relatório agrupamento de escolas de carvalhos v n g .o relatório do agrupamento apresentado no

Download Relatório Agrupamento de Escolas de Carvalhos V N G .O relatório do Agrupamento apresentado no

Post on 07-Feb-2019

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Relatrio

Agrupamento de Escolas

de Carvalhos

VILA NOVA DE GAIA

AVALIAO EXTERNA DAS ESCOLAS

rea Territorial de Inspeo

do Norte

2014 2015

Agrupamento de Escolas de Carvalhos VILA NOVA DE GAIA

1

CONSTITUIO DO AGRUPAMENTO

Jardins de Infncia e Escolas EPE 1. CEB 2. CEB 3. CEB ES

Escola Secundria de Carvalhos, Vila Nova de Gaia

Escola Bsica de Figueiredo, Pedroso, Vila Nova de Gaia

Escola Bsica de Senhora do Monte, Vila Nova de Gaia

Escola Bsica de Leirs, Vila Nova de Gaia

Escola Bsica de Alheiras, Pedroso, Vila Nova de Gaia

Escola Bsica dos Carvalhos, Vila Nova de Gaia

Escola Bsica de Mexedinho, Pedroso, Vila Nova de Gaia

Escola Bsica Padre Antnio Luis Moreira, Carvalhos, Vila Nova de

Gaia

Agrupamento de Escolas de Carvalhos VILA NOVA DE GAIA

2

1 INTRODUO

A Lei n. 31/2002, de 20 de dezembro, aprovou o sistema de avaliao dos estabelecimentos de educao

pr-escolar e dos ensinos bsico e secundrio, definindo orientaes gerais para a autoavaliao e para a

avaliao externa. Neste mbito, foi desenvolvido, desde 2006, um programa nacional de avaliao dos

jardins de infncia e das escolas bsicas e secundrias pblicas, tendo-se cumprido o primeiro ciclo de

avaliao em junho de 2011.

A ento Inspeo-Geral da Educao foi

incumbida de dar continuidade ao programa de

avaliao externa das escolas, na sequncia da

proposta de modelo para um novo ciclo de

avaliao externa, apresentada pelo Grupo de

Trabalho (Despacho n. 4150/2011, de 4 de

maro). Assim, apoiando-se no modelo construdo

e na experimentao realizada em doze escolas e

agrupamentos de escolas, a Inspeo-Geral da

Educao e Cincia (IGEC) est a desenvolver

esta atividade consignada como sua competncia

no Decreto Regulamentar n. 15/2012, de 27 de

janeiro.

O presente relatrio expressa os resultados da

avaliao externa do Agrupamento de Escolas de

Carvalhos Vila Nova de Gaia, realizada pela

equipa de avaliao, na sequncia da visita

efetuada entre 11 e 14 de maio de 2015. As

concluses decorrem da anlise dos documentos

fundamentais do Agrupamento, em especial da

sua autoavaliao, dos indicadores de sucesso

acadmico dos alunos, das respostas aos

questionrios de satisfao da comunidade e da

realizao de entrevistas.

Espera-se que o processo de avaliao externa

fomente e consolide a autoavaliao e resulte

numa oportunidade de melhoria para o

Agrupamento, constituindo este documento um

instrumento de reflexo e de debate. De facto, ao

identificar pontos fortes e reas de melhoria,

este relatrio oferece elementos para a

construo ou o aperfeioamento de planos de

ao para a melhoria e de desenvolvimento de

cada escola, em articulao com a administrao

educativa e com a comunidade em que se insere.

A equipa de avaliao externa visitou a escola-

-sede do Agrupamento, a escola bsica Padre

Antnio Luis Moreira e as escolas bsicas com jardim de infncia de Alheiras, Carvalhos, Leirs e

Mexedinho.

A equipa regista a atitude de empenhamento e de mobilizao do Agrupamento, bem como a colaborao

demonstrada pelas pessoas com quem interagiu na preparao e no decurso da avaliao.

ESCALA DE AVALIAO

Nveis de classificao dos trs domnios

EXCELENTE A ao da escola tem produzido um impacto

consistente e muito acima dos valores esperados na melhoria

das aprendizagens e dos resultados dos alunos e nos

respetivos percursos escolares. Os pontos fortes predominam

na totalidade dos campos em anlise, em resultado de

prticas organizacionais consolidadas, generalizadas e

eficazes. A escola distingue-se pelas prticas exemplares em

campos relevantes.

MUITO BOM A ao da escola tem produzido um impacto

consistente e acima dos valores esperados na melhoria das

aprendizagens e dos resultados dos alunos e nos respetivos

percursos escolares. Os pontos fortes predominam na

totalidade dos campos em anlise, em resultado de prticas

organizacionais generalizadas e eficazes.

BOM A ao da escola tem produzido um impacto em linha

com os valores esperados na melhoria das aprendizagens e

dos resultados dos alunos e nos respetivos percursos

escolares. A escola apresenta uma maioria de pontos fortes

nos campos em anlise, em resultado de prticas

organizacionais eficazes.

SUFICIENTE A ao da escola tem produzido um impacto

aqum dos valores esperados na melhoria das aprendizagens

e dos resultados dos alunos e nos respetivos percursos

escolares. As aes de aperfeioamento so pouco

consistentes ao longo do tempo e envolvem reas limitadas

da escola.

INSUFICIENTE A ao da escola tem produzido um impacto

muito aqum dos valores esperados na melhoria das

aprendizagens e dos resultados dos alunos e nos respetivos

percursos escolares. Os pontos fracos sobrepem-se aos

pontos fortes na generalidade dos campos em anlise. A

escola no revela uma prtica coerente, positiva e coesa.

O relatrio do Agrupamento apresentado no mbito da

Avaliao Externa das Escolas 2014-2015 est disponvel na pgina da IGEC.

http://www.ige.min-edu.pt/upload/Legisla%E7%E3o/Lei_31_2002.pdfhttp://dre.pt/pdf2sdip/2011/03/045000000/1077210773.pdfhttp://www.ige.min-edu.pt/upload/Legislao/Decreto_Regulamentar_15_2012.pdfhttp://www.ige.min-edu.pt/content_01.asp?BtreeID=03/01&treeID=03/01/03/00&auxID=

Agrupamento de Escolas de Carvalhos VILA NOVA DE GAIA

3

2 CARACTERIZAO DO AGRUPAMENTO

O Agrupamento de Escolas de Carvalhos foi criado em 2012, situando-se no concelho de Vila Nova de

Gaia, distrito do Porto. Abrange as unies de freguesias de Pedroso-Seixezelo, Avintes-Vilar de

Andorinho, Canelas, Serzedo-Perosinho, Grij-Sermonde, Olival-Sandim e Lever-Crestuma. Integra seis

escolas bsicas com educao pr-escolar, uma escola bsica e a Escola Secundria de Carvalhos (escola-

sede). A escola-sede, como unidade orgnica, e as restantes escolas bsicas como Agrupamento de

Escolas de S. Pedro de Pedroso foram avaliadas, no mbito do primeiro ciclo de avaliao externa das

escolas, em maro de 2010 e em novembro de 2008, respetivamente.

No ano letivo de 2014-2015, a populao escolar de 2444 crianas, alunos e formandos, encontrando-se

distribuda por 107 grupos/turmas: 254 (11 grupos) na educao pr-escolar; 629 (31 turmas), no 1.

ciclo; 403 (16 turmas) no 2. ciclo; 641 (26 turmas) no 3. ciclo; 15 (uma turma) no Programa Integrado

de Educao Formao; 41 (duas turmas) nos cursos vocacionais do ensino bsico; 255 (10 turmas) nos

cursos cientfico-humansticos do ensino secundrio e 206 (10 turmas) nos cursos profissionais.

Segundo os dados fornecidos pela direo, o Agrupamento frequentado por 28 crianas e alunos de

outras nacionalidades. J no que respeita s tecnologias da informao e comunicao, 60% dos alunos

do ensino bsico e 90% do ensino secundrio possuem computador com ligao Internet, em casa.

Quanto ao social escolar, verifica-se que 54% dos alunos no beneficiam de auxlios econmicos.

A educao e o ensino so assegurados por 219 elementos, dos quais, 92,2% pertencem aos quadros. A

sua experincia profissional significativa, pois 90,4% lecionam h 10 ou mais anos. O pessoal no

docente constitudo por 76 profissionais, sendo que 47,3% tm 10 ou mais anos de servio.

Os dados relativos formao acadmica revelam que a percentagem dos pais e das mes dos alunos do

ensino bsico e do ensino secundrio com formao superior de 6,6% e 3,2%, respetivamente, e com

formao secundria de 13% e 6%. Quanto ocupao profissional, 16,3% dos pais dos alunos do ensino

bsico e 10,1% do ensino secundrio exercem atividades profissionais de nvel superior e intermdio.

De acordo com os dados de referncia disponibilizados pela Direo-Geral de Estatsticas da Educao e

Cincia, relativamente ao ano letivo de 2012-2013, os valores das variveis de contexto do

Agrupamento, quando comparados com os das outras escolas pblicas do pas, so bastante

desfavorveis. Refere-se, em particular, as mdias do nmero de anos da habilitao dos pais e das

mes, a mdia do nmero de alunos por turma e a percentagem de alunos do 6., 9. e 12. anos sem

auxlios econmicos no mbito da ao social escolar.

3 AVALIAO POR DOMNIO

Considerando os campos de anlise dos trs domnios do quadro de referncia da avaliao externa e

tendo por base as entrevistas e a anlise documental e estatstica realizada, a equipa de avaliao

formula as seguintes apreciaes:

3.1 RESULTADOS

RESULTADOS ACADMICOS

Na educao pr-escolar, a anlise dos progressos de cada criana e do grupo contribui para a avaliao

dos processos e das aprendizagens das crianas, com impacto na gesto curricular. No final dos perodos

letivos e na transio para o 1. ciclo transmitida informao aos pais e encarregados de educao

sobre as aprendizagens das crianas e a sua evoluo.

Agrupamento de Escolas de Carvalhos VILA NOVA DE GAIA

4

Comparados os

Recommended

View more >