m. cecília c. baranauskas instituto de computaçã de usabilidade como conduzir um teste de...

Download M. Cecília C. Baranauskas Instituto de Computaçã de usabilidade Como conduzir um teste de usabilidade

Post on 14-Feb-2019

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Avaliao de Usabilidade

Inspeo Heurstica

M. Ceclia C. BaranauskasInstituto de Computao

2

Roteiro

Avaliao e inspeo Inspeo de usabilidade

O que avaliao heurstica Como conduzir uma avaliao heurstica

Heursticas de Usabilidade Heursticas Bsicas e Especficas

Testes de usabilidade Como conduzir um teste de usabilidade

3

Porque avaliar usabilidade?

Fazendo o produto

Melhores produtos por ver o que funciona aprender sobre os usurios

Sem reparos desnecessrios

Benefcios em mercados mais competitivos

A must (ISO-9241)?

Comprando o produto

Informao de 1a. mo sobre qualidade do produto

Problemas de usabilidade podem sair caros Treinamento (desnecessrio)

caro Carga de trabalho fica maior Custo de um pequeno

problema de usabilidade em uma intranet pode ser alto

4

Mtodos de Avaliao

Concept, models

Prototypes

Without users

- Task analysis

- User analysis

- Scenarios

- Heuristic evaluation

- Cognitive walkthrough

- GOMS(s)

With the users

- Interviews

- Pluralistic usability walkthrough

- Scenarios, acting out

- Participatory

development

- Co-operative heuristic evaluation

- Pluralistic usability

walkthrough

- Usability test(s)

Cost of repairingMenetelmkuvauksia: http://www.lboro.ac.uk/research/husat/eusc/index_g_methods.html

5

Mtodos para inspeo de Usabilidade (1)

Avaliao HeursticaMtodo informal que envolve experts que julgam se o sistemasegue princpios estabelecidos de usabilidade (chamadosheursticas).

Percurso CognitivoMtodo de reviso onde avaliadores expert constremcenrios de tarefas e fazem o papel de um usuriotrabalhando com a interface.

Inspeo Formal de UsabilidadeAdapta mtodo de inspeo de software para inspeo de usabilidade. Inspetores passam pelo design e relatam todosos defeitos encontrados. Pode ser combinado com PercursoCognitivo.

6

Mtodos para inspeo de usabilidade (2)

Percurso PluralsticoEncontros onde usurios, desenvolvedores e experts emusabilidade passeiam por um cenrio de tarefa, discutindo e avaliando cada elemento de interao.

Inspeo de Features

Analisa somente o conjunto de features usado para realizartarefas tpicas, ex. Checagens por seqncias longas, passosque no seriam naturais para o usurio tentar, passos queexigem conhecimento especfico, etc.

Inspeo de Consistncia

Compara consistncia entre vrios produtosInspeo de padres

Checa certos padres, ex. Acessibilidade, ISO.

7

Mtodos Heursticos

Procedimento

Caractersticas do sist. so comparadas com heuristic guidelines

Uma lista de incompabilidades coletada

Ex. Nielsen -93, Usability engineering.

Resultados

Detalhes onde design difere da guideline

Facilidade de aprendizado, affordance, consistncia.

Tambm problemas menos graves

Heuristic evaluation: http://www.useit.com/papers/heuristic/

8

Avaliao Heuristica: passo 1

Definir heursticas de usabilidade

Derivadas de princpios bsicos de usabilidade,

Mais adaptaes a um produto especfico: Guidelines de Design / Pesquisa de Mercado Documentos de Requisitos / Anlise de Tarefas

Conjuntos diferentes de heuristicas: Web usability, ex. (Instone, 1997; Nielsen & Tahir, 2002; Priece et

al., 2002) On-line communities, ex. (Priece et al., 2002) Xerox System Checklist (Pierotty, 1995)

9

Avaliao Heurstica: passo 2

Selecionar time de avaliao

Quantos avaliadores? (Nielsen, 1994)

Linha: avaliadores (19)

Coluna: problemas encontrados (16)

10

Avaliao Heurstica: passo 2

Selecionar time de avaliao

Quantos avaliadores? (Nielsen, 1994)

11

Avaliao Heuristica: passo 2

Seleo de time de avaliao

3-5 evaluators (Nielsen, 1994)

Nmero timo de avaliadores=4 Benefcios = 62 x o custo

12

Avaliao Heuristica: passo 3

Compilar material sobre o sistema

Anlise da Audincia

Especificao do Sistema

Tarefas do Usurio

Cenrios de Casos de Uso

13

Avaliao Heurstica: passo 4

Inspeo dos avaliadores

Sumrio da Sesso

Inspeo Individual 1-2 horas, independentemente Procurar problemas de usabilidade que o avaliador

encontra, bem como que um novato poderia encontrar, trabalhar em um conjunto de cenrios

Passar pelo menos 2 vezes pelas tarefas Tomar notas

Fecho

14

Avaliao Heuristica: passo 5

Feedback dos avaliadores

Notas tomadas durante a inspeo

Pensar-alto durante a inspeo

Entrevista gravada

Relatrio Estruturado de Usabilidade

Sumrio de todos os problemas de usabilidadeencontrados

Heursticas violadas por esses problemas Idias de como corrigir os problemas

15

Graus de Severidade para os problemas de usabilidade

0 no concordo que seja um problema de usabilidade

1 problema cosmtico corrigir se houver tempo extra

2 problema pequeno baixa prioridade na correo

3 problema grave alta prioridade na correo 4 problema catastrfico correo obrigatria

para entrega do produto

16

10 Regras Heursticas Visibilidade do estado do sistema Consistncia entre sistema e mundo real Controle do usurio e liberdade Consistncia com padres Preveno de erros Reconhecimento em vez de lembrana Flexibilidade e eficincia de uso Esttica e design minimalista Ajuda a reconhecer, diagnosticar, e recuperar de

erros Help e documentao

Instone 1997: http://webreview.com/97/10/10/usability/sidebar.html

17

10. Help and documentation Mesmo que seja desejvel poder utilizar o

sistema sem recorrer documentao, necessrio prover help e documentao.

A informao deve ser fcil de buscar, focada natarefa do usurio, listar passos concretos e noser muito extensa.

Pequenas ajudas todo o tempo H documentao sempre que necessria? H ajuda para um problema especfico? qual o

significado deste campo?; como fao? O help e a documentao so escritos em linguagem

plena e adequada?

18

9. Ajuda a reconhecer, diagnosticar e recuperar de erros

Mensagens de erro devem ser expressas em linguagemplena (sem cdigos), indicar precisamente o problema e sugerir construtivamente uma soluo. O usurio ser capaz de notar que h um erro por mal-entendido? O usurio ser capaz de distinguir tipos diferentes de erro? As mensagens de erro so escritas em linguagem simples e plena? O usurio pode ver o guia de correo e a situao onde o erro

ocorreu ao mesmo tempo? O usurio ser capaz de evitar a situao errnea em uso futuro?

19

8. Esttica e design minimalista

Dilogos no devem conter informao que irrelevante ou raramente necessria. Toda unidade de informao extra em um dilogocompete com unidades de informao relevantee diminui sua visibilidade relativa.

Especialmente esttica WWW-form minimalista? Esttica na perpectiva do usurio?

20

7. Flexibilidade e eficincia de uso

Aceleradores no vistos pelo novato podem aumentar a velocidade de interao para o expert de modo que o sistema pode atender ambos usurios experientes e inexperientes. Permite ao usurio customizar aes freqentes? As funes e caminhos importantes esto sempre disponveis? (e

indisponveis qdo podem conduzir a problemas srios)? Independente da verso do sftw, velocidade e tipo de conexo,

experincia do usurio com um sftw especfico ou limitaes fsicas, como dificuldades de viso e ou habilidades motoras?

possvel fazer personalizao? A funo para personalizao fcil de usar?

As pginas so visiveis para motores de busca?

21

6. Reconhecimento em vez de lembrana

Tornar objetos, aes e opes visveis. O usurio no deve ter que lembrar informaode uma parte do dilogo em outra. Instruespara uso do sistema devem estar visveis oufacilmente recuperveis sempre queapropriado.

O usurio no deve ter que lembrar Seu/sua entrada anterior Alguma coisa mostrada algumas telas antes mquina, organizao ou gerao randmica

22

5. Preveno de Erros

Melhor que boas mensagens de erro, um design cuidadoso que previne a ocorrncia de um problema.

Os campos obrigatrios esto indicados? H valor default ou forma sinttica (formulrios) de

entrada? H algum tipo de feedback para aes, disponvel

instantaneamente? As mensagens de erro e guias esto escritos de

maneira a evitar (novos) erros?

23

4. Consistncia e padres Usurios no devem ter que imaginar se

diferentes palavras, situaes, ou aessignificam a mesma coisa. Seguir convenes de plataforma.

O sistema consistente com Ele prprio? Outros servios importantes ao usurio ou tarefa

em mos? Com outros servios (aplicao Web com outras

aplicaes?)

Estilo

24

3. Controle do usurio e liberdade

Usurios freqentemente escolhem funes por engano e precisam de "emergency exit" para sair do estadoindesejvel sem ter que passar por um dilogo extenso.

undo and redo.

A navegao baseada na tarefa ou site (file-)structure?

Web: A home page e a maioria das sub-pages sofacilmente e claramente acessadas?

O sistema abre desnecessariamente novas janelas? O sistema alimenta vdeo ou voz sem o controle do usurio?

http://www.uiah.fi/mediastudio/survey4/liitea1.html

25