pontifícia universidade católica de são paulo puc-sp ...  · pdf...

Click here to load reader

Post on 13-Mar-2020

4 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

    PUC-SP

    Thiago Mittermayer

    Narrativa transmídia:

    uma releitura conceitual e prática

    Mestrado em Tecnologias da Inteligência e Design Digital

    São Paulo

    2016

  •  

  •  

    Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

    PUC-SP

    Thiago Mittermayer

    Narrativa transmídia:

    uma releitura conceitual e prática

    Mestrado em Tecnologias da Inteligência e Design Digital

    Dissertação apresentada à Banca Examinadora

    da Pontifícia Universidade Católica de São

    Paulo, como exigência parcial para obtenção

    do título de MESTRE em Tecnologias da

    Inteligência e Design Digital, sob a orientação

    da Profa. Dra. Maria Lucia Santaella Braga.

    São Paulo

    2016

  •  

  •  

    Banca Examinadora

    __________________________________

    __________________________________

    __________________________________

  •  

  •  

    DEDICATÓRIA

    Para Carla, Ronald, Beatriz e Nathalie.

    Pelo amor incondicional.

  •  

  •  

    AGRADECIMENTOS

    Obrigado Alessandro Mancio, Alexandre Braga, Alexandre

    Campos, Aline Antunes, Ana Munari, Ana Hessel, Beatriz Mittermayer,

    Caio Marchi, Carla Mittermayer, Clayton Policarpo, David Lemes,

    Diogo Cortiz, Edina Conti, Eduardo D'Ávila, Eliseu Lopes Filho, Fabio

    de Paula, Fábio Fernandes, Fabio Musarra, Gabriela Freitas, Hermano

    Cintra, Hermes Hildebrand, Isabel Jungk, João Massarolo, João Mattar,

    Kalynka Cruz, Lawrence Shum, Magaly Prado, Marcelo Salgado,

    Marcus Bastos, Maria Mendonça, Maria Ribeiro, Mariane Cara, Martha

    Gabriel, Maurício Mota, Natália Aly, Nathalie Baldessin, Patrícia

    Coelho, Patrícia Fanaya, Patrícia Huelsen, Rafael Barnez, Renan

    Gerbelli, Ronald Mittermayer, Sabrina Carmona, Sergio Basbaum,

    Sergio Nesteriuk, Vicente Gosciola e Winfried Nöth. Agradeço à todos

    pelas diferentes formas de incentivo.

    Agradeço a orientação esmera deste trabalho à Profa. Dra. Lucia

    Santaella.

    Agradeço, por fim, à CAPES, à FUNDASP e à PUC-SP pela

    bolsa integral concedida de que esta pesquisa é parte.

  •  

  •  

    EPÍGRAFES

    Does this darkness have a name? This cruelty, this

    hatred, how did it find us? Did it steal into our lives or did we seek it out and embrace it? What happened to us

    that we now send our children into the world like we send young men to war, hoping for their safe return, but

    knowing that some would be lost along the way. When did we lose our way? Consumed by the shadows. Swallowed whole by the darkness. Does this darkness have a name?

    Is it your name? Lucas Eugene Scott

    Terceira temporada de One Tree Hill, episódio: With tired eyes, tired minds, tired souls, we slept

    The technology goes directly with the evolution of the

    storytelling. John Lasseter

  •  

  •  

    RESUMO

    MITTERMAYER, Thiago. Narrativa transmídia: uma releitura conceitual e prática. 2016. 150 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Tecnologias da Inteligência e Design Digital, Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 2016.

    A cultura contemporânea vive um momento de transformação e aceleração.

    Dentro da conexão existente entre a cultura digital e a comunicação, as novas formas de se

    criar e participar de narrativas ficcionais colaboraram com estas modificações instantâneas

    do mundo atual. A complexidade do tema intensifica-se a partir do momento em que tanto

    as mídias quanto as narrativas entraram em interação e começaram a se sobrepor umas nas

    outras. E a narrativa transmídia é o conceito vigente que se esforça para a explicação desta

    complexidade.

    O principal objetivo desta dissertação é apresentar uma pesquisa exploratória que

    reflita sobre a narrativa transmídia tanto em seus aspectos teóricos quanto práticos. Espera-

    se propor novas discussões sobre o tema a partir da ponderação de diferentes pontos de

    vista. O intuito é mostrar novas ramificações sobre a narrativa transmídia.

    Os principais referenciais teóricos que guiaram o percurso foram: Carlos Scolari

    (2009, 2013), Clay Shirky (2011), Henry Jenkins (2009), Lucia Santaella (2004, 2013),

    Marie-Laure Ryan (2013), Steven Johnson (2003, 2012).

    Em vista disto, a dissertação foi dividida em quatro capítulos. O primeiro capítulo

    trata da genealogia e dos conceitos precursores da narrativa transmídia. O capítulo seguinte

    discute a relação existente entre a narrativa transmídia e o leitor ubíquo. O terceiro capítulo

    argumenta sobre como planejar um projeto transmidiático. O último capítulo reflete sobre

    a narrativa transmídia a partir do olhar da semiótica, especialmente, por meio do conceito

    da tradução intersemiótica.

    Palavras-chave: Cultura digital. Narrativa transmídia. Leitor ubíquo. Fanfiction.

    Semiótica.

  •  

  •  

    ABSTRACT

    MITTERMAYER, Thiago. Narrativa transmídia: uma releitura conceitual e prática. 2016. 150 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Tecnologias da Inteligência e Design Digital, Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 2016.

    The contemporary culture is experiencing a period of transformation and

    acceleration. Inside the connection between the digital culture and communication, new

    ways of create and participate in fictional narratives have collaborated with these instant

    changes now a days.

    The complexity of this theme is intensified from the moment that interaction

    between media and narrative, both have started to overlap one above the other. And the

    transmedia storytelling is the prevailing concept that strives to explain this complexity. The

    main objective of this dissertation is to present an exploratory research that reflects the

    transmedia storytelling in both aspects, the theoretical and the practical. Expected to

    propose further discussions on the subject from the consideration of different points of

    view. The purpose is to show new branches of transmedia storytelling.

    The main theoretical references that guided the journey were: Carlos Scolari

    (2009, 2013), Clay Shirky (2011), Henry Jenkins (2009), Lucia Santaella (2004, 2013),

    Marie-Laure Ryan (2013), Steven Johnson (2003, 2012).

    Then, the dissertation was divided into four chapters. The first chapter is about the

    genealogy and the precursors concepts of transmedia storytelling. The second discusses the

    relationship between the transmedia storytelling and the ubiquitous reader. The third

    chapter argues about how to plan a transmedia project. The fourth chapter introduces the

    possibility of discussing the transmedia storytelling from the look of semiotics, especially

    through the concept of intersemiotic translation.

    Keywords: Digital culture. Transmedia storytelling. Ubiquitous reader. Fanfiction.

    Semiotic.

  •  

  •  

    SUMÁRIO

    INTRODUÇÃO 19

    1. Questão da pesquisa 19

    2. Estado da arte 22

    1 CONCEITOS PRECURSORES DA NARRATIVA TRANSMÍDIA 29

    1. Cultura da convergência 30

    2. O conceito de mídias e suas vicissitudes 35

    3. Cultura das mídias 38

    4. Cultura digital 39

    4.1. Ciberespaço 39

    4.2. Hipertexto 41

    4.3. Hipermídia 43

    4.4. Cibertexto e ciberdrama 46

    4.5. A linguagem das novas mídias 48

    5. Narrativa transmídia 49

    5.1. Trans-media system e transmedia 49

    5.2. Tradução intersemiótica, videotexto e intermídia 50

    5.3. Transmedia intertextuality e remediation 52

    5.4. Matrix, um estudo de caso 54

    5.5. Desdobrando o unicórnio de origami 56

    2 O LEITOR UBÍQUO E A NARRATIVA TRANSMÍDIA 61

    1. Os perfis cognitivos dos tipos de leitores 61

    1.1. O leitor contemplativo 62

    1.2. O leitor movente 63

    1.3. O leitor imersivo 65

    2. A comunicação ubíqua e o leitor ubíquo 69

    2.1. Ubiquidade e computação ubíqua 69

    2.2. O perfil cognitivo do perfil ubíquo 74

  •  

    3. Inteligência coletiva, cultura da participação e fãs 75

    3.1. Inteligência coletiva 76

    3.2. Cultura da participação: excedente cognitivo 77

    3.2.1. Fãs 79

    4. O