migra§µes no brasil

Download Migra§µes no brasil

Post on 07-Jun-2015

21.401 views

Category:

Education

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. MIGRAO NO BRASIL Prof. Luciano Pessanha www.lucianopessanhageo.blogspot.com

2. OPERRIOS TARSILA DO AMARALEste quadro mostra a miscigenao do POVO BRASILEIRO Causada pela chegada de vrios Imigrantes 3. Afinal, o que MIGRAO?DEFINIO: O termo migrao corresponde mobilidade espacial da populao, ouseja, o ato de trocar de pas, de regio, de estado ou at de domiclio. Esse fenmenopode ser desencadeado por fatores espontneos (foras de atrao)ou forados(foras de repulso) de origem: Religiosos, reas de repulso de populao Psicolgicos, So reas que perdem populao em Sociais,consequncia de diversos fatores: estagnaoeconmica, utilizao de tecnologia na Econmicos,agricultura dispensando um grande nmero de Polticos,trabalhadores, concentrao fundiria (de Ambientais. terras), etc.Porque ocorrem ?reas de atrao de populaoAs migraes surgem como resposta s fortesSo reas que recebem populao de outrasdesigualdades econmicas, sociais e ambientaisreas. A atrao exercida por vrios fatores,entre as diferentes regies do mundo. a buscaentre eles, melhor oferta de emprego, maiorpor melhores condies de vida.facilidade de acesso a terra etc. 4. Porque estud-las ?As migraes, quer sejam internas ou externas, provocam uma srie de alteraesdemogrficas, sociais e econmicas, nas reas de partida e nas de chegada. 5. TIPOS DE MIGRAO1) Quanto ao TEMPO DE PERMANNCIA do Migrante: Migrao definitiva: quando a migrao se d sem que o migrante saia mais do localpara onde foi, ou que no voltei mais para o local de onde saiu. Migrao temporria: quando a migrao se d por um tempo que pode serdeterminado ou indeterminado.2) Quanto a FORMA que se deu a migrao temos: Migrao espontnea: quando ela se d por vontade prpria do migrante. Migrao forada: quando ela se d por uma vontade externa ao interesse domigrante. Migrao planejada: quando ela se d de forma planejada afim de cumprir umdeterminado objetivo. Migrao Legal : autorizada pelo governo Migrao Ilegal: no autorizada pelo governo ou autorizada por tempo determinado(turismo) sem retorno do cidado ao seu pas de origem aps o fim do prazo. 6. TIPOS DE MIGRAO3) Quanto ao ESPAO DE DESLOCAMENTO: Migraes Internacionais: Imigrao e Emigrao(podem ser Intracontinentais ou Intercontinentais Migraes Nacionais ou InternasMIGRAES INTERNACIONAIS EMIGRAO: Movimento de sadapopulacional de um determinado pas IMIGRAO: Movimento de entradapopulacional de um determinadopas. 7. MIGRAO INTERNACIONAL HOJEREGIES DE PARTIDA E DE CHEGADACom base na figuraidentifique as principaisregies de:a) Partida de Emigrantesb) Destino de Imigrantes 8. MIGRAES NACIONAIS OU INTERNAS:Dentro do mesmo Pas Inter-regional (entre regies) Intra-regional (dentro da mesma regio) Inter-estadual (entre estados) Intra-estadual (dentro do estado) xodo-rural (sada campo p/ cidade) xodo-urbano (sada da cidade p/ campo) Urbano-Urbano (de uma cidade p/ outra) Transumncia ou Sazonal (estaes do ano) Nomadismo (busca de alimento/abrigo) Pendular ou Diria (trabalho/casa) 9. MIGRAES NACIONAIS OU INTERNAS: Dentro do mesmo PasCronologia:1- Sc. XVI - Ocupao do interiornordestino com a pecuria ;2- Sc. XVII - Garimpos de Ouro e Diamante3- Sc. XVIII - Minerao4- Sc. XIX - Extrao de ltex no Acre (1870)5- 1960 - Construo de Braslia6- Agricultura de Cana de Acar7- Mo de Obra p/ a Indstria8- Anos 80 Sulistas vo p/ cultivo de soja agado no sul do AmazonasObservamos que historicamente a principal regio de emigrao no Brasil tem sido o Nordeste. Isso no se deveexclusivamente s secas, mesmo porque devemos lembrar que no s o sertanejo que deixa sua regio. A faltade empregos, de infraestrutura, a concentrao de terras e o baixo padro de vida so os fatores principais paraa sada dos nordestinos de sua regio. A seca um agravante para aqueles que moram nas reas afetadas por essefenmeno climtico. 10. MIGRAES NACIONAIS OU INTERNAS: Dentro do mesmo PasNa dcada de 1990 diminuem os movimentos migratrios inter-regionais e intensificam osintra-regionais ( trajetos mais curtos) 11. CONSEQUNCIAS DAS MIGRAESDEMOGRFICASREAS DE PARTIDA ECONMICASREAS DE CHEGADA SOCIAIS 12. CONSEQUNCIAS DEMOGRFICASreas de Partida reas de Chegada Diminuio da Populao Aumento da Populao AbsolutaAbsoluta; Aumento da Natalidade Diminuio da Natalidade (imigrantes costumam ter mais Diminuio da Densidadefilhos que autoctones)Populacional e da Taxa de Aumento da DensidadeFecundidadePopulacional e da Taxa de Desequilbrio na Pirmide Etria Fecundidade(envelhecimento da populao e Rejuvenescimento da Populaoficam mais mulheres do que (maior n de jovens e adultos)homens) Diminuio da Mortalidade Aumento da Taxa de Mortalidade 13. CONSEQUNCIAS ECONMICAS reas de Partida reas de ChegadaDiminuio da PEA Aumento da PEADiminuio do Dinamismo Aumento do Dinamismo EconmicoEconmicoDiminuio do DesempregoAumento do desempregoLigeira melhoria dos salrios Aumento da mo de obraAbandono dos camposbarata agrcolas nas reas ruraisSada de divisas ($)Entrada de divisas dos imigrantes ($) 14. CONSEQUNCIAS SOCIAIS reas de Partidareas de Chegada Introduo de novas idias Difuso cultural (lngua,e culturas msica, vestimenta, Diminuio na intensidadeculinria, etc.)das relaes familiares e de Aumento de favelas eamizadecortios na periferia Aumento do racismo, xenofobia e discriminao social. 15. IMIGRANTES NO BRASIL 16. RODOVIA DOS IMIGRANTES ( SP-160)O Censo Demogrfico 2010 registou 286.468 imigrantes que, vindos de outros pases, viviamno Brasil h pelo menos cinco anos e em residncia fixa. O nmero foi 86,7% maior do que oencontrado pelo Censo Demogrfico 2000, quando foram registrados 143.644 imigrantes namesma situao. 17. Imigrantes Portugueses no Brasil 18. 1 Missa CatlicaRealizada no Brasil 19. Presena portuguesa no Brasil Em 1499 na segunda armada para ndia, amais bem equipada do sculo XV, Pedrolvares Cabral afastou-se da costa africana.A 22 de abril de 1500 avistou o MontePascoal no litoral sul da Bahia. Denomina-se Brasil Colnia perodo dahistria entre a chegada dos primeirosportugueses em 1500, e a independncia,em 1822, quando o Brasil estava sobdomnio socioeconmico e poltico dePortugal. Eventualmente Frana e Holandaconquistaram o domnio de regiesestratgicas como, por exemplo, a ilha deSo Lus do Maranho (Frana Equinocial),a cidade de So Sebastio do Rio de Janeiro(Frana Antrtica) a cidade de Recife eparte dos atuais estados de Pernambuco,Paraba e Alagoas (Holanda). 20. Presena portuguesa no Brasil Bairro do Canind So PauloA partir dcada de 1930, o presidente brasileiro Getlio Vargas criou uma lei que controlava a entrada de imigrantes no Brasil ("Lei de Cotas de Imigrao"), qual apenas os portugueses no estavam sujeitos. As vrias dcadas que durou o salazarismo contriburam para uma grande vinda de portugueses para o Brasil. Essa imigrao durou at meados da dcada de 1960. Aps a II Guerra Mundial, os portugueses foram os nicos quecontinuaram a chegar em grande nmero ao Brasil. Entre 1945 e1959 ainda chegaram ao Brasil cerca de 250 mil portugueses. AEstdio Oswaldo Teixeira Duartepartir de ento, os portugueses passaram a pouco se interessar em(Canind), So Pauloatravessar o Oceano Atlntico. De tal modo, a secular imigraoportuguesa para o Brasil tornou-se mnima Os portugueses constituram o segundo grupo que mais povoouo Brasil, atrs apenas dos negros africanos. Durante mais de trs sculos de colonizao, somada imigrao ps-independncia, os portugueses deixaram profundasheranas para a cultura do Brasil e tambm para a etnicidade dopovo brasileiro. Hoje, a maioria dos brasileiros tm alguma ancestralidadeportuguesa. 21. Imigrantes Africanos no Brasil 22. PRESENA AFRICANA NEGRA NO BRASIL A chegada dos primeiros negros ao Brasilaconteceu em 1549,quando os portugueses chegaram ao continente. O Brasil tem a maior populao de origemafricana fora da frica. Segundo o IBGE, os autodeclarados negrosrepresentam 6,3% e os pardos 43,2% da populaobrasileira, ou seja, oitenta milhes de brasileiros. Tais nmeros so ainda maiores quando se tomapor base estudos genticos: 86% dos brasileirosapresentam mais de 10% de contribuio dafrica subsaariana em seu genoma. Salvador o centro da cultura afro-brasileira. A maior parte da populao negra ou parda. Salvador a cidade com o maior nmero dedescendentes de africanos no mundo, seguida porNova York, majoritariamente de origem iorub,vindos da Nigria, Togo, Benim e Gana. 23. ESCRAVOS OU ESCRAVIZADOS ? 24. Populao e cultura Afro-brasileiraO termo afro-brasileiro designa tanto pessoas com ascendncia da frica subsaarianaquanto a influncia cultural trazida pelos escravos africanos para o Brasil. Populao de Afro-brasileiros"Negros": cerca de 12,908 milhes (6.9% sobre a populao Brasileira), "Pardos": cerca de 79,782 milhes (42.6% sobre a populao Brasileira),"Total": Cerca de 92.69 milhes (49.5% sobre a populao Brasileira), As populaes mais significativas concentram-se nas Regies Sudeste e Nordeste. Aldeia Cururu (Maranho) Me e filho numa aldeia de ndios guajajaras. 25. Salvador um importante destino turstico do pas.O interesse pela cidade se d pela beleza do conjunto arquitetnico e da cultura local (msica, culinria e religio).O turista que escolhe Salvador pode ir praia pela manh, passear no Centro Histrico tarde, jantar em um dos bons restaurantes da cidade e ir danarnos ensaios dos blocos Capital da Alegria "Roma Negra" outros estilos musicais.de carnaval ou ao som de Ainda se pode ir ao Farol da Barra ver o pr-do-sol na Baa de Todos os Santos. O Mercado Modelo o ponto escolhido por muitosturistas para comprar lembranas da Bahia. 26. SwitzerlandCOLONIZAO SUCA NO BRASIL 27. COLONIZAO SUA NO BRASIL O primeiro movimento organizado, A regio era conhecida pelo seu clima ameno econtratado pelo governo brasileiro, de relevo acidentado, o mais semelhante queimigrantes europeus foi a imigraopoderia haver no Rio de Janeiro com a Sua. sua para a regio serrana do Rio deJaneiro Muitos dos imigrantes suos logo Em 16 de maio de 1818, o prncipeabandonaram seus lotes e se disper

Recommended

View more >