plano de educação ambiental, através de comunicação social ...· plano de educação ambiental

Download Plano de Educação Ambiental, através de Comunicação Social ...· Plano de Educação Ambiental

Post on 08-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1/16

    Plano de Educao Ambiental, atravs de Comunicao Social e Mobilizao Pblica no

    mbito do Projeto Viva Cidade

    Agosto, 2010

  • Plano de Educao Ambiental Atravs da Comunicao Social e Mobilizao Pblica no mbito do Projeto Viva Cidade 2/16

    2/16

    2/18

    ndice

    1. Descrio da Situao ............................................................................................ 3

    2. Objetivo do Plano ................................................................................................... 7

    3. Dificuldades e Oportunidades ............................................................................... 7

    4. Mensagens e Contedos dos Produtos de Comunicao ................................ 10

    5. Pblicos-Alvo ........................................................................................................ 11

    6. Como Comunicar .................................................................................................. 13

    7. Como Avaliar......................................................................................................... 16

    8. Cronograma .......................................................................................................... 16

  • Plano de Educao Ambiental Atravs da Comunicao Social e Mobilizao Pblica no mbito do Projeto Viva Cidade 3/16

    3/16

    3/18

    Plano Emergencial de Comunicao para o Morro Alto

    Obras pblicas em reas urbanas geralmente afetam a rotina das pessoas durante sua realizao. Para que sejam entendidas e, idealmente, tenham apoio popular necessrio um esforo de comunicao que explique a necessidade dos trabalhos, seus benefcios, impactos e aes mitigadoras de transtornos temporrios.

    Alm disso, obras como as do Morro Alto, importantes para a comunidade onde se realizam, mas com benefcios para a cidade com um todo, tambm podem trazer em si mesmas forte carga emocional para os que tero suas rotinas impactadas negativamente, ainda que temporariamente, e podem ser objeto de interpretaes controversas.

    Para lidar com as situaes relacionadas s obras do Morro Alto, no contexto do Projeto Viva Cidade, necessria uma estratgia de comunicao. Este Plano Emergencial de Comunicao, no previsto originalmente no Edital e nem na proposta do Consrcio, pretende responder s questes levantadas pela SECOM e UCP quanto ao desafio de comunicao que essas obras representam. Este Plano Emergencial de Comunicao , pois, uma contribuio do Consrcio estratgia de comunicao a ser elaborada e executada pela Prefeitura para as obras do Morro Alto, constituindo-se no terceiro produto contratual.

    1. DESCRIO DA SITUAO

    As obras na sub-bacia do Morro Alto ocorrero, mais especificamente, na parte do rio Morro Alto que margeia a Rua Timb entre as Ruas Presidente Campos Sales e Blumenau.

    Esto previstas as seguintes obras:

    Reconstruo de cinco pontes:

    na Rua Cricima;

    na Rua dos Atletas;

    na Rua Orleans;

    na Rua Presidente Castelo Branco;

    na Rua Presidente Costa e Silva.

  • Plano de Educao Ambiental Atravs da Comunicao Social e Mobilizao Pblica no mbito do Projeto Viva Cidade 4/16

    4/16

    4/18

    Construo de duas galerias

    na Rua Timb (da rua Presidente Costa e Silva at quase Blumenau);

    no encontro da Rua Timb com a Marques de Olinda (formando um L).

    Desassoreamento do Rio Morro Alto (entre as ruas Cricima e Presidente Costa e Silva)

    Pavimentao e arborizao da Rua Timb (entre as ruas Presidente Campos Sales e Blumenau)

    A regio na qual as intervenes ocorrero caracterizada, e percebida na cidade, como uma rea residencial de classe mdia alta e alta. As obras no Morro Alto so as nicas obras de macrodrenagem no mbito do Projeto Viva Cidade, significando que a vizinhana mais abastada de Joinville ser a nica, pelo menos nesta fase do Projeto, a se beneficiar do investimento pblico em medidas de controle de inundaes. A possvel percepo de falta de equidade um desafio de comunicao e uma questo que influenciou a elaborao desta sugesto de Plano.

    Tipicamente, as obras de macrodrenagem vo significar barulho de operrios e mquinas, poeira e lama, que causaro incmodos vizinhana que costuma ser bastante silenciosa e limpa.

    As obras tambm tero impactos negativos temporrios no trfego.

    O acesso por veculo ser possivelmente inviabilizado s Ruas Cricima, do Atleta e Presidente Castelo Branco ao longo das obras destas pontes, uma vez que tais ruas so sem sada, conforme Figura 1-1. Isto tambm acontecer com as casas que possuem pontes para acesso, como aparece nas Fotos 1 e 2.

  • Plano de Educao Ambiental Atravs da Comunicao Social e Mobilizao Pblica no mbito do Projeto Viva Cidade

    5/18

    FIGURA 1-1: MAPA DAS RUAS ONDE ACONTECERO AS OBRAS

  • Plano de Educao Ambiental Atravs da Comunicao Social e Mobilizao Pblica no mbito do Projeto Viva Cidade 6/16

    6/16

    6/18

    Foto 1: Ponte de acesso de casa Foto 2: Entrada de casa sobre o rio Morro Alto

    No que diz respeito ao trnsito em geral, a pavimentao da Rua Timb causar a interrupo ou obstruo temporria dos cruzamentos desta com as Ruas Marques de Olinda e Blumenau, que so vias importantes de Joinville no eixo norte-sul da cidade. Ademais, a Rua Timb tambm corta a Rua Campos Salles que, embora seja relativamente curta, muito movimentada, por conectar duas ruas relevantes no eixo leste- oeste, que so a XV de Novembro e a Benjamim Constant. O mesmo tipo de transtorno acontecer neste cruzamento, o que poder gerar impactos no trnsito de toda a regio central de Joinville.

    Atualmente a Rua Timb funciona como rota de fuga dos congestionamentos da rua paralela, Max Colin. Por mais que as obras sejam planejadas para no acontecerem todas simultaneamente, o trfego no trecho de obras da Rua Timb ter que diminuir, gerando, consequentemente, mais trnsito na Rua Max Colin, que hoje em dia tem mo dupla, sendo apenas uma pista por direo.

    Quando finalizadas, as obras resultaro em impactos positivos socioambientais e econmicos. O entorno imediato das obras se beneficiar com o controle das inundaes na rea, atravs da drenagem. Por outro lado, a cidade como um todo ser contemplada no que diz respeito mobilidade.

    Isto porque as obras de drenagem viabilizaro a implantao do binrio nas Ruas Max Colin e Timb. O fato destas acontecerem na regio central da cidade, que conecta reas residenciais e industriais, possibilitar uma circulao mais eficiente na cidade. Assim, os cidados necessitaro de menos tempo para transitarem pelo centro de Joinville.

  • Plano de Educao Ambiental Atravs da Comunicao Social e Mobilizao Pblica no mbito do Projeto Viva Cidade 7/16

    7/16

    7/18

    2. OBJETIVO DO PLANO

    Uma estratgia de comunicao para um projeto de obras necessita identificar e definir os produtos, mecanismos e aes de comunicao social que juntos obtenham apoio da populao s intervenes necessrias para a efetivao das obras. Tais produtos, mecanismos e aes, alm de escutar a populao afetada pelas obras, tambm do informao ao(s) pblico(s) de modo a ampliar seu grau de conhecimento e compreenso sobre transtornos resultantes das obras, sua importncia e benefcios esperados.

    Os objetivos gerais deste Plano so os de informar e ouvir a populao para obter sua compreenso quanto necessidade das obras de macrodrenagem do Morro Alto e seu apoio a tais obras, tendo em vista o benefcio futuro no s para o bairro, mas cidade como um todo.

    Para tal, o Plano busca estabelecer canais de comunicao diretos entre a sociedade de Joinville e a Prefeitura, de modo a esclarecer a populao joinvillense sobre:

    Importncia das obras e o cronograma de execuo;

    ocorrncia de possveis transtornos ao longo do processo;

    impactos positivos no bairro e em outras reas urbanas da cidade decorrentes das obras;

    a forma adequada de convivncia com as obras de macrodrenagem a fim de se evitar acidentes.

    Como um objetivo secundrio, est a orientao quanto s condutas da segurana de trabalho adotadas pela Prefeitura e empreiteira contratada para o pblico interno, isto , operrios da obra. O comportamento e aes dos funcionrios tambm so elementos de comunicao, sendo importante que eles entendam suas responsabilidades e percebam a importncia de sua contribuio para a manuteno de um ambiente de trabalho seguro.

    Por estarem em contato direto com o pblico transeunte, os trabalhadores das obras sero comunicadores e embaixadores da obra. Sendo importante que haja um fluxo de comunicao eficaz entre estes, a empreiteira e a Prefeitura.

    3. DIFICULDADES E OPORTUNIDADES

    As obras do Morro Alto, o espao geogrfico-social-econmico onde ocorrem, seus benefcios a longo prazo, impactos negativos temporrios e os recursos disponveis para a comunicao trazem em si mesmos oportunidades e

  • Plano de Educao Ambiental Atravs da Comunicao Social e Mobilizao Pblica no mbito do Projeto Viva Cidade 8/16

    8/16

    8/18

    dificuldades para por em prtica o plano de comunicao estratgica a ser elaborado e executado para as obras do Morro Alto.

    Uma grande oportunidade para a comunicao destas obras se apresenta na concentrao de comrcios e servios na Rua Max Colin, que a primeira rua paralela Rua Timb. Nesta rua encontram-se restaurantes, padarias, salo de beleza, casa lotrica. Estes locais, por serem muito freqentados - muitos moradores do entorno, mas tambm pessoas de outros bairros que podem ser afetadas pelas obras em decorrncia do impacto no trnsito so possveis pontos para distribuio de material informativo impresso sobre as obras. Alguns exemplos de locais que poderiam ser contatados, que j foram sondados durante as entrevistas do Diagnstico das Aes em anda

Recommended

View more >