fazendo 61

Download Fazendo 61

Post on 26-Mar-2016

216 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

boletim do que por cá se faz

TRANSCRIPT

  • Foto

    graf

    ia A

    na

    Nob

    re

    #61http://fazendofazendo.blogspot.com 26 MAI. a 9 JUN. 2011

    no o fim do mundo

  • Tiago Pereira, o festival Bons Sons e a associao cultural DOrfeu.

    A primeira edio dos Prmios Megafone, a que o mgico projecto Foge Foge Bandido, de Manuel Cruz (ex-Ornatos Violeta), se associou com uma das suas raras apresentaes ao vivo, coroou os Galandum Galundaina e Tiago Pereira. Os primeiros porque fazem viver tudo o que mirands para l do seu espao e do seu tempo. O segundo, porque coloca em imagens com personalidade nica os sons desta espcie de rectngulo chamado Portugal (j depois de vencer o Prmio Megafone Misso, Tiago Pereira criou o projecto A Msica Portuguesa a Gostar Dela Prpria, profcua recolha em video e divulgao online de msicos e colectivos que do presente e futuro msica tradicional).

    Apesar de dependente de todas as vidas de todas as pessoas que a integram e que para ela contribuem com graus raros de desinteressada entrega, a Associao Megafone 5 mantm intacto o propsito com que viu a luz pela primeira vez. E por isso que, anuncie-se agora, os Prmios Megafone regressam em 2012, para distinguir e estimular quem partilha a viso de Joo Aguardela e a partir dela constri peas que intervm nas nossas vidas.

    Por outras palavras, arte.

    FICHA TCNICA: FAZENDO - Isento de registo na ERC ao abrigo da Lei de Imprensa 2/99 de 13 de Janeiro, art. 9, n2 - DIRECO GERAL: Jcome Armas - DIRECO EDITORIAL: Pedro Lucas - COORDENAO GERAL: Aurora Ribeiro

    COORDENADORES TEMTICOS: Albino, Anabela Morais, Carla Cook, Filipe Porteiro, Helena Krug, Lus Menezes, Miguel Valente, Pedro Gaspar, Pedro Afonso, Rosa Dart - COLABORADORES: Ana Correia, Pedro Gonalves, PNF, Sara Soares,

    Toms Melo - PROJECTO GRFICO: Nuno Brito e Cunha - PROPRIEDADE: Associao Cultural Fazendo SEDE: Rua Rogrio Gonalves n 18 9900 Horta - PERIODICIDADE: Quinzenal TIRAGEM: 400 exemplares IMPRESSO: Grfica o Telgrapho

    CONTACTOS: vai.se.fazendo@gmail.com

    2 026 MAI. a 9 JUN. 2011 http://fazendofazendo.blogspot.com

    opinio

    Associao Megafone 5

    Pedro Gonalves - Associao Megafone

    APOIO:DIRECO REGIONAL DA CULTURA

    Quando, em Janeiro de 2009, Joo Aguardela faleceu, no deixou exactamente uma obra, mas vrias. Deixou todas as que se conhecem, sendo as mais visveis e audveis as que resultam da vida dos Sitiados, Megafone e A Naifa, mas deixou uma outra que raramente acorre lembrana at dos mais atentos: a que no chegou a ser feita.

    Por isso se juntaram diversas pessoas sob a designao Megafone 5. O projecto musical Megafone, com Joo Aguardela a solo a vestir msicas portuguesas oriundas de recolhas etnogrficas com roupas electrnicas modernas, mais de sbado noite do que domingueiras, deixou quatro lbuns gravados. O nosso trabalho seria o quinto disco simblico, passe a imodstia da ambio.

    A Associao Megafone 5, no negando naturalmente a presena no seu cdigo gentico de uma vocao para a homenagem, nasce tambm do desejo de adivinhar o futuro. Nasce, entre amigos de Joo Aguardela e admiradores da forma como encarava e manuseava a msica de raiz portuguesa, da recusa em aceitar que um legado como uma pomposa condecorao que se pendura na parede para acumular anos e p.

    No foi preciso muito para que, escassos dias depois de Joo Aguardela ter partido para a sua ltima digresso, rumo ao cu ou o que estiver l desse lado, vrias pessoas terem

    Foto

    graf

    ia A

    fon

    so C

    hav

    es P

    orto

    de

    Pont

    a D

    elga

    da/

    Ram

    pa d

    o C

    orpo

    San

    to c

    om s

    olda

    dos

    e m

    arin

    heir

    os n

    orte

    -am

    eric

    anos

    - 19

    18

    Pretendem envolver toda a comunidade na reflexo filosfica e na construo da sociedade, no apenas as pessoas directamente relacionadas com o meio escolar

    capa

    Ana Nobresobre a fotografia:

    o espelho o que nos devolve? a superfcie do real.eternamente inquietos, assistimos ao espectculo da vida.

    nunca a tocamos no seu mago. no estamos no aberto, o espao

    informalmente comeado a partilhar a ideia de que havia ainda muito a fazer. Havia que celebrar, homenagear e divulgar mais de 20 anos de trabalho do rapaz Joo Miguel Antunes Aguardela. Mas havia, sobretudo, que fazer algo para que esta msica portuguesa que o movia continuasse a escrever-se e aventurar-se e recriar-se (em ambos os sentidos).

    Presente, na gnese da associao, esteve sempre a vontade de encarar o futuro. E, para faz--lo, nada melhor que resolver o passado com uma celebrao em grande, em festa, com amigos, admiradores, camaradas de ofcio, melmanos annimos, tudo quanto coubesse no Centro Cultural de Belm, em Lisboa. Foi o que aconteceu a 4 de Novembro de 2009, com actuaes ao vivo dos Gaiteiros de Lisboa, Questrada, Dead Combo e A Naifa. E o que a aconteceu foi tambm o nascimento pblico de uma empreitada maior e mais ambiciosa - os Prmios Megafone. Bem como o site www.aguardela.com, com tudo o que s actividades da associao diz respeito, mais a obra completa do Megafone para gozo popular gratuito e sem pecado.

    Os Prmios Megafone foram, desde o embrio da ideia, encarados com os

    olhos com que Joo Aguardela via a msica dita tradicional. So prmios que visam estimular a transformao, a mudana, a passagem de testemunho entre pessoas e geraes, o encontro do passado com as crescentes possibilidades do presente e do futuro, a nova msica dita tradicional. Msica Para Uma Nova Tradio, como se l na assinatura da prpria associao. E so, tambm como tanta dessa msica, colaborativos, quase cooperativos, sem meios mais grandiosos do que a

    disponibilidade e a generosidade de um sem nmero de pessoas que acreditam na transmisso e na partilha.

    Dividida entre Prmio Megafone Msica e Prmio M e g a f o n e

    Misso, o primeiro para reconhecer e estimular quem faz nova msica, o segundo para fazer o mesmo a quem potencia e acrescenta valor nova msica que se faz, os Prmios Megafone foram desenvolvidos em menos de um ano, chegando ao palco do Pequeno Auditrio do Centro Cultural de Belm a 17 de Outubro de 2010. A foram anunciados, como finalistas do Prmio Megafone Msica, os Galandum Galundaina, o Experimentar Na MIncomoda e os Bandarra. Do lado do Prmio Megafone Misso, o realizador

    Os Prmios Megafone foram, desde o embrio da ideia, encarados com os olhos com que Joo Aguardela via a msica dita tradicional.

    do ilimitado, onde s no vemos o representado.

    concreto, sem objecto, desconhecido, lugar incerto aberto, visvel e invisvel, espao interior do mundofundo que no posso nomear, mundo que quero amar amar o aberto, amar o no-mar.

  • c) Um representante do Conselho Executivo da ESMAd) Um professor do Departamento de Artes da ESMA

    13. O jri, para alm dos prmios atribudos aos trabalhos que considerar de maior qualidade poder atribuir menes honrosas que, no entanto no vincularo o jornal respectiva publicao.

    14.O jri pode deliberar no atribuir qualquer dos prmios no caso de falta de qualidade das obras em concurso.

    15. Os casos omissos ou divergncias na interpretao do presente regulamento sero solucionadas pelo jri.

    16. Das decises do Jri no haver recurso.

    arquitectura e artes plsticas

    http://fazendofazendo.blogspot.com 26 MAI. a 9 JUN. 2011 3

    1. O Fazendo est a promover um concurso para os alunos da Escola Secundria Manuel de Arriaga.

    2. Podem participar no concurso todos os alunos dessa escola, independentemente da idade ou ano que frequentem.

    3. Objectivo: encontrar a melhor capa para o Jornal, feita por um aluno.

    4. Cada concorrente poder apresentar um mximo de dois trabalhos.

    Fazes? concurso

    5. Os trabalhos a apresentar devem cumprir as seguintesnormas:

    Tema: livreTcnica: livre (ilustrao, fotografia, pintura, desenho, arte digital, colagem, etc)Dimenses: tamanho nico aceite: 21 x 30 cm. No caso de trabalhos em formato digital, para alm das dimenses estipuladas o ficheiro deve apresentar uma resoluo de 300 dpi.Cor: so aceites trabalhos a preto e branco e a cores.

    6. A data limite de entrega dos trabalhos dia 15 de Junho.

    7. Como entregar: Os trabalhos que no estejam num suporte digital devem ser entregues na reprografia da Escola. As ilustraes em formato digital devem ser enviados para o endereo electrnico do Jornal (vai.se.fazendo@gmail.com)

    8. Prmios:

    1 Prmio:Publicao da Capa VencedoraPrmio monetrio ZON: 100 eurVale de Compras Telgrapho: 50 eurDesconto 25% em carta de conduo (carro ou mota) na Escola de Conduo Atlntida

    2 PrmioVale de Compras Telgrapho: 50 eurMochila Hurley, na Tabu

    3 PrmioVale de Compras Telgrapho: 20eurAcessrio de Moda na Kosmos

    9. A deciso do jri ser mantida em segredo at sada do Jornal que publicar as obras dos premiados, assim anunciando os vencedores do concurso.

    10. Direitos de publicao. As obras premiadas ficaro na posse da Associao Cultural Fazendo. Ao concorrer, todos os autores esto a autorizar a Associao Cultural Fazendo a reproduzir as suas obras e a utiliz-las em publicaes ou eventos futuros.

    11. Devoluo dos trabalhos no premiados. Os trabalhos no premiados podem ser recolhidos pelos autores na reprografia da escola, a partir de uma semana aps a divulgao dos premiados. Esta clusula no se aplica a trabalhos entregues em formato digital.

    12. O jri ter a seguinte composio:a) Um representante da Direco do Jornal Fazendob) Um colaborador da Pgina de Artes Plsticas do Jornal Fazendo TABUTABU

    2 concurso de capas do Fazendo

    Nasceu em Lisboa em 1971. Actualmente, vive