ren magritte

Download Ren Magritte

Post on 16-Mar-2016

221 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

pintura,escultura

TRANSCRIPT

  • Rne Magritte1898- 1967

  • Ren Franois Ghislain Magritte foi um artista surrealista que afirmava fazer uso

    da pintura com o objectivo de tornar visveis os seus pensamentos, assim alm

    de surrealista foi tambm um pensador trazendo para o seu trabalho um grau de

    complexidade bastante elevado, o que faz com que as suas obras no possam

    ser simplesmente vistas, tm que ser pensadas, obrigando ao raciocnio, ao

    estudo e interpretao.

  • Em 1916 ingressou na Acadmie Royal des Beaux- Arts, em Bruxelas, durante

    dois anos. Posteriormente comeou a trabalhar numa fbrica de papel de parede,

    onde foi designer de cartazes e anncios, esta actividade durou at 1926, quando

    um contrato com a Galerie la Centaure, em Bruxelas, fez da pintura a sua

    principal actividade, e nesse mesmo ano produziu a sua primeira pintura

    surrealista Le jockey perduComeou a imitar a vanguarda, mas necessitou de uma linguagem mais potica,

    tendo-se visto influenciado pela pintura metafsica de Chirico.

  • Em 1927 mudou-se para Paris, onde se

    comeou a envolver em actividades de

    um grupo de surrealistas, tornando-se

    grande amigo de poetas como Andr

    Breton, Paul luard e do pintor Marcel

    Duchamp.

    Quando a Galerie la Centaure fechou, o

    seu contrato acabou e Magritte voltou a

    Bruxelas. Em 1936, o seu trabalho foi

    exposto numa exibio em Nova Iorque

    e em mais duas exposies

    retrospectivas nessa mesma cidade,

    uma no Museu de Arte Moderna, em

    1965, e outra no Metropolitan Museum

    of Art, em 1992.

  • O estilo de Magritte era enunciado por surrealismo realista ou realismo mgico, porque criava

    imagens inslitas, s quais dava um tratamento rigorosamente realista, utilizando processos

    ilusionistas, sempre procurando criar o contraste entre o tratamento realista dos objectos e a

    atmosfera irreal dos conjuntos. As suas obras so metforas que se apresentam como

    representaes realistas atravs da justaposio de objectos comuns, mas de um modo

    impossvel de serem encontrados na vida real.

  • Baseadas na imagem do espelho,

    as certezas perceptveis so

    novamente chamadas. A relao

    entre o espelho e aquilo que

    reflecte, uma relao vulgarmente

    considerada indissolvel, surge

    quebrada. Uma jovem nua pode

    ver-se numa perspectiva alterada

    no espelho por trs do qual est de

    p, contudo o observador que est

    colocado frente do espelho

    esperaria ver-se reflectido nele.

  • Assim composto o rosto reflecte osdesejos secretos do pintor e doobservador de que algumasmulheres possam transmitir a suasexualidade na forma como olham. Apintura, a arte de tornar as coisasvisveis, revela a sua capacidade pararegistar de forma impressiva aconstante atraco sexual. Destruiu oque mais bvio, sobretudo o rosto,substituindo-o por algo mais bvioainda. o efeito de choque doquadro juntamente com a ideiabsica subjacente a ele querepresentam os componentes-chaveda sua obra.

    A Violao

  • "A Arte evoca o mistrio, sem a qual o mundo no existiria."