pontif­cia universidade cat³lica de s£o paulo programa de ... pontif­cia...

Download Pontif­cia Universidade Cat³lica de S£o Paulo Programa de ... Pontif­cia Universidade Cat³lica

Post on 10-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo

    Programa de Literatura e Crtica Literria

    ELENIR SARRO

    O Fantstico Mistrio de Feiurinha, de Pedro Bandeira e Reinaes de

    Narizinho, de Monteiro Lobato: dilogos intertextuais com os

    contos de fadas

    So Paulo

    2009

  • Livros Grtis

    http://www.livrosgratis.com.br

    Milhares de livros grtis para download.

  • ELENIR SARRO

    O Fantstico Mistrio de Feiurinha, de Pedro Bandeira e Reinaes de

    Narizinho, de Monteiro Lobato: dilogos intertextuais com os

    contos de fadas

    Dissertao apresentada Banca Examinadora da Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo, como exigncia parcial para obteno do ttulo de MESTRE em Literatura e Crtica Literria, sob a orientao da Profa. Dra. Juliana Silva Loyola.

    So Paulo

    2009

  • BANCA EXAMINADORA:

    _______________________________________

    _______________________________________

    _______________________________________

  • DEDICATRIA

    Dedico a minha dissertao de Mestrado:

    A minha querida me Olga, pelo seu amor infinito, otimismo e pacincia.

    A meu precioso irmo Paulo, pelas palavras de coragem.

    A meu querido pai Mximo, pela desejo de me ver vencedora e agora estar me contemplando do alto cu.

  • AGRADECIMENTOS

    A realizao desta pesquisa s se concretizou pelo apoio recebido de

    pessoas muito especiais que se fazem parte da minha vida. A todos, meu sincero

    agradecimento:

    A Deus que me concedeu graas para realizar este estudo.

    Secretaria da Educao do Estado de So Paulo pelo investimento financeiro.

    A minha famlia pelo afeto, carinho e apoio.

    Profa. Dra. Juliana Silva Loyola pela orientao e aprendizado.

    Aos professores do Programa de Literatura e Crtica Literria pelo enriquecimento

    acadmico.

    secretria do LCL, Ana Albertina, pelos conselhos.

    Profa. Dra. Clarice Assalim pelas palavras de nimo.

    s famlias Arajo e Vecchi pelas oraes e torcida.

    As minhas primas Elaine e Ins por oferecerem entretenimento.

    As minhas amigas Cilmara, Dulce, Edmara, Luciane, Nilva, Snia e Zuleica pelo

    incentivo e pelas palavras de consolo.

    As minhas amigas do Mestrado Carmen e Llian pela cumplicidade.

    amiga Geruza pela compreenso e solicitude.

  • De boas palavras transborda o meu corao:

    Ao Rei consagro o que compus: a minha

    lngua como a pena de habilidoso escritor.

    Salmo 45:1

  • RESUMO

    Este trabalho analisa as obras Reinaes de Narizinho, especificamente, o

    recorte Cara de Coruja, de Monteiro Lobato e O Fantstico Mistrio de Feiurinha,

    de Pedro Bandeira a partir do resgate dos contos de fadas. Na visita s narrativas

    clssicas, estabelece-se o dilogo intertextual entre a tradio oral e os textos

    moderno e contemporneo, alicerados em procedimentos construtivos que

    evidenciam o humor e a pardia. A metodologia adotada para a leitura do corpus

    a descritivo-analtica. O suporte terico que respalda a identificao da

    intertextualidade e da pardia nas obras selecionadas tem nos autores Mikhail

    Bakhtin, Julia Kristeva, Linda Hutcheon e Affonso Romano de SantAnna seus

    principais referentes. No estudo dos contos de fadas merecem destaque Andr

    Jolles e Nelly Novaes Coelho.

    Monteiro Lobato inova na literatura infantil inserindo nela criticidade e

    liberdade de expresso, rompendo com o modelo tradicional. No caso especfico

    do resgate dos contos de fadas, Monteiro Lobato instaura a cena dialgica,

    modificando o status do narrador, agora menos autoritrio e mais prximo do

    leitor. Por intermdio da intertextualidade, o autor revisita as narrativas

    tradicionais, criando uma nova forma de contar essas histrias, conferindo maior

    dinamicidade ao texto, pelo grau de coloquialismo adotado pela linguagem, alm

    da participao ativa das diversas personagens, especialmente as infantis. Pedro

    Bandeira procede na mesma direo, potencializando o efeito parodstico na

    construo da narrativa, o que leva a supor sua filiao a Monteiro Lobato,

    principalmente quando se verifica que, para construir o dilogo com a tradio oral

    em O Fantstico Mistrio de Feiurinha, primeiramente, o autor revisita os

    episdios de Reinaes de Narizinho.

    Palavras-chave: Contos de fadas; intertextualidade; Monteiro Lobato; Pedro

    Bandeira.

  • ABSTRACT

    This work analises the writings Reinaes de Narizinho, particularly, the

    excerpt Cara de Coruja, by Monteiro Lobato and O Fantstico Mistrio de

    Feiurinha by Pedro Bandeira recovering the fairy tales. Visiting the classic

    narratives, the intertextual dialogue is established between the oral tradition and

    modern and contemporary texts based in building procedures that bring to

    evidence the humor and the parody. The adopted methodology used for reading

    the corpus is descriptive-analytical. The theoretical support that backgrounds the

    identification of the intertextuality and parody in the selected writings are referred in

    the authors Mikhail Bakhtin, Julia Kristeva, Linda Hutcheon e Affonso Romano de

    SantAnna. In the study of fairy tales Andr Jolles e Nelly Novaes Coelho deserve

    to be emphasized.

    Monteiro Lobato innovates childrens literature inserting criticism and

    freedom of expression, disrupting the traditional pattern. In the specific case of the

    recovery of fairy tales, Monteiro Lobato institutes the dialogical scene, modifying

    the narrators status now less authoritative and closer to the reader. Through

    intertextuality, the author revisits the traditional narratives, creating a new way of

    telling these stories giving bigger dynamicity to the text, due to the colloquialism

    adopted in the language, in addition to the active participation of several

    characters, specially the childish ones. Pedro Bandeira takes the same direction

    intensifying the parodistic effect building the narrative, what leads to the

    supposition of his affiliation to Monteiro Lobato when you verifies that to build the

    dialogue with oral tradition in O Fantstico Mistrio de Feiurinha, firstly, the author

    revisits the episodes of Reinaes de Narizinho.

    Key-words: Fairy tales; intertextuality; Monteiro Lobato; Pedro Bandeira.

  • S U M R I O

    Introduo ........................................................................................................... 10

    Prembulo: Algumas palavras sobre Monteiro Lobato e Pedro Bandeira .... 16

    Captulo I - Os contos de fadas: origem e permanncia ............................... 27

    Captulo II - A Intertextualidade em Cara de Coruja e nO Fantstico

    Mistrio de Feiurinha ..................................................................... 45

    2.1 Dilogos intertextuais com os contos de fadas: Branca de Neve e

    os sete anes, Chapeuzinho Vermelho e Cinderela ...................... 70

    2.2 Pedro Bandeira e Monteiro Lobato: retratos pardicos ............... 75

    Consideraes Finais ......................................................................................... 95

    Referncias Bibliogrficas .............................................................................. 100

    Anexo A: Entrevista com o escritor Pedro Bandeira .................................... 109

  • 10

    Introduo

    Quando relembramos nossa infncia, uma das imagens mais vivas , muitas vezes, o momento especial em que algum nos contava uma histria. Um av, um irmo mais velho, a me, o pai, uma empregada da casa enfim, algum que se dispunha a parar um momento os seus afazeres para abrir um crculo mgico nossa volta, de um tempo fora do tempo que nos falava de uma casa de chocolate escondida dentro de uma floresta ou de um castelo onde um prncipe sonhava com a dona de um pequeno sapatinho perdido [...] (SLVIA OBERG, 2002, p. 8)

    Na leitura de narrativas j consagradas no universo da literatura infantil,

    o leitor surpreendido pela sensao de estar pisando num terreno familiar.

    Essa impresso que invade o leitor adulto tambm se d na criana j que

    algumas personagens e enredos fazem parte de suas vidas desde a mais tenra

    idade. A familiaridade que emerge destes textos deve-se ao fato de que muitos

    deles contm imagens importadas dos contos de fadas, reminiscncias que

    invadem a mente e incitam a imaginao da criana, do jovem e do leitor

    adulto.

    O interesse pelo estudo de narrativas contemporneas que retomam a

    tradio oral e, mais especificamente, os tradicionais contos de fadas

    desencadeou uma srie de questes. Uma dessas indagaes busca

    responder se acaso os contos de fadas mantm seus traos originais quando

    resgatados ou mesmo recriados por autores modernos e contemporneos.

    Outra questo que buscamos responder com este trabalho : como se d o

    processo de incorporao da matria literria presente nos contos de fadas

    pelas narrativas contemporneas?

    Para responder a estes questionamentos, props-se um estudo da obra

    O Fantstico Mistrio de Feiurinha (1986)1, de Pedro Bandeira (1942 - ) luz

    da leitura de Cara de Coruja2, de Monteiro Lobato (1882 1948), ambos em

    dilogo com a tradio aqui representada. Parte-se da hiptese de que Pedro

    1 A edio utilizada nesta pesquisa a de 1999. 2 O episdio Cara de Coruja pertence ao livro Reinaes de Narizinho e a edio utilizada a

Recommended

View more >