tribuna do vale - edição 2131

Download Tribuna do Vale - Edição 2131

Post on 22-Mar-2016

300 views

Category:

Documents

9 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

25 DE ABRIL DE 2012

TRANSCRIPT

  • cmyb

    cyan magenta yellow black

    25 DE ABRIL DE 2012 DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI ANO XVI - N0 2131 - R$ 1,00

    www.tribunadovale.com.br

    250 150

    Quarta-feira

    C. MAIRINCK

    DESENVOLVIMENTO

    TRFICO

    CONSUMO S.A.PLATINA

    ELEIES

    Acidente na BR-153 envolve quatro veculos

    Pro Tork impulsiona industrializao de Siqueira CamposMe teme pela vida de filhos gmeos

    Comrcio da regio no se anima com o Dia das Mes

    Cmeras flagram pessoas jogando drogas aos presos

    Pedro Claro e Dr Srgio recebem apoio de Richa

    PG. A5

    J. TVORACapal investe mais de R$ 2 milhes em nova loja

    PG. A8

    DENNCIAFamlia paga R$ 200 por atestado de bito

    Antnio de Picolli

    Antnio de Picolli Antnio de Picolli

    Quatro veculos se envolveram em um acidente no nal da tarde de ontem, no quilmetro 85 da BR-153, perto de Conselheiro Mairinck. Duas pessoas caram feridas. O motivo foi a coliso entre dois caminhes: um ba com placas de Blumenau (SC), que seguia sentido a Ibaiti, e que invadiu a pista contrria atingindo outro com placas de Pinhalo. Um Corsa de Curitiba, que vinha atrs do ba no conseguiu desviar do acidente, rodou na pista e caiu em um barranco. Uma viatura do 2 Ba-talho da Polcia Militar, que retor-nava a Jacarezinho tambm no teve tempo de desviar e bateu no Corsa. A viatura cou com a frente destruda e teve de ser guinchada. O motorista do Corsa teve fratura exposta em uma das pernas. PG. A6

    Corsa despencou em uma ribanceira e motorista teve fratura exposta em uma das pernas

    Os pr-candidatos do Democratas a prefeito de Santo Antonio da Platina e Jacarezinho, Pedro Claro de Oliveira Neto e Srgio Eduardo Emygdio de Faria (Dr. Srgio), ambos liados ao Democratas, rece-beram do governador Beto Richa (PSDB) a garantia de que podem contar com seu apoio em relao s eleies municipais de 7 de ou-tubro. A declarao foi feita na sexta-feira, em Jacarezinho, quando o governador visitou a regio. PG. A3

    A chegada da indstria de peas de motocicletas Pro Tork em Siqueira Campos acabou se transformando no marco de desenvolvimento da cidade. A empresa se instalou em 1989 e com o incentivo industrializao promovida pelo prefeito Luiz Antnio Liechocki, cresceu e na sexta-feira, a famlia Bonilha, proprietria da empresa, inaugurou a maior fbrica de motos do sul do Pas, com a presena do governador Beto Richa. Liechocki revela que a cidade conta com mais de 800 empresas registradas, sendo 150 indstrias. So mais de 6 mil empregos diretos e outros 3 mil indiretos. PG. A6

    Pro Tork abre maior fbrica de motos do sul do pais

    Lucas e Matheus so gmeos, filho de Terezinha Correa do Prado. Apesar de idn-ticos na aparncia, Lucas nunca se envolveu com drogas. Morou anos no Estado de So Paulo, mas desde que voltou a Santo Ant-nio vive um tormento. Todos o confundem

    com Matheus, que por conta da dependncia qumica, j praticou vrios delitos, entre eles furtos na vizinhana. O rapaz tambm deixou dvidas com tra cantes, que agora perseguem Lucas por engano. Matheus est desaparecido e a me teme pela vida de ambos. PG. A8

    Embora idnticos, os gmeos tm personalidades diferentes, mas Lucas sofre com as asneiras que Matheus apronta

    Poucas associaes comerciais da regio vo investir em campanhas para aumentar o volume de vendas no Dia das Mes. Em Santo Antonio da Platina, a Acesap vai sortear cinco mil reais entre os consumidores do comrcio local. Sero distribudos 80 mil cupons e o sor-teio ser no dia 14 de maio. PG. A4

    Um homem, uma mulher e um adolescente foram flagrados pelas c-meras do sistema de vigilncia da 38 Delegacia Regional de Polcia de Santo Antnio da Platina quando jogavam drogas para os presos pela grade do solrio da carceragem. PG. A6

  • Impresso e Fotolito:Editora Jornal Tribuna do Vale

    Fone/Fax : 43 3534 . 4114

    Editora Jornal Tribuna do Vale LTDACNPJ 01.037.108/0001-11

    Matriz: Rua Tiradentes 425, CentroSanto Antnio da Platina, PRFone/Fax: 43 3534 . 4114

    Circulao: Abati | Andir | Arapoti | Bandeirantes | Barra do Jacar |Cambar | Carlpolis | Conselheiro Mairink |

    Figueira|Guapirama | Ibaiti | Itambarac | Jaboti | Jacarezinho Jaguariava | Japira | Joaquim Tvora | Jundia do Sul | Pinhalo | Quatigu | Ribeiro Claro | Ribeiro do Pinhal | Santo do Itarar |Santana do Itarar

    |Santo Antnio da Platina | So Jos da Boa Vista | Sengs | Siqueira Campos |Tomazina | Wenceslau Brz

    * Os artigos assinados no representam necessariamente a opinio do

    jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

    O Dirio da nossa regio - Fundado em agosto de 1995

    TRIBUNA DO VALEA-2 Opinio

    E D I TO R I A L E E D I TO R I A L

    A perseverana mais e caz do que a violncia, e muitas coisas que, quando reunidas, so invencveis, cedem a quem as enfren-

    ta um pouco por vez

    Luiz Antonio Silva As divergncias entre eles, governantes, e que nos causam re-pulsa, no devem passar disso. Se passar, que cada um responda por sua irresponsabilidade.Ayrton Baptista

    C HARGE chargeonline.com.brHORRIO DE FECHAMENTO

    SANTO ANTNIO DA PLATINA

    22:10

    NESTA EDIO TEM

    PREVISO PARA HOJE

    22 PGINASCADERNO PRINCIPAL A 01 - 08- OPINIO A 02- POLTICA A 03- GERAL A 04- CIDADES A 05- COTIDIANO A 06- ESPORTES A 07- AGRONEGCIO A 08

    2 CADERNO B 01 - 08- AGRONEGCIO B 01 - ATAS & EDITAIS B 02 - 07- SOCIAL B 08

    TRIBUNA DO VALE Representao:MERCONET Representao de Veculos de Comunicao LTDARua Dep. Atlio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR

    Fone: 41-3079-4666 | Fax: 41-3079-3633Diretor Responsvel

    Benedito Francisquini - MTB 262/PRtribunadovale@tribunadovale.com.br

    tribunadovale@uol.com.br

    Vendas AssinaturaAnual R$ 200,00

    Semestral R$ 100,00

    Filiado a Associaodos Jornais Diriodo Interior do Paran

    A RTIGO

    250 15 0

    A RTIGO

    A RTIGO

    Ayrton Baptista *

    Luiz Antonio Silva*

    Ayrton Baptista *

    Como diria Ulysses

    Um pouco dos nascidos em 1960

    Guerra nada surda

    Pedra por pedra

    Quarta-feira, 25 de abril de 2012

    CPI a gente sabe como co-mea, mas nunca sabe como termina. A frase atribuda a Ulysses Guimares, sbio e experiente poltico brasileiro, um dos grandes condutores do processo de redemocra-tizao do pas aps o regi-me militar. O temor quanto ao fim da Comisso Mista Parlamentar de Inqurito (CPMI) instalada ontem no Congresso Nacional deve j rondar a cabea at mesmo dos mais entusiasmados de-fensores da necessidade de se investigar a fundo as relaes promscuas do contraventor Carlos Augusto Ramos o Carlinhos Cachoeira com agentes pblicos e privados.

    De fato, o entusiasmo ini-cial em favor da CPMI pare-cia ser ditado pelo interesse do governo petista de criar fatos espetaculosos com o objetivo de empanar o brilho que certamente ganhar o

    julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) dos envolvidos no esquema do mensalo, prestes a se iniciar. Supunha-se, pelas primeiras evidncias reveladas ao pbli-co, que os negcios escusos de Cachoeira poderiam atingir to-somente notrios opo-sicionistas, como o senador Demstenes Torres (DEM), um dos mais combativos parlamentares da corrupo que campeou durante o go-verno do presidente Lula. A estratgia seria a de mostrar opinio pblica que, em matria de corrupo, uns e outros so iguais.

    Vazamentos sucessivos de gravaes, alm de investi-gaes levadas a efeito pela imprensa, tm demonstrado, contudo, que a teia dos ne-gcios ilcitos de Cachoeira enreda tambm guras pro-eminentes ligadas situao. Exemplos dessas ligaes

    con guram-se nos casos de lobby em favor de grandes empreiteiras e laboratrios farmacuticos que mantm contratos com o governo, alm de revelaes de que do-aes ilegais para campanhas eram feitas indiscriminada-mente para situacionistas e oposicionistas.

    Assim, a CPMI, to ale-gremente urdida por quem achava que ela poderia ser proveitosa para o m de em-baar o julgamento do men-salo, guarda em si mesma o grande risco de atingir a todos, indistintamente. No que, convenhamos, neste sen-tido, a comisso pode prestar grande servio nao se for conduzida com a seriedade e a objetividade que requer a apurao dos malfeitos e a punio dos malfeitores, independentemente de suas ligaes polticas.

    Num pas em que a poltica

    tratada como instrumento e fonte de privilgios e vantagens pessoais e grupais; em que doutrinas, ideologias e progra-mas na prtica inexistem; em que partidos, de modo geral, no passam de conglomerados fisiolgicos com vistas to-somente a assomar ou dividir poder e verbas muito mais importante do que as posi-es polticas de cada um dos protagonistas envolvidos o combate corrupo, o mal que mais a ige a nao e que mais perversamente prejudica a populao.

    Sabe-se neste momento como a CPMI est comean-do; no se sabe como termi-nar. Mas importante que mantenhamos um mnimo de esperana quanto a bons resultados que dela podero advir. Que no termine em pizza como tantas outras e nem se transforme em uma grande cascata.

    A nal, Rafael Greca sair candidato a prefeito de Curitiba? Pelo PMDB? Depende. Se o senador Roberto Requio ainda o quiser nessa condio, s vencer a resistncia da bancada estadu-al. Se Requio bobear, o que no fcil, deixando a bancada pintar e bordar, o ex-prefeito Greca vai ter que tomar outro caminho. Festa ele j fez. Promoveu-se. Pode tentar capitalizar isso tudo e disputar em 2014 uma funo expressiva dentro do partido que escolheu ou que lhe sobrou diante da separao para com Jaime Lerner. Hoje,