revista montijo

Download revista Montijo

Post on 11-Mar-2016

279 views

Category:

Documents

46 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

revista montijo

TRANSCRIPT

  • 1Junho 2011 | REVISTA MUNICIPAL Montijo

  • 2Montijo REVISTA MUNICIPAL | Junho 2011

    Plano Estratgico de Desenvolvimento Turstico do Concelho do Montijo 22

    9. Encontro Nacional de Tcnicos de Metrologia da Administrao Pblica 23

    Hoje h uma falta de respeito pela vida humana 24

    Contrato Local de Segurana em ao 25

    A mensagem de Fernanda Freitas 26

    II edio do Frum Juntos pelo bem estar e pela solidariedade 27

    Empresas e EmpresriosUniceram 28 a 29

    Autarquia assinala Dia Internacional dos Museus 30

    Mexe Montijo 2011 foi um sucesso 31

    Autarquia distribui oliveiras 32

    1. Exposio Canina Nacional do Montijo 33

    Executivo municipal visitou Afonsoeiro 34

    Peges recebeu executivo municipal 35

    Executivo municipal na Atalaia 36

    Canha recebeu visita do executivo camarrio 37

    Notcias das reunies de cmara 38

    Editorial -3

    As ofertas formativas em Montijo 4 e 5

    Jovens montijenses participam em projetos internacionais 6

    Paulo Futre no Montijo 7

    Fregueses e FreguesiasCristina Archer 8 e 9

    Joo Cutileiro na Galeria Municipal 10

    Semana aberta da Universidade Snior 11

    Novos TalentosMarisa Mota 12 e 13

    Cmara lana obras do V Concurso Montijo Jovem 14

    Mais um ano de sucesso 15

    Nova sede em Peges 16

    A obra 17

    Atalaia em livro - 18

    Festas Populares de S. Pedro 19 a 21

    { n d i c e }

    Ficha Tcnica

    Directora

    Maria Amlia Antunes

    Editor

    Alcdio Torres

    Redaco

    Ana Cantas Ribeiro,

    Ana Cristina Santos

    Fotografia

    Carlos Rosa

    Miguel Gervsio

    Colaborao

    Joaquim Baldrico

    Grafismo e Paginao

    Diviso de Comunicao

    e Relaes Pblicas

    Propriedade

    Cmara Municipal de Montijo

    Impresso

    Armazns Papeis do Sado

    Publicao Trimestral

    Distribuio Gratuita

    Depsito Legal

    121058/98

    ISSN

    1645-7218

    5000ex.

    Os textos desta publicao foram escritos ao abrigo do novo Acordo Ortogrfico.

  • 3Junho 2011 | REVISTA MUNICIPAL Montijo

    A Presidente da Cmara

    Maria Amlia Antunes

    Os municpios enfrentam, atualmente, dificuldades financeiras, que condicio-nam, por um lado, a prestao de um servio pblico de qualidade e, por ou-tro, debatem-se com problemas de eficincia e economia na gesto pblica.

    Na verdade, o grande objetivo da gesto pblica transformar ideias e polticas, democraticamente sufragadas, em programas de ao, levados prtica e, posteriormente, avaliados pelos cidados. Estes programas corres-pondem ou devem corresponder satisfao de objetivos pblicos que, por sua vez, resultam das aspiraes e expectativas de cada muncipe.

    A Cmara Municipal do Montijo completou no incio do ano um processo de reestruturao orgnica, cujo objetivo foi agilizar e simplificar a mquina administrativa, de forma a continuar a prestar aos cidados um servio de qualidade.

    Neste contexto, o papel dos trabalhadores e dos dirigentes fundamental num relacionamento que se pretende frutuoso e inovador.

    Todavia, este relacionamento deve ser, cada vez mais, for-talecido por prticas administrativas simplificadoras da vida dos cidados e no por atuaes administrativas burocrti-cas que complicam o relacionamento simples e clere entre o municpio e o muncipe.

    s organizaes pblicas pede-se, muito mais ainda no atual momento de recesso financeira, que se comportem com eficincia, com eficcia, com economia sem perder de vista os valores ticos.

    Uma gesto moderna implica envolver os recursos huma-nos na definio da estratgia e, em particular, no planea-mento. Esta preocupao ser, por um lado, potenciadora de uma maior motivao de quem , internamente, chamado a dar o seu contributo para a organizao e, por outro, de um corte com a viso estanque entre departamentos municipais.

    A tomada de conscincia de que a satisfao das exigncias dos muncipes, com celeridade e ao menor custo, s possvel envolvendo e empenhando todos os trabalhadores e dirigentes, de forma a orientarem as suas atividades sempre na perspetiva do cidado, constitui um pr-requisito essencial para uma gesto responsvel.

    governao local compete tambm inovar a prtica democrtica, colo-cando o acento tnico em debates mais amplos em torno da participao qualificada, que fundamental para um desempenho econmico e social efe-tivo.

    No atual contexto de dificuldades econmicas e financeiras, o modelo de gesto dos municpios pode revelar-se fundamental para administrar os re-cursos financeiros e humanos com economia e eficincia, de modo a no colocar em causa a qualidade de vida.

    O grande objetivo da gesto pblica

    transformar ideias e polticas, democraticamente

    sufragadas, em programas de ao, levados

    prtica e, posteriormente, avaliados pelos cidados.

    Estes programas correspondem ou devem

    corresponder satisfao de objetivos pblicos que, por sua vez, resultam das aspiraes e expectativas

    de cada muncipe.

    {e d i t o r i a l }

    Gerir com eficincia e responsabilidade

    para manter qualidade

    de vida

  • 4Montijo REVISTA MUNICIPAL | Junho 2011

    {d e s t a q u e }

    A Escola Profissional do Montijo (EPM) j abriu as pr inscries referentes ao ano letivo 2011-2012 para os cursos de Edu-cao e Formao de jovens, bem como de Eletricista de Instalaes e Assistente/Empregado Comercial. Os interessados devem possuir o 7. ano (como ou sem aproveitamento) ou o 8. ano (sem apro-veitamento), idade igual ou superior a 15 anos e realizar uma entrevista individual.

    Em relao aos cursos profissionais, nvel 4 | 12. ano, tambm esto abertas as pr-inscries para Animador Socio Cultural, Tcnico de Frio e Climatizao,

    Tcnico de Servios Jurdi-cos, Tcnico de Gesto e Programao de Sistemas Informticos e Tcnico de Turismo.

    Recorde-se que a EPM, no ano lectivo 2010/2011, formou 13 turmas do en-sino profissional, o que significa uma frequncia de 228 formandos. No que respeita a oferta formativa do 1. ano, pela primeira vez, foi aberto o curso Tc-nico de Apoio Infncia e

    o curso Tcnico de Instalaes Eltricas.Cerca de 125 alunos realizaram est-

    gios curriculares em mais de 60 empresas e instituies. No que concerne aos diplo-mados, de referir que, dos 50 finalistas, 37 formandos j terminaram o seu percur-so.

    Em relao ao Programa de Aprendi-zagem das turmas do Curso de Tcnico de Refrigerao e Climatizao, do Sis-tema de Aprendizagem em Alternncia, promovido pelo IEFP, desenvolvido em articulao com o Centro de Formao Profissional do Seixal, de realar o facto

    As ofertas Formativas em Montijo

    As ofertas de formao disponibilizadas pela Escola Profissional do Montijo (EPM), pela Escola Secundria Jorge Peixinho e pela Escola Secundria Poeta Joaquim

    Serra permitem, pela sua diversidade, mltiplas e interessantes escolhas aos alunos. Cursos de Animador Socio Cultural; Tcnico de Frio e Climatizao; Tcnico de Servios Jurdicos; Tcnico de Gesto e Programao de Sistemas Informticos;

    Tcnico de Turismo; Prticas Tcnico-Comerciais; Instalao e Operao de Sistemas Informticos; Cincias e Tecnologias; Cincias Socioeconmicas e de

    Lnguas e Humanidades so alguns dos cursos ministrados pelas trs escolas acima referidas.

    Escola Profissional do Montijo do grupo de formandos que iniciou o 3. perodo/ano de formao terem concludo com sucesso o seu percurso formativo (de trs anos).

    No ano lectivo em curso a EPM props como oferta formativa dos percursos de educao e formao de jovens dois cur-sos, um na rea dos Cuidados de Beleza Tipo II e outro na rea da Electromecni-ca de Refrigerao e Climatizao Tipo II. Iniciaram estas formaes 38 formandos, contabilizando um total de 48 formandos, dado existir tambm uma turma no 2. ano com dez formandos.

    No decurso do ano lectivo funcionaram, ainda, dois cursos de Educao e Forma-o de Adultos, Manuteno Hoteleira, Assistente Familiar e de Apoio Comuni-dade, que conferem o 2. ciclo do Ensino Bsico e nvel II de formao.

    Este estabelecimento de ensino , tam-bm, entidade promotora de um Centro Novas Oportunidades (CNO). Em 2010, a EPM atribuiu 190 certificados ao nvel do ensino bsico, secundrio e RVCC PRO.

    No mbito do Projeto Formativo Empre-sas, ao longo do ano de 2010, desenvol-veram-se 42 aes de formao frequen-tadas por 516 formandos.

  • 5Junho 2011 | REVISTA MUNICIPAL Montijo

    Escola Secundria Jorge Peixinho

    Escola Secundria Poeta Joaquim Serra

    A Escola Secundria Jorge Peixinho (ESJP) ofe-rece um vasto leque de opes formativas aos alunos do nosso concelho, divididas em ensino bsico e secundrio, regime diurno e noturno.

    Para alm dos cursos vocacionados para o prosseguimento de estudos, a escola tem dado particular ateno aos cursos de dupla

    certificao, como sejam os Cursos de Edu-cao e Formao (CEF) e os Cursos Profis-sionais, no sentido da formao profissional dos nossos jovens.

    No que diz respeito aos cursos profissio-nais, na ESJP vo abrir inscries referentes ao ano lectivo 2011/12 para Tcnico de Ener-gias Renovveis Tcnico Instalador de Sis-temas Solares Trmicos e Tcnico de Ges-to. Em relao aos CEF esto disponveis os cursos de Logstica e Armazm, Prticas Tcnico-Comerciais e Instalao e Operao de Sistemas Informticos.

    Aos alunos que conclurem com aproveita-mento os referidos cursos ser atribudo um diploma de concluso do nvel secundrio de educao e um certificado de qualificao profissional de nvel 3.

    Recorde-se que estes cursos privilegiam a insero dos alunos no mundo do trabalho e permitem o prosseguimento de estudos.

    Em relao aos Cursos de Educao e Formao destinados a jovens candidatos ao primeiro emprego, ou a novo emprego, com idades compreendidas entre os 15 e os 2