pontifícia universidade católica de são paulo puc devito.pdf · pdf...

Click here to load reader

Post on 10-Nov-2018

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1

    PONTIFCIA UNIVERSIDADE CATLICA DE SO PAULO

    PUC-SP

    JULIANA DEVITO

    MARION MILNER E A CLNICA DA CRIATIVIDADE:

    Estilo, tica e tcnica

    MESTRADO EM PSICOLOGIA CLNICA

    So Paulo

    2015

  • 2

    JULIANA DEVITO

    MARION MILNER E A CLNICA DA CRIATIVIDADE:

    Estilo, tica e tcnica

    MESTRADO EM PSICOLOGIA CLNICA

    Dissertao apresentada Banca Examinadora da Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo, como exigncia parcial para obteno do ttulo de Mestre em Psicologia Clnica - Ncleo: Mtodo Psicanaltico e Formaes da Cultura, sob orientao do Prof. Dr. Luis Claudio Mendona Figueiredo

    So Paulo

    2015

  • 3

    AUTORIZO A REPRODUO E DIVULGAO TOTAL OU PARCIAL

    DESTE TRABALHO, POR QUALQUER MEIO CONVENCIONAL OU

    ELETRNICO, PARA FINS DE ESTUDO E PESQUISA, DESDE QUE

    CITADA A FONTE.

    Catalogao da publicao

    Servio de Biblioteca e Documentao

    Psicologia Clnica Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo

    Devito, Juliana.

    Marion Milner e a clnica da criatividade: estilo, tica e tcnica /

    Juliana Devito; orientador Lus Cludio Mendona Figueiredo So

    Paulo, 2015.

    173 pginas.

    Dissertao (Mestrado Programa de Ps Graduao em

    Psicologia Clnica. rea de Concentrao: Psicanlise) Psicologia

    Clnica da Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo.

  • 4

    BANCA EXAMINADORA

    _________________________________________

    _________________________________________

    _________________________________________

    _________________________________________

    _________________________________________

  • 5

    Para Bruna

  • 6

    AGRADECIMENTOS

    Ao meu orientador Lus Cludio Figueiredo, por ter me recebido como

    orientanda nesta minha empreitada acadmica que tanto desejei. Agradeo tambm

    pelas aulas inspiradoras e pela generosidade com que compartilha seus

    conhecimentos.

    Aos profissionais e estudiosos que fizeram parte da banca de qualificao e

    de defesa, pela disposio e generosidade em apreciar o meu trabalho Elisa Maria

    de Ulha Cintra e Ricardo Telles de Deus.

    querida Claudia Perrota, pela amizade, por me incentivar desde o incio

    deste trabalho e pelo acolhimento em momentos difceis da vida e da escrita.

    Claudia Vidal, minha supervisora, por me acompanhar e apoiar h tanto

    tempo no meu trabalho como psicanalista.

    Rinalda Duarte, minha psicanalista, pelo acolhimento, apoio e escuta to

    cuidadosa.

    s minhas queridas amigas de colgio Lvia, Elianne, Cynthia e Renata,

    companheiras de todas as horas.

    s amigas queridas, Priscila Souza, Ludmila Gonalves de Souza pela

    amizade e generosidade profundas.

    Aos meus colegas de orientao Daniel Maireno, Francielle Gonzales, Lucas

    Francis e Luzia Luz, por todas as trocas que tivemos; especialmente Denise Disar,

    que me incentivou a apresentar e escrever meu primeiro artigo. E querida Ana Karina

    Fachini Arajo.

  • 7

    s minhas colegas de formao em Psicanlise da Criana do Sedes

    Sapientiae, que nos ltimos seis meses s me ouviram falar em dissertao e Marion

    Milner; especialmente Carisa Almeida, por todo o apoio.

    Aos meus pais, Walter e Anna Elizabeth, pelo apoio e por terem me dado a

    oportunidade de entrar em contato com as artes desde pequenininha. minha irm

    Deborah, por todas a histrias e contos de fadas que leu para mim.

    Ao lvaro, meu companheiro, por estar ao meu lado durante esses anos e

    pela guarida nesses ltimos meses de mestrado, me proporcionando momentos de

    quietude e tranquilidade para que eu pudesse me concentrar e escrever.

    Ao CNPq pela bolsa concedida.

  • 8

    It is a fearful thing to fall into the hands of the living God.

    But it is much more fearful thing to fall out of them.

    uma coisa terrvel cair nas mos do Deus vivo.

    Mas uma coisa muito mais terrvel cair fora delas.

    D. H. Lawrence (The Hands of God)

  • 9

    RESUMO

    Despertado pelo interesse de estudar o papel das artes na vida cotidiana e no espao teraputico e aprofundar o estudo sobre a criatividade nesses dois campos, o objetivo deste estudo apresentar as ideias e os insights da psicanalista e artista inglesa Marion Milner acerca dos fenmenos psquicos, do processo teraputico e como eles ampliaram consideravelmente o mbito da criatividade na Psicanlise. Veremos como sua obra d nfase ao papel da criatividade e da experincia esttica no favorecimento do crescimento psquico, tanto do paciente quanto do analista e como o encontro psicanaltico visto em termos de valor esttico. A pesquisa consistiu em um estudo hermenutico historiogrfico das obras de Marion Milner, atravs de uma leitura que procura contextualizar seu pensamento na histria da Psicanlise e em uma determinada escola qual pertenceu, na tentativa de revelar o desenvolvimento do pensamento da autora, desde os momentos anteriores sua formao psicanaltica at seu pleno desenvolvimento. Em momentos especficos, feita uma leitura desconstrutiva, problematizante e interpretativa para a compreenso de tenses internas contidas no pensamento da autora. A dissertao parte de uma breve biografia de Marion Milner e das quatro autobiografias da autora, ilustrando a intensa pesquisa sobre sua prpria experincia subjetiva e a influncia disso em todo o seu percurso. Em seguida apresenta a teoria da criatividade proposta pela autora a partir das ilustraes de William Blake para o livro de J seguido do grande caso clnico que a destacou como psicanalista, no qual possvel acompanhar as condies que permitem a emergncia da criatividade, trazendo tambm uma profunda reflexo sobre os problemas fundamentais da constituio do psiquismo humano. Finalmente so apresentadas as questes da tica e tcnica psicanalticas, isto , a posio da autora em relao ao enquadre analtico, sua instalao e sustentao, a funo analtica e suas eventuais modificaes. Palavras-chave: Marion Milner, criatividade, crescimento psquico, processo criativo, psicanlise, processo analtico.

  • 10

    ABSTRACT

    Aroused by the interest of studying the role of the arts in everyday life and in the therapeutic space and to deepen the study of creativity in these two fields, the objective of this research is to present the ideas and insights of the British psychoanalyst and artist Marion Milner about psychic phenomena, the therapeutic process and how they greatly expanded the scope of creativity in psychoanalysis. The study demonstrates how her work emphasizes the role of creativity and aesthetic experience in favoring the psychic growth, both the patient and the analyst, and as the psychoanalytic encounter is seen in terms of aesthetic value. The research consists of a historiographical hermeneutical study of the works of Marion Milner, through a reading that seeks to contextualize her thought on the history of psychoanalysis and a certain "school" to which she belonged in attempt to reveal the development of the of the authors thinking, since the previous moments to her psychoanalytic training until it full development. At specific times, a deconstructive reading, problematizing and interpreting is made for understanding internal strains contained in the authors thinking. The dissertation starts with a brief biography of Marion Milner and her four autobiographies, illustrating the intense research on her own subjective experience and its influence in all the route of her career. It also presents the theory of creativity proposed by the author starting from William Blakes illustrations to the book of Job followed by the great clinical case that highlighted her as a psychoanalyst, in which is possible to follow the conditions for the emergence of creativity, also bringing a deep reflection on the fundamental problems of the constitution of the human psyche. Finally it presents the issues of ethics and psychoanalytic technique, namely the author's position regarding the analytical setting, its installation and sustain; the analytic function and possibles adjustments. Keywords: Marion Milner, creativity, creative process, psychic growth, psychoanalysis, analytic process.

  • 11

    LISTA DE FIGURAS

    Figura 1 Dirio de Natureza de Mollie Blackett (pena e desenhos tinta)....

    Figura 2 Desenho de um drago de Milner aos 15 anos..............................

    Figura 3 Fogo ardente.................................................................................

    Figura 4 Tempestade violente.....................................................................

    Figura 5 Dois Jarros ....................................................................................

    Figura 6 pato...............................................................................................

    Figura 7 flor com boca no centro..................................................................

    Figura 8 perfis oscilantes.............................................................................

    Figura 9 ninho.............................................................................................

    Figura 10 co abanando o rabo...................................................................

    Figura 11 metade mulher e metade violoncelo............................................

    Figura 12 figura danante............................................................................

    Figura 13 rosto da me................................................................................

    Figura 14 - J e sua famlia.............................................................................