disfagia - cloud object storage .concurso de provas e ttulos – conselho federal...

Download DISFAGIA - Cloud Object Storage .CONCURSO DE PROVAS E TTULOS – CONSELHO FEDERAL DE FONOAUDIOLOGIA

Post on 23-Sep-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • DISFAGIAMANH

    SERVIOPBLICOFEDERALCONSELHOFEDERALDEFONOAUDIOLOGIA

    CONCURSODEPROVASETTULOSN001/2013

  • CONCURSO DE PROVAS E TTULOS CONSELHO FEDERAL DE FONOAUDIOLOGIA (CFFa)

    Especialidade: Disfagia Prova aplicada em 22/09/2013 Disponvel no endereo eletrnico www.idecan.org.br a partir do dia 23/09/2013

    - 2 -

    EESSPPEECCIIAALLIIDDAADDEE:: DDIISSFFAAGGIIAA 01 As dificuldades de alimentao e deglutio no perodo neonatal so variadas, assim como o desenvolvimento do beb de uma maneira geral. Com relao a esse desenvolvimento, assinale a alternativa correta. A) Os reflexos orais presentes logo aps o nascimento so os de busca, suco, deglutio, mordida e reflexo nauseoso. B) O recm-nascido saudvel apresenta a cabea em padro postural de flexo para garantir o espao areo necessrio

    para a sua sobrevivncia. C) O reflexo de mordida presente no recm-nascido sinal de uma desorganizao neurolgica, visto que no deve

    estar presente no beb saudvel. D) A presena de reflexos neurolgicos orofarngeos multissinpticos ao nascimento interfere de forma negativa no

    beb, impedindo a suco voluntria nas primeiras horas de vida. E) Os reflexos neurolgicos presentes no nascimento do beb so os de busca, suco e o nauseoso. O reflexo de

    deglutio desenvolve-se no decorrer do crescimento, tendo seu auge na fase de transio das consistncias alimentares com a introduo de pastosos e slidos.

    02 A deglutio e a respirao so duas das funes mais importantes para a sobrevivncia do ser humano e esto intimamente relacionadas. Com relao a essas funes, assinale a alternativa correta. A) Durante a suco na mamadeira, o bolo alimentar obtido pela presso positiva intraoral juntamente com a presso

    negativa exercida sobre o bico pelas gengivas. B) Durante a suco nutritiva, a respirao segue independente do padro suco/deglutio, tendo um estilo prprio e

    com relao direta ao tamanho e peso do beb. C) No beb a termo em poucos dias aps o nascimento o padro entre suco, deglutio e respirao de 1:1:1,

    modificando para o padro de 2 a 3 suces por deglutio nas semanas seguintes. D) Na alimentao ao seio, o mecanismo para retirar o leite se difere, pois h necessidade de succionamento, sendo,

    ainda sim, a presso intraoral positiva, para que haja a manuteno do bico do seio na cavidade oral. E) Se h duas ou mais sugadas antes da deglutio, o bolo acumulado dentro da cavidade oral, no havendo escape

    para a valcula devido ao posicionamento da lngua posteriorizado, sendo o dorso da lngua um obstculo para o escape desse bolo.

    03 Cada vez mais tem sido preconizada a interveno fonoaudiolgica em recm-nascidos e lactentes. Diante do exposto, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas. ( ) Nos bebs com sonda oro ou nasogstrica, a suco no nutritiva deve ser, sempre que possvel, associada

    alimentao pela sonda. ( ) O estmulo trmico gelado no indicado para o recm-nascido pr-termo, em face do risco de hipotermia a que

    est sujeito, podendo comprometer a homeostase e a condio clnica vigente. ( ) Manobras posturais podem ser utilizadas nos casos de paralisia unilateral de pregas vocais, com rotao de cabea

    para o lado comprometido ou inclinao da cabea para o lado preservado. ( ) A induo dos automatismos orais ausentes ou incompletos pode ser feita com tcnicas especficas, como massa-

    gens, estmulos gustativos, de acordo com o reflexo que se deseja eliciar. A sequncia est correta em A) V, F, V, F B) F, V, F, F C) V, F, F, V D) V, V, V, V E) F, V, F, V

    04 So sintomas da pseudodisfagia: A) Dor ao deglutir, disfonia e divertculo de Zenker. B) Emagrecimento, tosse ao deglutir e megaesfago. C) Tosse ao deglutir, emagrecimento e disfonia ou afonia. D) Dor ao deglutir, emagrecimento e fstula traqueoesofgica. E) Sensao de alimento parado na garganta, emagrecimento e paralisia de prega vocal unilateral.

  • CONCURSO DE PROVAS E TTULOS CONSELHO FEDERAL DE FONOAUDIOLOGIA (CFFa)

    Especialidade: Disfagia Prova aplicada em 22/09/2013 Disponvel no endereo eletrnico www.idecan.org.br a partir do dia 23/09/2013

    - 3 -

    05 Sobre o controle neurolgico da deglutio, assinale a afirmativa INCORRETA. A) O nervo hipoglosso (XII) motor para todos os msculos da lngua, com exceo do palatoglosso. B) Os pares cranianos que tm participao na dinmica da deglutio so: trigmeo (V); facial (VII); glossofarngeo (IX);

    vago (X); acessrio (XI) e hipoglosso (XII). C) A sensibilidade gustativa feita pelos nervos facial (VII) 2/3 anteriores da lngua , glossofarngeo (IX) 1/3

    posterior da lngua e vago (X) base da lngua. D) O msculo levantador do vu palatino inervado pelo nervo trigmeo (V) e sua funo elevar o palato mole e

    auxiliar o seu contato com a parede posterior da faringe, fechando a rinofaringe durante a deglutio. E) A deglutio divide-se, segundo alguns autores, em cinco fases. Na primeira fase, denominada antecipatria, h a

    participao dos seguintes pares cranianos: olfatrio (I); ptico (II); oculomotor (III); troclear (IV) e abducente (VI).

    06 A fase preparatria da deglutio uma fase voluntria e subconsciente. Com relao a esta fase, assinale a alternativa correta. A) Os msculos mastigatrios so inervados pelo nervo glossofarngeo (IX) em seu ramo motor. B) Os msculos masseter e pterigoideo lateral so msculos que elevam a mandbula, promovendo o fechamento da

    boca. C) A fase preparatria compreende a preparao do alimento. A aferncia oferecida pelos seguintes pares cranianos:

    trigmeo, facial, glossofarngeo e vago. J a eferncia, pelos: trigmeo, facial, glossofarngeo, vago e hipoglosso. D) Durante a mastigao ocorrem trs etapas hierrquicas, sendo elas: inciso, triturao e captao do bolo. Aps

    esses eventos, que ocorrem na ordem citada, o bolo posicionado no dorso da lngua, dando incio fase oral propriamente dita.

    E) O preparo de cada alimento leva um tempo especfico, denominado trnsito oral. Esse tempo varia de acordo com a consistncia e o volume do alimento. Caractersticas como viscosidade e palatabilidade, apesar de influenciarem na movimentao da lngua e na fora utilizada para tal preparo, no interferem nesse tempo.

    07 A laringe uma estrutura altamente diferenciada, muito importante na dinmica da deglutio. Sua estrutura interna divide-se em andares: gltico, supragltico e infragltico. Com base no trecho anterior, assinale a afirmativa INCORRETA. A) A poro infragltica inervada pelo larngeo recorrente. B) O andar gltico da laringe constitudo pelas pregas vocais, que limitam entre si o espao denominado rima gltica. C) O andar infragltico vai desde as pregas vestibulares at um plano que passa pela borda inferior da cartilagem

    cricoidea. D) O andar supragltico est localizado acima das pregas vocais e estende-se at o adito da laringe, sendo formado por:

    ventrculos larngeos, pregas vestibulares e vestbulo da laringe. E) Todos os msculos intrnsecos da laringe so inervados pelo nervo larngeo inferior ou recorrente, com exceo do

    cricotireoideo, cuja motricidade garantida pelo larngeo superior externo.

    08 A fase farngea da deglutio compreende diversos eventos complexos e apresenta impacto direto sobre a gravidade nos quadros de disfagia, por estar potencialmente relacionada ao risco de aspirao. Com base no trecho anterior, assinale a afirmativa INCORRETA. A) A anteriorizao e a elevao hiolarngea tm relao com a dimenso de abertura da transio faringoesofgica. B) O movimento posterior da base da lngua, a gravidade e a elevao larngea contribuem no transporte alimentar pela

    faringe. C) A elevao, a anteriorizao e a estabilizao hiolarngea contribuem para a abertura da transio faringoesofgica,

    aumentando a resistncia da via digestiva. D) A epiglote no apresenta movimentao prpria no sentido craniocaudal, sendo esse movimento devido presso

    retrgrada exercida pela base da lngua e contrao das pregas ariepiglticas. E) O fechamento larngeo durante a deglutio ocorre inicialmente nas pregas vocais, sendo seguido pelo fechamento

    das pregas vestibulares e, por ltimo, pela cobertura do vestbulo larngeo atravs da epiglote.

  • CONCURSO DE PROVAS E TTULOS CONSELHO FEDERAL DE FONOAUDIOLOGIA (CFFa)

    Especialidade: Disfagia Prova aplicada em 22/09/2013 Disponvel no endereo eletrnico www.idecan.org.br a partir do dia 23/09/2013

    - 4 -

    09 Sobre as fases da deglutio, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas. ( ) O momento que antecede a ejeo oral caracteriza-se por pressurizao da cavidade bucal pela ao das seguintes

    vlvulas: orbicular da boca (vlvula anterior) e aposio do tero posterior da lngua versus o palato mole (vlvula posterior).

    ( ) O aumento ativo da resistncia das vias areas d-se, tambm, pela apneia preventiva, onde ocorre a apneia central e o bloqueio do fluxo areo expiratrio, formando uma coluna de ar na laringe.

    ( ) Durante a fase preparatria oral da deglutio, a via respiratria encontra-se impermevel para a entrada e sada do fluxo areo e a via digestiva encontra-se altamente resistente na regio da transio faringoesofgica.

    ( ) So alguns eventos que ocorrem na fase farngea: fechamento velofarngeo; ao esfinctrica larngea, contrao dos msculos farngeos, elevao da laringe e osso hiide em direo base da lngua; abertura da transio faringoesofgica para a passagem do bolo alimentar ao esfago.

    A sequncia est correta em A) F, V, V, V B) F, V, F, V C) V, F, F, V D) F, F, V, F E) V, F, V, F

    10 A Paralisia Cerebral (PC) pode ser definida como uma afeco neurolgica que tem como causa uma leso permanente no crebro ainda imaturo. Com relao s crianas com paralisia cerebral, assinale a afirmativa INCORRETA. A) A paralisia cerebral pode ser comumente classificada pelo tipo de alterao de tnus e acometimento topogrfico da

    leso