pontifícia universidade católica de são paulo puc-sp de...

Click here to load reader

Post on 04-Oct-2020

1 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE

    SÃO PAULO

    PUC-SP

    Ludmila de Almeida Castanheira

    A performance como ação midiática: os (não) limites entre arte e

    comunicação.

    MESTRADO EM COMUNICAÇÃO E SEMIÓTICA

    SÃO PAULO

    2011

  • Ludmila de Almeida Castanheira

    A performance como ação midiática: os (não) limites entre arte e

    comunicação

    MESTRADO EM COMUNICAÇÃO E SEMIÓTICA

    Tese apresentada à Banca Examinadora da

    Pontifícia Universidade Católica de São Paulo,

    como exigência parcial para obtenção do título

    de Mestre em Comunicação e Semiótica sob a

    orientação da Prof ª. Doutora Christine

    Greiner.

    SÃO PAULO

    2011

  • Banca Examinadora

    _______________________

    _______________________

    ________________________

  • A performance como ação midiática: os (não) limites entre arte e comunicação

    L u

    d m

    ila C

    astan h

    eira

    Orientação: Christine Greiner

    Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

    2011

    Programa de Estudos Pós- Graduados em Comunicação e Semiótica

  • Para Pagú e Cartola, companheiros silentes.

    I

  • A meu pai, José Carlos, e à minha mãe, Rosilda,

    por, desde sempre, fazerem de mim um bicho

    inquieto.

    À Tia Lu e à Tia Cláudia, por todo cuidado e mimo

    de que os Castanheira são capazes. À Tia Célia,

    por acompanhar tudo, mesmo de longe, e rezar

    sempre.

    Á Dona Nilva e a “Seu” Artêmio, por fazerem

    muito mais do que lhes cabia.

    À Alexandre Ficagna, pela grandeza de manter os

    dois pés colados à terra e, ainda assim, respeitar

    minha flanada.

    Ao Guigo, Lorde Velho, com cuja sensibilidade e

    sabedoria eu tenho me beneficiado. Por ser o maior

    e mais teimoso coração que já encontrei.

    Á Thái, por nunca se conformar com o que está

    posto e, assim, me fazer repensar as coisas mais

    simples.

    Ao Banderas, meu “fiínho” por sua disponibilidade

    infinita.

    Ao Flávio, Padrinho, por me deixar olhar de perto,

    mesmo correndo o risco de estragar tudo no

    processo de dissecação. Pelas gargalhadas, e pelo

    sotaque que carrega a brisa do mar de Alagoas.

    Mais uma vez, a Guigo, Thái, Banderas e Flávio,

    por serem os melhores companheiros de sandices

    esdrúxulas. Sua amizade, discórdia e afeto fazem

    dos Festivais de Apartamento, antes de tudo, as

    noites mais divertidas e prazerosas.

    A todos os performers que participaram dos

    Festivais de Apartamento, e em especial àqueles

    que, por algum motivo, não puderam estar

    conosco. Aos anfitriões, que abriram suas casas

    para o desconhecido.

    Ao professor Renato Ferracini, por me iniciar no

    mundo das incertezas.

    Ao professor Cassiano Quillici, por me contar que

    numa universidade assim, havia uma linha de

    pesquisa assim, com uma professora assim,

    justinho com o meu projeto.

    Á Cassi (minha Cassilda) pelas muitas portas

    abertas, mas, mais ainda, por falar e permitir que

    eu me ouça em suas palavras. Por ser tão

    sinceramente Capricorniana.

    À Dani, pelos socorros.

    Ao Rafa Curci, pela paternidade postiça, mas não

    menos adorável.

    Ao Patrick, o puto semiótico, e ao Bu, que é lindo.

    Ambos, também, pelos cabeções fofos que são.

    02

    II

  • Ao João de Ricardo, pela loucura potente.

    A Rogério Lopes, pelo exercício da leveza.

    A Rodrigo Scalari, pela partilha.

    Ao Du, pelas diversas acolhidas na selva de

    pedras.

    Ao Sechi e ao Thiago, por terem começado.

    À Amanda, Raquel, Mônica, Andréia, Marcinha e

    Manoelle, minhas colegas de Departamento. Pelos

    almoços, cafés, cigarros e sobremesas sempre

    reconfortantes.

    À Helena Katz, por ser um delicado e generoso

    detonador de idéias, e à Wânia Storolli, pela

    leitura atenta.

    À minha orientadora, Christine Greiner, pela

    dedicação, discussões, e perguntas que me fizeram

    chegar a associações que eu não faria sozinha.

    À Cida, pela paciência.

    A Marcos Gallon, pela entrevista cedida.

    Ao CNPq, por possibilitar a realização dessa

    pesquisa.

    III

  • Índice

  • Índice ....................................................................IV

    Resumo ..................................................................V

    Abstract ................................................................VI

    Breve nota sobre a organização da dissertação....VII

    Introdução..............................................................01

    1.Festivais de Apartamento.................................. 05

    I Festival de Apartamento Sechiisland .................08

    II Festival de Apartamento Sechiisland ................10

    III Festival de Apartamento Península Dran ........11

    IV Festival de Apartamento Sechiisland (em

    Campinas) .............................................................12

    V Festival de Apartamento São Paulo/ Ipiranga...15

    VI Festival de Apartamento Barão Geraldo/

    Campinas ..............................................................18

    VII Festival de Apartamento São José do Rio

    Preto.......................................................................20

    2.Estranho, um cara comum .................................23

    2.1 Trajetória ........................................................25

    2.2 Estranhas ações ...............................................27

    2.3 A performance como ação midiática ..............30

    Conclusão .............................................................33

    Bibliografia ...........................................................36

    Anexo I : Entrevista com Marcos Gallon..............40

    Anexo II: Entrevista com Marina Abramovic

    ...............................................................................43

    Anexo III : Marina em outros cadernos ...............52

    Anexo IV: Relato do performer Flávio Rabelo,

    durante uma das ações “Estranho, um cara

    comum...................................................................58

    Anexo V: Plantas com descrições de algumas ações

    dos Festivais de Apartamento ...............................69

    IV

  • Resumo

  • Resumo: O objetivo desta dissertação de mestrado

    é analisar a relação cada vez mais estreita entre a

    chamada performance art e os fenômenos

    comunicacionais. Em alguns exemplos que fazem

    parte do corpus da pesquisa – como o Festival de

    Apartamento e a série "Estranho, um cara comum",

    de Flavio Rabelo –, as clássicas dicotomias entre

    artista e público, obra de arte e fato cotidiano

    parecem cada vez mais hibridadas. Tendo em vista

    a natureza muitas vezes inclassificável destas

    manifestações, a sua presença no jornalismo

    cultural é praticamente inexistente, assim como nos

    editais de fomento à arte. Neste sentido, identifica-

    se um outro tipo de fenômeno, diferente da clássica

    definição de performance que a identificava como

    um exemplo de hibridação entre diversas

    linguagens artísticas. A hipótese desta pesquisa é a

    de que a performance aproxima os campos da arte e

    da comunicação, de modo a questionar os limites

    entre estas duas áreas de conhecimento. Como

    grade teórica, foram estudados autores como

    Boaventura de Souza Santos (2008), Giorgio

    Agamben (2009), Katz e Greiner (2005; 2010),

    Schechner (1970), Cohen (2002; 2004) e Thompson

    (2008). A metodologia consiste em uma pesquisa

    bibliográfica e na análise dos exemplos que

    constituem o corpus da pesquisa. O resultado

    esperado é uma modesta colaboração com uma

    ampla discussão teórica que vem sendo

    amadurecida desde os anos 1970 em países como

    os Estados Unidos e a Alemanha, mas ainda se

    mostra bastante insuficiente no mercado editorial

    brasileiro.

    Palavras-chave: jornalismo cultural, curadoria,

    performance, comunicação.

    V

  • Abstract

  • Abstract: The objective of this master‟s

    dissertation is to analyze the narrower and narrower

    relation between the so-called performance art and

    the communicational phenomena. In some

    examples which are part of the corpus of this study

    – such as the Apartment Festival and the series

    “Estranho, um cara comum”, from Flávio Rabelo –

    the classic dichotomies between the artist and the

    public, object of art and daily fact appear more and

    more hybridized. Considering the nature often

    unclassifiable of thes