kleber trevisam

of 31 /31
A HISTÓRIA DAS INSTITUIÇÕES ESCOLARES NA REVISTA ON LINE DO HISTEDBR Autor principal: Kleber Trevisam; Programa de Pós- Graduação em Educação da Universidade de Sorocaba – Uniso; Co-autores: Ednilson Celestino Ferreira; Flora Cardoso da Silva; Márcia Maria Fogaça de Oliveira; Renato Moreira Cavalcante; Marco Aurélio Bugni; Leia de Cássia Langnor E. Sousa; Programa de Pós- Graduação em Educação da Universidade de Sorocaba – Uniso; José Luis Sanfelice, Unicamp. e-mail: [email protected] Histedbr GT Universidade de Sorocaba - Uniso APRESENTAÇÃO: Este texto apresenta, de forma sucinta, o histórico do HISTEDBR - grupo de estudos e pesquisas “História, Sociedade e Educação no Brasil” - e sua configuração atual, bem como apresenta a sua Revista On-Line. HISTEDBR é a denominação dada ao grupo de estudos e pesquisas sediado na Faculdade de Educação da UNICAMP, cuja criação se deu em 1986, inicialmente compondo-se de doutorandos em filosofia e história da educação da própria UNICAMP, então orientados pelo Prof. Dermeval Saviani.

Author: jessica-feitosa

Post on 26-Mar-2015

121 views

Category:

Documents


0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

A HISTRIA DAS INSTITUIES ESCOLARES NA REVISTA ON LINE DO HISTEDBR Autor principal: Kleber Trevisam; Programa de Ps- Graduao em Educao da Universidade de Sorocaba Uniso; Co-autores: Ednilson Celestino Ferreira; Flora Cardoso da Silva; Mrcia Maria Fogaa de Oliveira; Renato Moreira Cavalcante; Marco Aurlio Bugni; Leia de Cssia Langnor E. Sousa; Programa de Ps- Graduao em Educao da Universidade de Sorocaba Uniso; Jos Luis Sanfelice, Unicamp. e-mail: [email protected] Histedbr GT Universidade de Sorocaba - Uniso

APRESENTAO: Este texto apresenta, de forma sucinta, o histrico do HISTEDBR - grupo de estudos e pesquisas Histria, Sociedade e Educao no Brasil - e sua configurao atual, bem como apresenta a sua Revista On-Line. HISTEDBR a denominao dada ao grupo de estudos e pesquisas sediado na Faculdade de Educao da UNICAMP, cuja criao se deu em 1986, inicialmente compondo-se de doutorandos em filosofia e histria da educao da prpria UNICAMP, ento orientados pelo Prof. Dermeval Saviani. Tendo como perspectiva terica que a educao, enquanto fenmeno social se desenvolve historicamente, o grupo adotou uma proposta coletiva e permanente de trabalho de pesquisa e foi incorporando sua formao inicial professores da Faculdade de Educao da UNICAMP e seus respectivos mestrandos e doutorandos. Em 1991, o grupo foi institucionalizado e em 1994 adotou a sigla HISTEDBR, que permanece at os dias atuais. Esta sigla foi assim composta: HIST (histria da) + ED (educao) + BR (brasileira). Inicialmente o grupo se estruturou em um Ncleo Permanente de Pesquisas, que em 1991 organizou o I Seminrio Nacional. A partir disto o grupo optou por

2

realizar um programa de pesquisas no mbito da Histria da Educao brasileira, priorizando a realizao de um amplo levantamento, organizao e catalogao de fontes para a pesquisa histrica educacional. Em 1992, o HISTEDBR organizou o II Seminrio Nacional e entre os anos de 1992 e 1995, o grupo realizou encontros anuais com os coordenadores dos Grupos de Trabalho Estaduais (GTs). Em 1995 foi realizado o III Seminrio Nacional, em que foi apresentada comunidade acadmica a produo acumulada do grupo. A partir deste ponto, optou-se por estudos de carter temtico e perspectivas tericas, com base nas informaes levantadas. Em 1997 o grupo organizou o IV Seminrio Nacional com o objetivo de retomar a discusso terico-metodolgica para garantir a consistncia e a consolidao das pesquisas. Em 2001, o HISTEDBR organizou o V Seminrio Nacional e foi tomada a deciso de reconstruir a histria da escola pblica no Brasil e, em vista da experincia bem sucedida de vrios colquios do HISTEDBR da Regio Nordeste, de realizar Jornadas Regionais e/ou Temticas. Foram realizadas desde 1991 at 2007 sete Jornadas (duas em 2002, 2003, 2004, 2005, 2006 e 2007) e sete Seminrios (91, 92, 95, 97, 2001, 2003 e 2006), oito Colquios, o HISTEBR tambm se mantm ativo pela articulao dos grupos de pesquisa e intercmbios. Quanto s publicaes, destacam-se os anais dos Seminrios em forma de CDROM e volumes correspondentes; livros publicados em co-edio; catlogos de fontes locais e regionais; disponibilizao de informaes relevantes para os pesquisadores, pelo boletim eletrnico, home-page (http://www.histedbr.fae.unicamp.br). Em fevereiro de 2007, a Revista HISTEDBR On-line, que na data da realizao deste trabalho contava com 25 nmeros, sendo 24 regulares e 1 edio especial, passou a ser alvo de pesquisa dos alunos da disciplina Histria das Instituies Escolares do curso de Mestrado em Educao da Universidade de Sorocaba, objetivando fazer levantamento de artigos, resenhas, resumos, dissertaes, teses, fontes iconogrficas veiculados na revista, focando o tema da histria das instituies escolares.

3

Na pesquisa dos 25 edies foram encontrados 44 artigos, 14 resumos de dissertaes ou teses, 11 resenhas, 8 documentos de fontes escritas e 32 fontes iconogrficas o que corresponde, em mdia a: artigo 1,76%, resumo 0,56%, resenha 0,44% por nmero publicado. Com base na produo encontrada, buscou-se identificar os espaos regionais que foram alvos dos trabalhos dos pesquisadores, a temporalidade em que se detiveram e a incidncia dos recursos bibliogrficos utilizados. Quadro 1- Artigos 1 EVANGELISTA, Olinda. O Instituto de Educao da USP: o n 2 abril/2001 n 8 encerramento de uma experincia de formao docente nos anos 30 2 - SANFELICE, Jos Luis. Histria das Instituies Escolares 3 BONATO, Nailda M. da Costa.

out/2002 Imagens da Escola Profissional n 9 maro/2003 Jos n9

Feminina no Distrito Federal 4- FRANA, Maria do Perptuo Socorro Gomes de Souza.

Verssimo e o Colgio Americano (1884-1890) maro/2003 5- GATTI Jr., Dcio e OLIVEIRA, Lucia Helena M. de M. Colgio n 9 Santa Teresa: Um Projeto Scalambrianiano (1939-1942) maro/2003 6 SCHAFFRATH, Marlete dos Anjos Silva. Apontamentos sobre a n 10 Escola Normal em Maring jun/2003 7 SANTOS, Manoel Isa P. dos. Cinqenta anos de uma experincia de n 11 educao para o trabalho com menores com dificuldades especiais Escola jun/2003 Salesiana S.Jos 8 JACOBUSSI, Ary Meirelles. - Revolucionou e acabou ? Breve n11

etnografia do Ginsio Estadual Vocacional de Americana Geva setembro/2003 9 NASCIMENTO, Isabel Moura. O advento da Repblica e os Grupos n12 Escolares no Paran (1900-1920) dez/2003 10 SOUZA, Ana Aparecida Arguelho de. - Apontamentos sobre a n13 educao confessional na fronteira de Bela Vista/MS com o Paraguai: O maro/2004 Ginsio Comercial Santo Afonso 11- MEDEIROS, Ruy Hermann Arajo. Arquivos Escolares Breve n 14 Introduo ao seu Conhecimento. jun/2004 12- SILVA, Washington Abdio da e GATTI Jr., Dcio. A formao de n15 bons cristos e virtuosos cidados na princesa do serto: O Colgio setembro/2004 Marista Diocesano de Uberaba 1903-1916

4

13- RIBEIRO, Viviane e INCIO FILHO, Geraldo. Escolas Presbiterianas n15 Rurais na Regio do Alto Paraba/MG setembro/2004 14- SILVA, Melina Brasil e INCIO FILHO, Geraldo. Curso Normal do n15 Colgio Sagrado Corao de Jesus ( 1931-1947) Processo Pedaggico setembro/2004 15- SOUZA, Mariana Pecoraro de e GATTI Jr., Dcio. Histria da n15 Educao e Instituies Escolares- Aspectos Terico-Metodolgicos set/2004 16 GATTI, Giseli Cristina do Vale e INCIO FILHO, Geraldo. Histria n15 e Representaes Sociais na Escola Estadual de Uberlndia 1929-1950 set /2004 17 MELLO, Geovana Ferreira e INCIO FILHO, Geraldo. Colgio n15 Nossa Senhora das Dores Uberaba/MG (1940-1966) Educao setembro/2004 Feminina 18 GONZALES, Jorge Luiz Cammarano e SANDANO, Wilson. A n16

Formao da Escola Pblica em Sorocaba (1850-1880) dez/2004 19- ROSSI, Edinia Regina. Identidades tnicas e as Escolas Primrias na n17 Primeira Repblica. 20 ZOTTI, Solange Aparecida. maro/2005 O ensino secundrio no Imprio n18 junho/2005

Brasileiro : consideraes sobre a funo social e o currculo do Colgio Pedro II 21- CASEMIRO, Ana Palmira B.S e MAGALHES, Lvia D.R. O n18 junho/2005 Surgimento da Escola Pblica no Planaldo da Conquista 22- GONALVES, Aracely Mehl e RODRIGUES, Cleide Aparecida n18 Faria. Gnese de uma escola : O caso do colgio SEPAM em Ponta Grossa junho/2005 23- CORDEIRO, Sonia Valdete , CORDEIRO, Aparecida Lima e n18 NASCIMENTO, Maria Isabel Moura. Escola Evanglica: a Primeira junho/2005 Instituio Educacional de Inspirao Holandesa Na Regio dos Campos Gerais do Paran 24- GONZALES, Jorge Luiz Cammarano e SANDANO, Wilson. n19 Supostos para a pesquisa de instituies escolares setembro/2005 25- MORILA, Ailton Pereira. Um monumento na avenida: A Escola n19 Normal de So Carlos setembro/2005 26 SILVA, Romeu Adriano. Escola Profissional Mista Cel. Francisco n19 Garcia de Mococa-SP Trabalho e Educao na periferia do capitalismo setembro/2005 27- SERRA, urea Esteves. O Instituto de Educao Prof.Stlio Machado n19 Loureno e a formao do professor alfabetizador setembro/2005 28- REIS, Rosinete Maria dos. A Implementao dos Grupos Escolares de n21 maro/2006 Mato Grosso 29- MENEZES, Dinara Occhiena. Os gritos do silncio 10 anos de n 21

5

luta pela conquista do espao fsico para o CEFAM em Sorocaba E maro/2006 agora, o que faro? 30 BOSCHETTI, Vnia Regina, MACEDO, Smara E. e AMARO, n21 maro/2006 Vaneli P. Fundindo , Tecendo, Trilhando... aspectos da educao profissional em Sorocaba 31 MEIRA, Regina de Ftima. Memrias e Histrias de Ex-Professoras n21 maro/2006 Primrias do Grupo Escolar Antonio Padilha (1952-1990) 32- SOARES, Maria Lcia de Amorim. De Histria e Prticas : o Projeto n21 maro/2006 Convulsivo-Sindico do Carlos Augusto- Piedade 33- LINS, Leonice de Lima Manur. Um olhar sobre o Colgio Santssimo n 21 Sacramento ( 1940- 1960): Alguns Aspectos Sobre a Educao Feminina maro/2006 em Alagoinha.BA 34- CARVALHO, Rosana Areal de ; MARQUES, Elisangela F. e FARIA, n21 maro/2006 Vincius L. Grupo Escolar de Mariana: Ed.Pblica em Mariana no Incio do Sculo XX 35- ISA, Manoel. A instruo pblica e as instituies escolares da n 22 Provncia de S.Paulo segundo os relatrios dos Presidentes da Provncia de jun/2006 S.Paulo (1835-1889): Consideraes Pontuais 36 MIGUEL, Elisabeth Blanck e SAIZ, Paula Geron. A organizao da n22 escola pblica primria no Paran Perodo Provincial 37- ARRUDA, Odinea de Oliveira e BRITO, Silvia Helena A. junho/2006 A n22

Educao Salesiana na Escola Dom Bosco de Corumb/MT (1956-1970) junho/2006 38- LIMA, Ana Paula dos Santos. A Primeira Instituio Municipal de n22 Educao Infantil em Aracaju Jos Garcez Vieira (1944-1970) junho/2006 39 SAVIANI, Dermeval. Breves Consideraes sobre Fontes para a n especial Histria da Educao agosto/2006 40- SANFELICE, Jos Luis. Histria , instituies escolares e gestores n especial educacionais 41 LIMA, Geraldo Gonalves de. agosto/2006 A Institucionalizao do Ensino n 23

Pblico em Patrocnio MG ( 1912-1930) : O Grupo Escolar Honorato set/2006 Borges 42- SILVA, Leandro Nunes da. O Grupo Escolar Antonio Padilha : Sua n 23 historiografia atravs de seus arquivos 43- GONZALES, Jorge Luiz Cammarano e SANDANO, Wilson. set/2006 A n23

escola em Sorocaba no Sculo XIX set/2006 44- BARROS, Fernanda. Lyceu de Goyaz : Equiparao ao Colgio de n 24 Dom Pedro II e incluso no universo do ensino secundrio brasileiro dez/2006

6

Quadro2 - Resenhas 1- GONALVES, Julio C. Repblica, Trabalho e Educao : A n 8 experincia do Instituto Joo Pinheiro (1909/1934) out/2002 2 -MILAN, Zeneide Gimenez. Recortes da Histria de Uma Universidade n 8 Pblica : O caso da Universidade Estadual de Maring out/2002 3- MARTINI, Lcio. Memrias : a luta pelo ensino pblico e gratuito n8 numa universidade particular: A PUC/SP out/2002 4- FURUKAWA, Marilda Marconi. Universidade de So Paulo Escola n8 de Engenharia de S.Carlos : os primeiros tempos (1948-1971) out/2002 5- FUNES, Antonio Jorge. A educao e os imigrantes italianos : Da n 8 Escola das Primeiras letras ao Grupo Escolar out/2002 6 - NASCIMENTO, Maria Isabel M. Primeira Histria da Educao Escolar na Regio do Contestado. Da Instruo das Primeiras Letras no n 9 Tempo do Imprio Conquista do Ensino Superior nos Anos Dourados de maro/2003 Nilson Thom. 7- BONFANTI, Maria Celina Barros Mercrio. Arquitetura e Educao : n21 organizao do especo e propostas pedaggicas dos Grupos Escolares mar/2006 Paulistas (1893/1971) 8-ANDRADE, Mara Leo de Campos. Palimpsestos : Fotografias da n21

Escola Normal da Praa (1889-1910) maro/2006 9- TRAVASSOS, Maria Lcia Galvo L. Vieram e Ensinaram : Colgio n21 Piracicabano , 120 anos maro/2006 10- SILVA, Ageu Peres da. Vida Cultural em Santa Maria: o caso da n21 Escola de Teatro Leopoldo Fres (1943-1983) maro/2006 11- GATTI, Jr., Contribuies para um rico e importante debate terico n24 metodolgico sobre a histria das instituies escolares Quadro 3 Resumos, Dissertaes e Teses 1- ANANIAS, Mauricia. As escolas para o povo em Campinas: origem, n 1 iderio, contexto 2 G.T. das Faculdades Integradas Catlicas de Palmas. do Paran 3- SOUZA, set/2000 Faculdades n9 maro/2003 dezembro/2006

Integradas de Palmas : a memria da educao superior na regio sudoeste Clia R. e VECHIA, Aricl 12- Faculdade de Filosofia n9

Cincias e Letras de Ponta Grossa Universidade Estadual de Ponta maro/2003

7

Grossa : 50 anos do Curso de Histria 4 - MURASSE, Celina Midori. A Educao Para a Ordem e o Progresso n10 junho/2003 do Brasil O Liceu de Artes e Ofcios do Rio de Janeiro (1856-1888) 5- ISA, Manoel. Com Dom Bosco e com os tempos: pesquisa histrico- n12 bibliogrfica contemplando os 50 anos da Escola Salesiana S.Jos, a dez/2003 servio da educao, luz da preventividade, do trabalho e da busca do conhecimento como princpios pedggicos: memria e profecia 6- MARTONIAK, Vera Lcia. A Escola Normal dos Campos Gerais : A n18 Atuao do Diretor Segundo Diretrizes do Estado junho/2005 7-VAZ, Fabiana Andria B. Formao de Professores no Paran A n18 junho/2005 Escola Normal Primria de Ponta Grossa (1924-1940) 8- AMORIM, Mrio Lopes, Da escola tcnica de Curitiba Escola n19 Tcnica Federal do Paran: Projeto de Formao de uma aristocracia do setembro/2005 trabalho ( 1942-1963) Mario Lopes Amorim 9 OTRANTO, Clia Regina. A Universidade Federal Rural do Rio de n19 Janeiro e a construo de sua autonomia setembro/2005 10- FERRAZ, Elen Cristina de Oliveira Ferreira Ferraz. Escola Municipal n21 de Primeiro Grau e Ensino Supletivo Matheus Maylasky : A maro/2006 municipalizao desejada 11- SCHIMIDT, Maria Amlia dos Reis. O Centro de Estudos de Lnguas n21 de Sorocaba: 1989 a 2003 maro/2006 12- CAMPOS, Jos Wilson Sanches. A gesto da Escola Municipal Dr. n21 Achilles de Almeida de 1951 a 1991 13-SILVA, Rozenilda MARIA DE Castro. maro/2006 Companhia de Aprendizes n21

Marinheiros do Piau ( 1874 a 1915): histria de uma instituio educativa maro/2006 14- CORDEIRO, Sonia Valdete Aparecida Lima. A Constituio da n 24 Escola Evanglica de Carambe: Uma Instituio Educacional da dez/2006 Imigrao Holandesa na Regio dos Campos Gerais PR Quadro 4 - Documentos 1- O regulamento da Casa de Educandas do Gro-Par(Sc.XIX) n1 set/2000 Anselmo Alencar Colares 2 Orientao de Monografias em Histria da Educao Regional Sandra n 1 A. Riscal set/2000 3- Relatrio Encaminhado ao Presidente da Provncia , por Diogo de n 8 Mendona Pinto em 24/11/1856 (Histria da Educao Escolar em out/2002 Sorocaba )

8

4- Relatrio da Escola Americana, SP 1887 produzido por Horace M. n17 Lane 5- Apresentao ao Relatrio da Escola Americana SP(1887) 6- Projeto Instituies Escolares nos Campos Gerais PR final do sculo XIX incio do XX - foto de alunos do Liceu dos Campos - foto de alunos do Grupo Escolar Senador Correia - foto da escola e de alunos da Escola Evanglica Luterana - foto de alunos e profa.do Grupo Escolar Senador Correia - foto de alunos e profa. Becker e Silva - foto do interior da sala de aula da Escola Regente Feij - fotos de objetos da poca (porta tinteiro,mata-borro de ferro,mquina de datilografia, porta carto, canetas de pena, porta papel, carta de mesa, e mata-borro. - foto de diploma entregue a aluno da Escola normal em 1959 7- Documentos da Constituio e Instalao da Colnia Alem Terra Nova - Lista de chamada de 1938 - Relatrio do lanamento da pedra fundamental da Igreja de Terra Nova - Relao dos Imigrantes , suas ocupaes e locais de origem - Relato da Vida do Sr. Walter Stegniam 8- Documento da Primeira Escola da Colnia de Terra Nova - Mapa da viagem dos imigrantes alemes para o Brasil ponto de partida e ponto de chegada. - Mapa poltico da Alemanha do Ps-Guerra - Carto postal exaltando as realizaes do Governo Vargas - Folheto de Propaganda para o carro nacional n 434 para o Ministro da Educao e Sade - Foto de vista da sede da Fazenda Garcs - Foto da Escola para Alguns Terrenos - Foto da Administrao da Colnia Terra Nova - Fotos da viagem para o Brasil ( brincadeiras,primeiros colonos) n18 - Telegrama de 16/02/1942 do Ministrio da Justia e Negcios Interiores jun/2005 n 18 jun/2005 n 18 jun/2005 maro/2005 n17 maro/2005

9

- Foto da Escola da Colnia Terra Nova e mais tarde sede do Clube 25 de Julho. 9- Ata da Primeira Reunio Pedaggica do Grupo Escolar Mecnico n21 Ferrovirio Sorocaba /sp realizada em 15/7/1937 10- Termo de Visita ao Grupo Escolar Mecnico Ferrovirio 1937 11- Academia Universal Arte e Profisso: 52 anos de ensino profissionalizante em Ponta Grossa - Licena de Funcionamento da Escola trabalhos,folhetos de propaganda, palestras,aulas de n 22 - 14 fotos do cotidiano da Escola , abrangendo formaturas,exposio de jun/2006 modelagem,pintura,artesanato, corte e costura e desfile em Ponta Grossa. Quadro 5 - Bibliografia Resenhada 1 - FARIA FILHO, Luciano Mendes de. Repblica, trabalho e educao: a experincia do Instituto Joo Pinheiro 1909/1934. Bragana Paulista: n 8 Editora da Universidade So Francisco, 2001. Por: Jlio C. Gonalves 2 - NOSELLA, Paolo e BUFFA, Esther.Universidade de So Paulo Escola de Engenharia de So Carlos Os primeiros tempos: 1948- n8 1971. So Carlos: UFSCar FAPESP, 2000. Por: Marilda Marconi Furukawa 3 - SHEEN, Maria Rosemary C. C.. Recortes da histria de uma universidade pblica. O caso da Universidade Estadual de Maring. n8 Maring: EDUEM, 2001. Por: Zeneide Gimenez Milan 4 - MIMESSE, Eliane. A educao e os imigrantes italianos: da escola das primeiras letras ao grupo escolar. So Caetano do Sul: Fundao n8 Pr-Memria, 2001. Por: Antonio Jorge Funes 5 - RIBEIRO, Maria Luiza S.. Memrias. A luta pelo ensino pblico e gratuito numa universidade particular a PUC/SP. Campinas: Autores n8 Associados, 2001. Por: Lcio Martini 6 - THOM, Nilson. Primeira Histria da Educao Escolar na Regio do Contestado. Da instruo das primeiras letras no tempo do Imprio n9 out/2002 out/2002 out/2002 out/2002 out/2002 maro/2006 n21 maro/2006

10

conquista do ensino superior nos anos dourados. Caador: UnC, 2002. Por: Maria Isabel M. Nascimento 7 - BUFFA, Esther e ALMEIDA PINTO,Gelson. Arquitetura e

mar/2003

Educao: Organizao do Espao e Propostas Pedaggicas dos n 21 Grupos Escolares Paulistas, 1893/1971. So Carlos: EDUFSCar/ mar/2006 INEP,2002. Por: Maria Celina Barros Mercrio Bonfanti 8 - CORRA, Roselnine Casanova. Vida Cultural em Santa Maria: O caso da Escola de Teatro Leopoldo Fres (1943-1983). Dissertao n 21 (Mestrado) . PUC Rio Grande do Sul. Porto Alegre RS,2003. Por: Ageu Pereira da Silva 9 - ELIAS,Beatriz Vicentini. ...Vieram e Ensinaram. Colgio Piracicabano, 120 anos. Piracicaba: Editora UNIMEP, 2001, 416 p. n 21 Por:Maria Lcia Galvo L.Travassos mar/2006 10 - OLIVEIRA, Mirtes Cristina Martins de. Palimpsestos: fotografias da Escola Normal da Praa( 1889-1910) Tese de Doutorado. Pontifcia n21 Universidade Catlica (PUC) So Paulo. So Paulo. 2002. 145p. Por: Mara Leo de Campos Andrade 11 MAGALHES, Justino Pereira de (2004). Tecendo Nexos: histria das instituies educativas. Bragana Paulista/SP. Editora Universitria n24 So Francisco Por: Dcio Gatti Jnior Quadro 6 Espao, Tempo e Instituies Artigo n 1 2- teoria* 3 4 5 6 Espaonacional Espao regional tempo local So Paulo SP 1930 Instituio estudada Instituto de Educao da USP- S.Paulo Distrito Federal 1889-1930 RJ PA Ituiutaba MG Maring PR 1884-1890 1939-1942 1856-1958 Esc.Profissional Feminina do Distrito Federal Colgio Americano-Par Colgio Santa TeresaItuiutaba- mg Escola Normal Maring de dez/2006 mar/2006 mar/2006

11

7 8

Campinas SP Americana SP

1953-2003 1962

Escola Salesiana S.JosCampinas Ginsio GEVA Escolas pblicas O Ginsio Comercial Estadual

Vocacional de Americana 9 10 11 teoria* 12 13 14 15 teoria* 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 Regio de Campos 1900 -1920 Gerais PR Bela Vista MS 1966 - 1975

Santo Afonso Uberaba MG 1903 -1916 Col. Marista Diocesano Regio do Alto do Sc. XIX e Instituies Confessionais Paraba MG Araguari MG Sc. XX 1931 - 1947 Colgio Sagrado Corao de Jesus Uberlndia MG Uberaba MG Sorocaba SP X X- Rio de Janeiro - RJ Planalto da Conquista Ponta Grossa PR Campos Gerais PR Sorocaba SP So Carlos 1929 -1950 1940 - 1966 1850 - 1880 Primeira Repblica Imprio brasileiro Escola Pblica Colgio SEPAM Escola Estadual de

Uberlndia Colgio Nossa Senhora das Dores Escolas pblicas

Colgio Pedro II

1850 - 1930 Escola pblica Sc. XVIII e Escola Normal de So incio do Carlos Cel. Francisco Garcia de Mococa I. E. Prof. Stlio Machado Loureiro Grupos escolares no MT Sc. XIX 1931 - 1936 1961 - 1976 1910 -1927

26 27 28

Mococa SP Birigui - SP MT

12

29 30

Sorocaba SP Sorocaba SP

1980 -1998 1701 -1840

CEFAM Sorocaba Curso de Ferrovirios da Estrada de Ferro Sorocabana Grupo Escolar Antonio Padilha. Carlos AugustoE.E.P.S.G Prof. Carlos Augusto de Camargo

31 32

Sorocaba Piedade- SP

1952 - 1990 1995

33

Alagoinhas BA

1940 - 1960

Col. Sacramento

Santssimo

34

Mariana MG

1909 -1926

Grupo Escolar de Mariana

35

Provncia de So 1835 - 1889 Paulo

Instituies escolares

36

Provncia do Paran

1854 -1889

Escolas primrias pblicas

37

Corumb MT

1956 - 1970

Escola Dom Bosco

38

Aracaj SE

1944 - 1970

Instituio Municipal de Educao Infantil : Jos Garcez Vieira

39 teoria*

40- teoria*

41 Grupo Escolar Honorato Patrocnio MG 1912-1930 Borges

13

42 Grupo Escolar Antonio Sorocaba SP 43 Sorocaba SP 44 Gois GO 1846-1976 Lyceu de Goyaz Obs.: Os artigos que se referem a teorias no foram classificados nesse item porque no se reportam a tempo, espao ou local definidos. Quadro 7 Referncias Bibliogrficas utilizadas* n de Autor Obra Histria e filosofia das instituies escolares. In: ARAJO, J. C. S. &; GATTI JNlOR, D.(orgs.). Novos temas em Histria da Educao Brasileira: instituies escolares e educao na imprensa. Campinas-Uberlndia: Autores AssociadosBUFFA, E. EDUFU, 2002, p.25-38. Histria e Histria da Educao: o debate tericometodolgico atual. Campinas: Autores Associados/ SAVIANE, D. (Org.). ALMEIDA, Alusio de GATTI JR, D. CARVALHO, M. M. C. de. ARAJO, J. C. S. &; GATTI JNIOR, D. HISTEDBR, 1998. Histria da instruo em Sorocaba. Piracicaba, SP: Shekinah.(1989) Reflexes Tericas sobre a Histria das Instituies Educacionais. cone-v. 6 n. 2 Jul./Dez. 2000 A escola e a Repblica. So Paulo: Brasiliense, 1988. Novos temas em Histria da Educao Brasileira: instituies escolares e educao na imprensa. Campinas-Uberlandia: Autores Associados7 7 10 9 9 8 11 citaes 1850-1920 Escolas Pblicas 1896-2006 Padilha

(orgs.). EDUFU, 2002, p. 39-64. LOMBARDI, J. C. (org.). Pesquisa em educao. Histria, Filosofia e Temas transversais. Campinas, SP: Autores Associados:

14

HISTEDBR; Caador, SC: UnC, 2000. Breve apontamento para a Histria das Instituies Educativas. In: SANFELICE, J. L. e outros (orgs.). Histria da Educao. Perspectivas para um intercmbio internacional. Campinas: MAGALHES, J. P. HISTEDBR/Autores Associados, 1999, pp. 67-72. HOBSBAWM, E. Histria. So Paulo, Companhia das Letras, 1998. MARX, Karl & ENGELS, A ideologia Alem. (Feuerbach) 2 tiragem. So Friedrich. Paulo: Martins Fontes, 2001. A Instruo e a Repblica: Cdigo Epitcio Pessoa 1911-1924. v. 3. Rio de Janeiro: Imprensa MOACYR, Primitivo Nacional, 1941. Histria da Educao Brasileira: novas abordagens de velhos objetivos. Teoria & Educao, Porto NUNES, C. TEIXEIRA, Ansio Spinola. Alegre, n. 6, p. 151-182, 1992. Educao um direito. So Paulo: Ed. Nacional, 1967. A produo da escola pblica contempornea. Campo Grande/Campinas: UFMS/Autores ALVES, G. L. Associados, 2001. Escavar e lembrar; o narrador; Teses sobre a filosofia da histria. In: Magia e Tcnica, arte e poltica: ensaios sobre a literatura e histria da cultura, obras escolhidas. So Paulo: Brasiliense, BENJAMIN, W. MORTATTI, Maria do Rosrio Longo. RIBEIRO, M. L. S. 1986. Entre o ideal e o usual: a didtica mnima, de Rafael Grisi. Revista Brasileira de Estudos Pedaggicos, Braslia, v. 82, n. 200/202, p. 15-25, set. 2003b. Histria da Educao Brasileira: a organizao escolar. So Paulo: Cortez e Moraes, 1978. Histria de instituies escolares: apontamentos preliminares. QUAESTIO: Revista de estudos de educao. V. 1 (Maio 1999) Sorocaba, SP: Uniso. SANFELICE, Jos Luis (1999) 5 5 5 5 5 6 6 6 7 6 6

15

Os sistemas escolares. In: PEREIRA, Luiz & FORACCHI, Marialice M. (orgs.). Educao e sociedade (leituras de sociologia da educao). 9ed AZEVEDO, F. AZZI, Riolando. So Paulo: Nacional, 1978. pp. 138-149. A vida religiosa no Brasil. Edies Paulinas: So Pulo: 1983. . Histria e Paradigmas Rivais. In: Domnios da Histria: ensaios de teoria e metodologia. Rio de CARDOSO, C.F DEWEY, John. FOUCAULT, M. FRIGOTTO, G. A LOPES, E. M. T e Janeiro: Campus, 1997. pp. 1-23 Democracia e educao. So Paulo: Editora Nacional, 1959. A ordem do discurso. Trad. Laura Fraga Almeida Sampaio. So Paulo: Loyola.1996. A produtividade da escola improdutiva. So Paulo: Cortez, 1993. Histria da Educao. In: [O que voc precisa saber 4 4 4 4 4 4 4 4

GALVO, A. M. O. sobre...]. Rio de Janeiro: DP&A, 2001. LOURENO FILHO, M. Introduo ao estudo da escola nova. So Paulo: B. Melhoramentos, 1978. Gnero, sexualidade e educao. Uma perspectiva ps-estruturalista. 2a. Ed. Petrpolis, RJ: Vozes, 1997. (Em co-edio com a Confederao Nacional LOURO, Guacira Lopes. MANOEL I. A NEILL, A. S . ROMANELLI, O. O. STEPHANOU, M.; BASTOS, M. H. C. (orgs.). VERSSIMO, J. dos Trabalhadores em Educao). Igreja e Educao Feminina (1859 - 1919): uma face do conservadorismo. So Paulo: UNESP.1996. Liberdade sem medo. So Paulo: Ibrasa, 1973. Histria da Educao no Brasil: 1930-1973. Petrpolis: Editora Vozes, 1978. Histrias e memrias da educao no Brasil. Sculo XIX. Petrpolis, RJ:Vozes, 2005. A educao da mulher brasileira. In: A educao Nacional. 3ed Porto Alegre: Mercado Aberto.1985. Cinqentenrio da Vice-Provncia de Campo Grande 1930-1980 o livro comemorativo do ano C.SS.R jubilar.

4 4 4 4

4 4

3

16

O Movimento operrio no Brasil (1877-1944). So CARONE, Edgar. CHARTIER, Roger. DURKHEIM, mile. FREIRE, Paulo. GRAMSCI, Antonio. Paulo: Difel, 1979. A histria cultural entre prticas e representaes. Lisboa: Difel, 1990. As regras do mtodo sociolgico. 2.ed. So Paulo: Abril Cultural, 1983. (Os Pensadores). Educao como prtica da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1974. Os intelectuais e a organizao da cultura. 5. ed. Rio de Janeiro: Civilizao Brasileira, 1985. Francisco Rangel Pestana: jornalista, poltico, educador. Tese de doutorado. So Paulo, FEUSP, HILSDORF, M. L. S. 1987. A cultura escolar como objeto histrico. Revista Brasileira de Histria da Educao, n 1. Campinas: JULIA, D. Autores Associados, 2001, pp. 09-43. O primeiro jardim de infncia de Sergipe: contribuio ao estudo da educao infantil (1932LEAL, Rita de Cssia Dias. MACHADO, Lucila Regina de Souza, Magda de Almeida Soares, Gaudncio Frigotto e outros. Trabalho e educao. Campinas: Papirus:Cedes; So Paulo: Ande: Anped, 1992. (apresent. e notas) Tranquilino Torres: O Municpio da Vitria. Vitria da Conquista: Museu Regional; MEDEIROS, Ruy H. UESB, 1996 (Col. Memria Conquistense); Contribuio pesquisa do ensino tcnico no documentais. Centro Paula Souza / SP: Imprensa Oficial, 2002. Por trs dos muros escolares: luzes e sombras na educao feminina (Colgio N. SRA. das Dores Uberaba, 1940-1966). Dissertao (Mestrado em Educao) - Programa de Ps-Graduao em 3 3 3 3 1942). So Cristvo (SE), 2004. (Dissertao de Mestrado). 3 3 3 3 3 3 3 3

MORAES, Carmen Sylvia Estado de So Paulo: inventrio de fontes V. e ALVES, Jlia F. (organizadoras). MOURA, G. F. M.

17

Educao, Universidade Federal de Uberlndia. PIAGET, Jean. ROGERS, Carl & STEVENS, B. 2002. A epistemologia gentica. Petrpolis: Vozes, 1973. Liberdade para aprender. Belo Horizonte: Interlivros, 1973. Interveno e consentimento. A poltica educacional do Banco Mundial. Campinas/So SILVA, M. A. Paulo: Autores Associados/FAPESP, 2002. Templos de civilizao: a implantao da escola primria graduada no estado de So Paulo (18901910). So Paulo: Fundao Editora da UNESP, SOUZA, Rosa Ftima de. 1998. Fim do mundo do fim: avaliao, preservao e descarte documental. In: FARIA FILHO, Luciano Mendes (Org.), (2000), Arquivos, fontes e novas tecnologias: questes para a histria da educao. VIDAL, Diana Gonalves Campinas, Autores Associados, p.31-43. 3 * Foram encontradas 614 referncias, mas foram arroladas apenas as citadas mais de trs vezes. No trabalho original encontram-se todas as referncias. CONCLUSO: Com base na produo encontrada, identificaram-se os espaos regionais que foram alvos dos trabalhos dos pesquisadores, sendo estes distribudos da seguinte forma: 01 instituio regio Norte, 03 regio Nordeste, 05 regio Sul, 28 regio Sudeste, 02 regio Centro-oeste. Com relao temporalidade o perodo em que houve o maior nmero de pesquisas corresponde aos anos compreendidos entre 1901 e 2006 com 25 trabalhos, 12 trabalhos referentes ao perodo de 1801 a 1900 e 02 trabalhos situados no perodo de 1701 a 1800. Confirma-se que a temtica que passou a receber a ateno da rea histria da educao a partir dos anos 1990, vem se consolidando. Para os mestrandos, autores da pesquisa, foi exercitada a prtica historiogrfica com o auxlio de bibliografia especfica. 3 3 3 3

18

Conclui-se que o tema de pesquisa histria de instituies escolares, tem sido objeto de ateno dos pesquisadores de diferentes regies do pas, que se voltam para os mais diversos tipos de instituies escolares, recorrendo a fontes de naturezas mltiplas e com referenciais tericos variados. Este levantamento preliminar necessita ainda de um aprofundamento, em especial no que diz respeito a uma maior clareza quanto aos referenciais tericos que os pesquisadores esto utilizando em suas pesquisas. Se foi possvel perceb-los como distintos entre si, ainda no se explicitou, de forma acentuada, seus pressupostos e categorias de anlise. A pesquisa, portanto, poder ter continuidade nesta direo. REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS MAGALHES, Justino Pereira de. Tecendo nexos. Histria das instituies educativas. Bragana Paulista, EDUSF, 2004. NOSELLA, Paolo; BUFFA, Ester. As pesquisas sobre instituies escolares: balano crtico. em: mar. 2006. SANFELICE, Jos Luis. Histria, instituies escolares e gestores educacionais. Revista Histedbr On-line, Campinas, n. especial, p. 20-27, ago 2006. SAVIANI, Demerval. Trabalho e educao: fundamentos ontolgicos e histricos. Revista Brasileira de Educao, v 12, n 34, p 152 a 165, jan./abr. 2007. SAVIANI, Demerval. Breves consideraes sobre fontes para a histria da educao.Revista Histedbr On-line, Campinas, n. especial, p 28 a 35, ago 2006. SAVIANI, Demerval. Instituies escolares: conceito, histria, historiografia e prticas.Cadernos de Histria da Educao, n. 4, p. 27 a 33, jan./dez. 2005. Disponvel em: http://www.histedbr.fae.unicamp.br/navegando/artigos_frames/artigo_088.html. Acesso