migra§µes, nacionalismo e xenofobia

Download Migra§µes, nacionalismo e xenofobia

Post on 21-Jan-2018

286 views

Category:

Education

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  1. 1. MIGRAES, NACIONALISMO E XENOFOBIA Professor Herbert Galeno www.youtube.com.br/herbertmiguel www.youtube.com.br/professorherbertgaleno www.herbertgaleno.blogspot.com.br
  2. 2. AS MIGRAES Migrar o ato de deslocar de um local para outro com fins de fixar ou no residncia. Atualmente as migraes so estimuladas pela tecnologia e pela necessidade econmica de obteno de lucros. Conceito: As migraes humanas tiveram lugar em todos os tempos e numa variedade de circunstncias. Tm sido, tribais, nacionais, internacionais, de classes ou individuais. As suas causas tm sido polticas, econmicas, religiosas, tnicas ou por mero amor aventura.
  3. 3. AS MIGRAES NO MUNDO CONTEMPORNEO O final do sculo XX trouxe o novo milnio caracterizado por uma viso mundial sobre a economia e a sociedade. Apesar dos movimentos sociais pedirem mais liberdade e participao social o mundo vive com fortes lembranas das atrocidades cometidas em Auschwitz, em Hiroshima, nos Gulags, nas ditaduras militares na depredao do Meio Ambiente e no empobrecimento dos povos do Sul.
  4. 4. ENTENDENDO O MEDO DA SOCIEDADE Auschwitz - Holocausto Alm dos Judeus outros grupos tnicos no-arianos, como os ciganos e eslavos. Outras categorias como aleijados, homossexuais e inimigos polticos (comunistas, anarquistas, testemunhas de jeov, etc...) tambm acabaram em campos de concentrao. Dormitrio coletivo de judeus em campo de concentrao polons, 1943. Crianas ciganas em estgio avanado de desnutrio. Elas foram usadas como cobaias em experimentos mdicos em Auschwitz, Polnia, 1943.
  5. 5. TREM LOTADO DE JUDEUS A CAMINHO DE AUSCHWITZ, 1942. Os judeus eram foram forados a habitar regies segregadas (os chamados guetos) onde faltava tudo, desde moradias suficientes at alimentao e ofertas de trabalho. Quando o conflito mostrou maiores dificuldades para a vitria nazista, entrava em cena a chamada Soluo Final: prisioneiros eram levados para campos de extermnio, verdadeiras "fbricas de morte" movidas a envenenamento com um gs pesticida chamado Zyklon B.
  6. 6. HIROSHIMA - 1945
  7. 7. O GULAG Era um sistema de campos de trabalhos forados para criminosos, presos polticos e qualquer cidado em geral que se opusera ao regime da URSS.
  8. 8. DITADURAS MILITARES
  9. 9. PROBLEMAS AMBIENTAIS E O EMPOBRECIMENTO DO SUL
  10. 10. O QUE ESSAS IMAGENS GERAM NO INCONSCIENTE DA POPULAO? PESSIMISMO E DESILUSO SOBRE AS PERSPECTIVAS FUTURAS
  11. 11. A CONJUNTURAL POLTICA INTERNACIONAL COLABORAVA PARA A EXISTNCIA DESSE SENTIMENTO J QUE O SOCIALISMO REAL PUSERA FIM UTOPIA DE UMA SOCIEDADE JUSTA E SEM DESIGUALDADES.
  12. 12. A SEGURANA Nessa conjuntural, agravada pelos atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos, as migraes que no passado eram vistas como cooperao agora eram tidas como fonte de terrorismo, ameaa ao emprego e segurana dos Estados
  13. 13. MIGRAES INTERNACIONAIS De acordo com dados do World Economic and Social Survey, 175 milhes de pessoas vivem fora do pas em que nasceram (1 em cada 35 migrante). Destes 43,8 milhes vivem na sia; 40,8 milhes, EUA e Canad; 32,8 milhes, Europa Ocidental; 29,5 milhes, ex- URSS; 16,3 milhes, frica; 5,9 e 5,8 milhes, Amrica Latina e Oceania respectivamente.
  14. 14. De acordo com a ONU, so pases considerados de emigrao: Mxico, Cuba, Bolvia, Colmbia, Bulgria, Polnia, Bangladesh e ndia. So pases considerados de imigrao: EUA, Frana, Canad, Sucia, Israel, Austrlia e Costa do Marfim. MIGRAES INTERNACIONAIS
  15. 15. MIGRAES NA AMRICA LATINA De acordo com dados da Cepal, a maioria da populao migrante presente na Amrica Latina (58,7%) oriunda da prpria Amrica Latina. Aumento: 1980 (36,9%), 1990 (48,8%). Dentre as razes para o aumento esto: A identidade cultural entre os muito pases; As razes histricas comuns Complementaridade dos mercados de trabalho; O fim de correntes migratrias de outros continentes;
  16. 16. O PROBLEMA DOS REFUGIADOS Muitos so os motivos das migraes internacionais e dos refugiados, motivos tnicos, polticos, econmicos ou de ordem natural (catstrofes);
  17. 17. O PROBLEMA DOS REFUGIADOS Em muitos pases latino americanos, asiticos e africanos ocorrem violao dos direitos humanos o motiva as migraes e contribuindo para a existncia de excludos e refugiados.
  18. 18. RESTRIO NAS POLTICAS MIGRATRIAS A intensificao dos fluxos migratrios internacionais nas ltimas dcadas provocou o aumento do nmero de pases com polticas migratrias restritivas. Medo de uma onda migratria sem controle Risco de desemprego para a populao local Perda de identidade nacional Espetro do terrorismo Os principais motivos so:
  19. 19. TRFICO HUMANO MIGRAO CLANDESTINA Por consequncia das polticas migratrias as migraes clandestinas tem se tornado muito comum e tambm um grave problemas para os pases, haja vista que os migrantes vivem em situao de vulnerabilidade, no podem gozar de assistncia de sade entre outros direitos. Tudo isso com medo de serem descobertos e expulsos. Algumas migraes so para fins de explorao sexual, trabalho ou servios forados, escravatura ou prticas voltadas para a escravido, servido ou remoo de rgos, entre outros ...
  20. 20. As migraes so fontes de inovaes e transformaes. Elas podem gerar solidariedade ou discriminao, encontros ou conflitos, acolhida ou excluso, dilogo ou fundamentalismo.
  21. 21. NACIONALISMO O nacionalismo um sentimento de individualidade, marcado pela aproximao e identificao com uma nao, mais precisamente com um ponto de vista ideolgico. No se pode confundir com patriotismo (manifestao de amor aos smbolos do estado). O nacionalismo se apresenta como smbolo de defesa do interesse do estado ou nao na sua preservao enquanto entidade. Na idade mdia surgiu como ideologia revolucionria, contrria aos interesses dos nobres e do domnio da igreja catlica
  22. 22. EXEMPLOS DE NACIONALISMO QUE MARCARAM O MUNDO Nazismo Fascismo
  23. 23. EXEMPLOS DE NACIONALISMO QUE MARCARAM O MUNDO Estado Novo - Brasil Socialismo sovitico
  24. 24. XENOFOBIA um tipo de nacionalismo exagerado, que repele os que se apresentam diferentes, podendo assumir vrios tipos de averso. tambm um termo usado para denominar um transtorno psiquitrico que gera um medo excessivo, sem controle algum, ao que desconhecido, a objetos ou pessoas. Esse conceito tambm se aplica a qualquer discriminao de ordem racial, grupal (grupos minoritrios) ou cultural.
  25. 25. A distncia cada vez maior entre os pases pobres e ricos vem estimulando as migraes em nvel internacional
  26. 26. Muro entre o Mxico e os Estados Unidos
  27. 27. Muro na cidade de Ceuta - Espanha
  28. 28. Xenofobia Aos imigrantes atribuda a culpa pelo aumento do desemprego, da criminalidade, da prostituio, do trfico de drogas, etc ... O alvo so nem sempre so os negros, os judeus e os homossexuais, mas sim, todos os povos dos pases do Sul.