os desafios da escola pública paranaense na · pdf fileem slides, utilizando-se do...

Click here to load reader

Post on 22-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Verso On-line ISBN 978-85-8015-076-6Cadernos PDE

    OS DESAFIOS DA ESCOLA PBLICA PARANAENSENA PERSPECTIVA DO PROFESSOR PDE

    Artigos

  • TECNOLOGIAS E PRTICAS EDUCATIVAS: o uso do computador

    na escola como recurso pedaggico

    Selma Carneiro Ribas1

    Flavia Dias de Souza2

    Resumo Este artigo discute a experincia vivenciada no Programa de Desenvolvimento Educacional PDE SEED, do Governo do Estado do Paran, implementado com alguns professores do Colgio Estadual Professora Irma A. B. Bianchini, municpio de Lapa, Estado do Paran, Ncleo Regional de

    Educao rea Metropolitana Sul, na forma de implementao de prticas colaborativas de formao docente em busca de melhorias no desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem utilizando-se do computador como recurso pedaggico, e a atuao do professor como mediador no uso dessa tecnologia no processo ensino-aprendizagem. As intervenes ocorreram por meio de desenvolvimento de oficinas, organizadas em cinco momentos: conversa com o grupo para levantamento de expectativas e necessidades sobre o uso de recursos tecnolgicos, para ento propor a sensibilizao do assunto com a leitura e anlise do referencial terico adotado; uso do editor de texto BrOffice.org Texto , bem como suas configuraes a partir de prticas no laboratrio de informtica; orientando-se quanto ao acesso do software e suas aplicaes, bem como elaborar um ensaio de produo textual a partir dos recursos disponveis no programa; produzir apresentao em slides, utilizando-se do software BrOffice Impress; realizar busca, seleo, anlise, utilizao e avaliao de animaes e jogos acessando o Portal dia a dia da educao e seminrio para avaliao do processo de interveno. Frente interveno realizada cabe destacar que os professores esto receptivos produo de materiais didtico-pedaggicos na escola, utilizando-se do computador como recurso pedaggico e acreditando que o processo de ensino aprendizagem pode sofrer mudanas positivas ao fazer uso dos mesmos. Palavras-chave: Computador. Prtica colaborativa. Ensino-aprendizagem. Formao docente.

    1. INTRODUAO

    O ato de aprender e de fazer aprender foco norteador da educao levando-

    se ao conhecimento. Esse entendimento implica compreender todas as dimenses

    da realidade, captar e saber expressar essa totalidade de forma cada vez mais

    ampla e integral. O desenvolvimento da habilidade de raciocnio fundamental para

    a compreenso do mundo e ao crtica do estudante.

    Num mundo cercado de inovaes e novidades os professores sentem

    dificuldades em desenvolver suas atividades dirias se no tentam despertar a

    curiosidade e o interesse dos estudantes. Com a utilizao do computador na

    educao possvel ao professor e escola dinamizarem o processo de ensino-

    1 Professora pedagoga PDE 2013, SEED, Estado do Paran, NRE rea Metropolitana Sul, Municpio de Lapa -

    Colgio Estadual Professora Irma Antonia B. Bianchini. E-mail [email protected] / [email protected] 2 Professora Orientadora IES - Universidade Tecnolgica Federal do Paran UTFPR Curitiba, PR. E-mail -

    [email protected]

    mailto:[email protected]

  • aprendizagem com aulas mais criativas, mais motivadoras e que despertem, nos

    estudantes, a curiosidade e o desejo de aprender, conhecer e fazer descobertas.

    Neste contexto as utilidades e os benefcios no desenvolvimento de diversas

    habilidades fazem do computador um importante recurso pedaggico, uma vez que,

    com ele, podemos usufruir da realizao de variadas aes como: desenvolver a

    comunicao, fazer pesquisas, redigir textos, criar desenhos e outros. Sendo assim

    no h como a escola atual deixar de reconhecer a influncia da informtica na

    sociedade moderna e os reflexos dessa ferramenta na rea educacional.

    O desinteresse por parte de alguns professores ou mesmo o

    desconhecimento em relao ao uso de recursos tecnolgicos, em especial ao uso

    do computador, preocupa o campo educacional, pois nem todos tiveram iniciao na

    graduao quanto ao tema em questo.

    A procura por materiais e a busca na implementao de atividades

    pedaggicas diversificadas no planejamento e execuo das aulas, que contemplem

    o uso de tecnologias precisam ser incentivadas. Em busca de possveis solues,

    estudou-se possibilidades de prticas de ensino que podem ser desenvolvidas com

    apoio de laboratrios de informtica e que favoream a aprendizagem dos

    estudantes. Ao utilizar-se dos softwares - LINUX (EDITOR DE TEXTOS,

    APRESENTAO e JOGOS) na organizao de atividades de ensino objetivando

    prticas colaborativas de formao docente, busca-se melhorias ao desenvolvimento

    do processo ensino-aprendizagem utilizando-se do computador como recurso

    pedaggico, pois no se pode pensar em inovao sem a produo de

    conhecimento pedaggico e a formao de professores (as), esta exigindo-se de

    reflexo sobre como integrar as tecnologias e demais recursos educao como

    caminho, para pensar como form-los enquanto futuros usurios ativos e crticos;

    bem como elaboradores de materiais para a aprendizagem.

    Alm da compreenso das ferramentas, o foco central foi a orientao

    metodolgica aos docentes na organizao de atividades com o uso desses

    recursos. O (re) interesse dos docentes pelo uso do computador como recurso

    pedaggico visa o melhor desempenho acadmico dos discentes, pois ao inovar

    suas aulas, certamente a ateno de seus estudantes ser despertada e

    consequentemente seus objetivos como professor (a) sero alcanados.

    Esta pesquisa contribuiu para que os professores repensem a sua prtica no

    tocante ao uso das tecnologias/uso do computador, construindo uma prxis

  • pedaggica articulada e coerente com as exigncias da sociedade atual, sendo este

    docente o principal ator do processo educativo.

    2. EDUCAO E TECNOLOGIAS ALGUNS APONTAMENTOS

    A educao e sempre foi um processo complexo que se utiliza da

    mediao de algum tipo de meio de comunicao entre o conhecimento e o

    aprendente junto ao do docente em sua interao pessoal e direta com os

    estudantes; dessa forma pode-se considerar a sala de aula como uma tecnologia ,

    assim como o quadro negro, giz, o livro e outros materiais pedaggicos.

    Processos de socializao e linguagem sempre mediaram e permearam a

    experincia humana, mas somente a partir da modernidade com o surgimento de

    mdias de massa como o impresso e depois os sinais eletrnicos que se observa

    um enorme crescimento da mediao da experincia decorrente destas formas de

    comunicao.

    A tecnologia j faz parte da educao h sculos, desde o livro impresso, do

    uso do lpis e o quadro-negro. Neste sentido, o desenvolvimento da tecnologia

    atinge as formas de vida da sociedade e que a escola no pode ficar de fora,

    adquirindo uma funo mediadora entre a cultura hegemnica da comunidade

    social e as exigncias educativas de promoo do pensamento reflexivo (LITWIN,

    2001, p. 131).

    H tecnologias antigas que se renovam a partir de novos critrios de uso

    como, por exemplo, o rdio no carro ou o telefone que mais de um sculo aps sua

    inveno se miniaturiza e invade todos os espaos. Por vez existem muitas

    tecnologias que se tornam obsoletas antes que seu uso seja generalizado.

    Consideramos Tecnologia de Informao toda forma de gerar, armazenar, veicular,

    processar e reproduzir a informao (CORTELAZZO, 2009, p. 6).

    Para compreender o papel das tecnologias na educao preciso consider-

    los como ferramentas pedaggicas, deixando de lado, seus usos como meio de

    circulao de informao geral; observando-se assim, que a introduo de uma

    inovao tcnica na educao deve estar orientada para uma melhoria da qualidade

    e da eficcia do sistema e priorizar os objetivos educacionais. Isto posto no

    ocorrer sem que hajam profundas mudanas nos modos de ensinar e na prpria

    concepo e organizao dos sistemas educativos, assim, profundas modificaes

    na cultura da escola.

  • A utilizao de materiais didticos escolhidos, validados, preparados e

    trazidos pelo (a) professor (a) e integrados em seus planos de aula, geralmente

    ocorrem com a mediao do (a) docente em suas variadas atividades; estes

    utilizados como apoio s aulas expositivas atravs de materiais audiovisuais, mas

    onde o computador acoplado a um projetor de imagem em tela (data show) pode

    introduzir grandes vantagens em razo da possibilidade de acesso rpido

    informao buscada e interatividade que torna a atividade mais dinmica.

    Faz-se necessrio atentar para o fato de que a inovao ocorre muito mais

    nas metodologias e estratgias de ensino do que no uso puro e simples de

    aparelhos eletrnicos muitas vezes usado de forma mecnica, no reflexiva, nada

    inovadora, submetida a uma lgica de estmulo/resposta, conduzindo assim a ao.

    preciso ter claro que as TICs no substituem os livros didticos, nem assumem suas funes, embora transformem profundamente seu uso, que ser muito mais de referncia e sntese do que consulta e de estudo. As TICs oferecem, para alm do impresso, ocasies originais de aprendizagem, trazendo desafios, provocando curiosidade, criando situaes de aprendizagem totalmente novas de conviviabilidade e interaes mais intensas do que a aula magistral baseada na autoridade do professor (BELLONI, 2008, p.73).

    No se pode pensar em inovao sem a produo de conhecimento

    pedaggico e a formao de professores (as), e