><p>http://digitarq.arquivos.pt/ </p><p>O que fazemos </p><p>e a distncia </p></li><li><p>O que fazemos </p><p>e a distncia </p></li><li><p>O que fazemos </p><p>e a distncia </p><p>No dia 5 de janeiro de 1960, entre as 12h00 e as 14h00, Ministro da Presidncia Siderurgia Pessoal da C.P. vrios assuntos pendentes (a fuga dos presos de Peniche). </p></li><li><p>Centera Arquivo digital com 12 milhes de imagens disponveis na web Fotografia: Bruno Colao in Correio da Manh de 11-03-2012 </p></li><li><p>Ficha tcnica </p><p> Direo-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas Arquivo Nacional da Torre do Tombo Fotografias das grgulas cedidas por Mestre Jos Aurlio </p></li></ul>