dissertacao gunter

Download Dissertacao gunter

Post on 22-May-2015

410 views

Category:

Documents

8 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. CISCCENTRO INTERDISCIPLINAR DE SEMITICA DA CULTURA E DA MDIADissertao de MestradoA Atuao do Analista de Negcios e da InformaoGNTER WILHELM UHLMANN 1999

2. 2 Gnter Wilhelm UhlmannA ATUAO DO ANALISTA DE NEGCIOS E DA INFORMAODissertao apresentada no Centro de Ps-Graduao Pesquisa e Extenso da UniversidadeGuarulhos, como parte dos requisitos para aobteno do ttulo de mestre em Cincias SociaisAplicadas, rea de concentrao Administrao deEmpresas, sob a orientao da Prof. Dr.Nomia LazzareschiUniversidade Guarulhos Guarulhos - SP 1999 3. 3Dedico este trabalho minha famliaMirtes MariaGnter MichaelErwin Alexandere aos meus paisElisabeth AgatheGnter Hermann 4. 4Banca ExaminadoraProf. Dr.. Noemia Lazzareschi - UnG / PUC-SPProf. Dr. Belmiro do Nascimento Joo - PUC-SPProf. Dr. Joo Eduardo Prudncio Tinoco - UnG / USP 5. 5SumrioResumoiAbstractii1.0 O problema 012.0 As transformaes do macroambiente062.1 Processos de trabalho e organizao da produo 102.2 Decorrncias estruturais322.3 Hbitos de consumo e suas conseqncias 472.4 O desafio do marketing563.0 O Estado-Nao e as organizaes624.0 A Globalizao814.1 Globalizao - um breve histrico 854.2 Globalizao - repercusses sobre as empresas 894.3 Adaptao Organizacional - uma smula 914.4 Globalizao consideraes inconclusivas985.0 As Informaes na nova realidade1065.1 A Informtica no ambiente contemporneo 1145.2 A evoluo do uso da Tecnologia da Informao 1205.3 O Analista de Negcios e da Informao124O Analista de Negcios e da Informao e os6.0 135Princpios de Gesto6.1 O planejamento da Informtica 138Informtica : Organizao e seus modelos de6.2 143Gesto7.0 Concluses1558.0 Bibliografia159 6. 6Agradecimentos Prof.a Dr.a Nomia Lazzareschi que orientou a elaborao destapesquisa com muito carinho e pacincia. Universidade Guarulhos - UnG pelo apoio financeiro necessrio realizao deste trabalho. Prof.a. Ieda Maria Silva P. Barbosa e ao Prof. Henrique Mori peloesmero, estmulo e profcuo apoio na reviso editorial e ortogrfica destetrabalho.E, sobretudo, quele que, por sua mo e desgnio, a tudo isto possveltornou : O Grande Arquiteto do Universo! 7. 7Resumo Este trabalho tem como objetivo analisar o ambiente scio-econmicodeste sculo, procurando demonstrar as repercusses das transformaeseconmicas, polticas, sociais e culturais do capitalismo sobre a organizaodas empresas e a necessidade de sua adaptao s novas realidades comofator de sobrevivncia. Trata-se de evidenciar a necessidade de uma interaoentre os sistemas de informaes e a gesto do negcio propriamente dita,apontando para a relevncia do papel de um gestor, aqui denominado deAnalista de Negcios e da Informao. Pretende-se demonstrar, que estegestor, alm de slidos conhecimentos da atividade fim da organizao, nopoder prescindir de conhecimentos da tecnologia de processamento de dadose da anlise de sistemas como condio necessria, embora no suficiente,para que a gesto das organizaes se revista da eficcia requerida. Este trabalho procura mostrar, portanto, a importncia da eficaz gestodas informaes como agente viabilizador das organizaes num ambiente dealta competitividade, evidenciando neste contexto a atuao deste novoprofissional, ou seja, o Analista de Negcios e da Informao.Abstract Changes in the market are constantly imposing ever new requirements on theorganizations. A high degree of flexibility in fulfilling customers requirements, quickturnaround and short production runs are the basic principles of market success. Thisterm - paper has the goal to examination of the social and economical background inthis year hundred. Against this background, Business Process Optimization has becomeincreasingly vital to enable a company to adapt its organization to the new challengesand to ensure control as a support for business management in these short-lived markets. It analysis the organization and the aspects of company environment, howdecisions are taken, what aspects are necessary to take the decisions, the pre-requisitesfor a management information system is an increasingly crucial factor in formulating afuture-oriented, successful business strategy. Without the intention of answering in a conclusive way, but yet witting tocooperate with the theme of the good information management as a tool for a dynamicbusiness management, the way forward in a high competitive environment. 8. 81.O ProblemaO Analista de Negcios e da Informao tem a origem da sua atuaono Analista de Sistemas que, como se sabe tinha por incumbncia satisfazer asexigncias tecnolgicas referentes aos aplicativos (softwares) por eleconcebidos. A preocupao com o negcio ficava para os gestores donegcio, que por sua vez, geralmente no possuam o conhecimento daTecnologia da Informao ( TI ).A partir deste objetivo, procurar-se-, portanto, demonstrar a evoluodas organizaes em sua contnua adaptao, na procura de um novo pontode equilbrio com o macroambiente scio-econmico , igualmente em contnuamutao.Para fins deste trabalho, esta anlise ficar restrita ao sculo XX,procurando evidenciar os aspectos organizacionais mais relevantes, relativosao ambiente de alta competitividade, que caracteriza o capitalismo deste finalde sculo, transformado pelo processo de globalizao da economia e quepassa a requerer uma nova abordagem. A partir desta hiptese tratar-se- dedemonstrar o novo valor das informaes para as organizaes, bem como anecessidade de um gestor das mesmas, no no sentido tradicional, mas sim,adequado aos novos paradigmas, donde emerge a figura do Analista deNegcios e da Informao,o gestor de negcios que os viabiliza com o usoda Tecnologia da Informao.ObjetoProblemaO descompasso entre o estgio de desenvolvimento do macroambientee o dos modelos organizacionais aplicados s organizaes. 9. 9Anlise situacional crticaPublicaes especficas sobre a vivncia profissional e os livros epalestras de autores chamados pela mdia de gurus da administraoevidenciam uma profunda mudana no macroambiente econmico e social.Evidencia-se, tambm, que a ao de agentes transformadores daordem tecnolgica, social e econmica, resultando na contnua apresentaode novos modelos organizacionais e de gesto, com a finalidade de obter-seum equilbrio entre os nveis de desenvolvimento das organizaes e o doambiente ao qual pertencem.Frases tais como: - Os modelos organizacionais tradicionais estoexauridos!Novos modelos e conceitos urgem!A sobrevivncia dasorganizaes depende da sua capacidade de adaptao ... ! so expressesdas transformaes ambientais e suas inevitveis repercusses sobre asorganizaes deste final de sculo, transformado pelo processo deglobalizao da economia e que requer uma nova abordagem .Este final de sculo (momento de transio), permite a observao daconvivncia entre:- modelos de cunho taylorista (vocao administrativa organizacional dentida inspirao burocrtica); - modelos de gesto participativa;- conceitos de empresa ampliados via Tecnologia da Informao e- conceito de gesto de processos.Torna-se perceptvel que h uma efetiva, real e frentica preocupaodas organizaes pela sobrevivncia, cada vez mais difcil e rdua, a qual nopode prescindir de:- novos conceitos; 10. 10- novos modelos organizacionais e- Tecnologia da Informao. A economia cada vez mais globalizada, os modelos de reduo decustos, de downsizing e de aumento da produtividade, demonstraram serfinitos, ao contrrio do que se acreditava de incio (Plano de melhoriascontnuas, Planos de reduo contnua dos estoques, idem para refugosetc.). A Tecnologia da Informao,tratada como um recurso, tal qual osrecursos humanos e materiais, apresenta-se como uma nova alavanca capazde mover novamente as organizaes rumo almejada eficcia organizacional.Trata-se, portanto, de analisar a atuao do profissional da administrao, comamplos conhecimentos da Tecnologia da Informao, e de uma visoabrangente da organizao, muito alm do seu horizonte visual imediato eclssico. Assim, torna-se necessrio efetuar a analise no somente dosaspectos tcnicos, a aplicao da Tecnologia da Informao, como tambm aresponsabilidade social deste agente chamado por autores, norte-americanosde CIO - Chief Information Officer, e por brasileiros de Analista de Negcios eda Informao. Profissional, ainda em fase de consolidao, pois a diviso dotrabalho do classicismo administrativo no o concebia. Na abordagem clssica,observa-se a presena de pelo menos dois grupos de profissionais, um voltadopara o negcio e outro para a Tecnologia da Informao. No classicismo estavarepresentado, em face da diviso do trabalho, pelo analista de negcios, ogestor, administrador cuja atuao voltava-se, como o prprio nome j o diz,"para o negcio", atividade fim, e pelo analista de sistemas, gerente ou diretorde informtica, profissional voltado para a gesto da Tecnologia da Informaosem preocupao imediata com a atividade fim da organizao. Est havendoa fuso destes dois profissionais em face das novas realidades, decorrentes daalta competitividade que exige das organizaes respostas cada vez maisrpidas e precisas. inegvel que as empresas tm sido concebidas para gerar dinheiro,porm, ao lado desta funo econmica que garante sua sobrevivncia em 11. 11primeira instncia, encontra-se a funo social, de gerar emprego aos seusempregados os quais ao consumirem tambm sero clientes. Sob a pticasistmica, apresenta-se a contnua busca de equilbrio do macroambiente:sistema - sociedade/subsistema.Em suma, pretende-se analisar a evoluo do modelo organizacionaldesta ltima dcada, evidenciando o papel:- da Tecnologia da Informao;- dos profissionais que aplicam a Tecnologia da Informao e- dos agentes modificadores das estruturas organizacionais. 12. 12Metodologia da PesquisaEste trabalho no resulta de pesquisa emprica dada a especificidade deseu tema, o surgimento de um novo personagem na administrao deempresas como uma necessidade vislumbrada no cenrio histrico brasileiro.Em face do apresentado, foi adotada como metodologia a anlise de obras, taiscomo publicaes nacionais e internacionais, documentos e informativos deempresas e entrevistas e depo